Garcia IV do Congo

Garcia IV (1670 - 1752) foi o manicongo (rei) do Reino do Congo entre 1743 e 1752. Foi eleito pelo conselho real seguindo o sistema de "linhagens rotativas". [1]

Garcia IV
Marquês de Matari
Manicongo
Rei do Congo
Reinado 27 de julho de 1743 - 31 de março de 1752
Antecessor(a) Manuel II
Sucessor(a) Nicolau
 
Casa Quinzala
Nome completo Garcia Rafael Incanga Quinzala
Nascimento 1670
Morte 31 de março de 1752 (82 anos)
Filho(s) Afonso IV
Sebastião II
Álvaro XI
José I
Pai Rafael do Congo
Religião Catolicismo

BiografiaEditar

Garcia Rafael foi membro da Casa de Quinzala da facção de Bula durante a guerra civil. Ele se juntou a Pedro de Água Rosada no processo de reunificação do Congo, sendo agraciado com o título de marquês de Matari. Como membro da Casa de Quinzala foi eleito rei pelo conselho real após a morte de Manuel II em 27 de julho de 1743.[2] Sua coroação foi celebrada pelo vicariato apostólico Pantaleão Fronteira das Neves. [3] Faleceu poucos anos depois e foi sucedido por Nicolau, filho de seu antecessor. [4]

ReferênciasEditar