Guerra Civil Afegã (1989-1992)

A guerra civil afegã (1989-1992) ocorreu após a retirada soviética do Afeganistão a 15 de fevereiro de 1989[1] até 27 de abril de 1992, um dia após a celebração dos Acordos de Peshawar que proclamavam um novo governo interino afegão que iria começar funções a partir de 28 de abril[2].

Guerra Civil Afegã (1989-1992)
Guerra Fria
Revoluções de 1989
Dissolução da União Soviética
Guerras civis afegãs
Afghanistan politisch 1989.png
Data 15 de fevereiro de 1989 – 30 de abril de 1992
(3 anos, 2 meses, 2 semanas e 1 dia)
Local Afeganistão
Desfecho Vitória mujahidin
Beligerantes
Flag of Afghanistan (1987–1992).svg República Democrática do Afeganistão

Apoiado por:

 União Soviética
Flag of the Afghan interim government-in-exile (1988–1992).svgFlag of Jihad.svg Unidade Islâmica do Mujahidin do Afeganistão
Apoiado por:
Paquistão
 Estados Unidos
 China
Arábia Saudita
 Irão
Comandantes
Flag of Afghanistan (1987–1992).svg Mohammad Najibullah
Flag of Afghanistan (1987–1992).svg Abdul Rashid Dostum (até 1992)
Flag of Afghanistan (1987–1992).svg Shahnawaz Tanai (até 1990)
Flag of Afghanistan (1987–1992).svg Mohammad Aslam Watanjar
Flag of Afghanistan (1987–1992).svg Ghulam Faruq Yaqubi
Flag of Afghanistan (1987–1992).svg Fazal Haq Khaliqyar
Flag of Jamiat-e Islami.svg Burhanuddin Rabbani
Flag of Jamiat-e Islami.svg Ahmad Shah Massoud
Flag of Jamiat-e Islami.svg Naqib Alikozai
Flag of Jamiat-e Islami.svg Ismail Khan
Flag of Hezbi Islami Gulbuddin.svg Gulbuddin Hekmatyar
Flag of Hezbi Islami Gulbuddin.svg Fazal Haq Mujahid
Flag of Jihad.svg Abdullah Azam  
Flag of Jihad.svg Osama Bin Laden
Flag of Jihad.svg Ayman al-Zawahiri
Flag of Jihad.svg Abdul Rasul Sayyaf
Flag of Jihad.svg Mohammad Nabi
Flag of Jihad.svg Sibghatullah Mojaddedi
Flag of Jihad.svg Muhammad Asif Muhsini
Logo of Hezb-e Islami Khalis.svg Mulavi Younas Khalis
Logo of Hezb-e Islami Khalis.svg Haji Abdul Qadeer
Logo of Hezb-e Islami Khalis.svg Jalaluddin Haqqani
Logo of Hezb-e Islami Khalis.svg Nek Muhammad
Logo of Hezb-e Islami Khalis.svg Mohammed Omar
Flag of the National Islamic Front of Afghanistan.svg Ahmed Gailani
Flag of the National Islamic Front of Afghanistan.svg Abdul Rahim Wardak
Flag of Hezbe Wahdat.svg Abdul Ali Mazari
Flag of Hezbe Wahdat.svg Sayyid Ali Beheshti
Flag of Afghanistan (1978).svg Abdul Rashid Dostum (a partir de 1992)
Unidades
Flag of Afghanistan (1987–1992).svg Exército Afegão
Flag of Afghanistan (1987–1992).svg Força Aérea Afegã
Flag of Afghanistan (1987–1992).svg Milícias pró-governo
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Voluntários soviéticos
Flag of Jamiat-e Islami.svg Jamiat-e Islami
Flag of Jihad.svg Shura-e Nazar
Flag of Hezbi Islami Gulbuddin.svg Hezb-e Islami Gulbuddin
Flag of Jihad.svg Maktab al-Khidamat
Logo of Hezb-e Islami Khalis.svg Hezb-i Islami Khalis
Flag of Jihad.svg Ittehad-e Islami
Flag of Jihad.svg Harakat-i-Inqilab-i-Islami
Flag of Jihad.svg Jebh-e Nejat-e Melli
Flag of the National Islamic Front of Afghanistan.svg Mahaz-e Milli
Flag of Jihad.svg Harakat-e Islami-yi
Flag of Hezbe Wahdat.svg Hezb-e Wahdat-e
Flag of Afghanistan (1978).svg Junbish-i-Milli (a partir de 1992)
State emblem of Pakistan.svg Inter-Services Intelligence
Flag of the People's Liberation Army.svg Exército de Libertação Popular
Forças
Flag of Afghanistan (1987–1992).svg cerca de 160.000 (1991) Desconhecido

Os grupos mujahideen, a maioria destes unidos na Unidade Islâmica do Mujahidin do Afeganistão, nos anos de 1989-1992 proclamaram a sua convicção que estavam a combater contra um regime satélite hostil da República Democrática do Afeganistão, sediado em Cabul.

Em março de 1989, os grupos mujahidin Hezb-e Islami Gulbuddin e Ittehad-e Islami, apoiados pelos serviços secretos do Paquistão, atacaram a cidade de Jalalabad mas, para surpresa de analistas americanos e paquistaneses, as forças governamentais derrotavam os mujahidin[3][4].

Em março de 1991, uma coligação de diversos grupos mujahidin conseguia conquistar, de forma rápida, a estratégica cidade de Khost[5]. Passado um ano, em março de 1992, e sem o apoio da União Soviética (dissolvida em dezembro de 1991), o presidente do governo comunista afegão Mohammad Najibullah concordava em ceder o poder e dar posse a um governo de coligação mujahidin[2]. Um grupo mujahidin, Hezb-e Islami Gulbuddin, recusou entrar nas negociações supervisionadas pelo Paquistão e invadiu a capital Cabul[6]. A queda de Cabul levava ao início de uma nova guerra civil, a 25 de abril de 1992, com os diversos grupos mujahidin a entrarem em conflito entre si pelo controlo do poder no Afeganistão[7][8].

Referências

  1. «26 دلو سالروز خروج نیروهای ارتش سرخ از افغانستان». خبرگزاری آریانا نیوز (em persa). 14 de fevereiro de 2012. Consultado em 13 de agosto de 2021 
  2. a b «Afghanistan The Peshawar Accord, April 25, 1992 - Flags, Maps, Economy, History, Climate, Natural Resources, Current Issues, International Agreements, Population, Social Statistics, Political System». photius.com. Consultado em 13 de agosto de 2021 
  3. Nasir, Abbas. «The legacy of Pakistan's Hamid Gul». www.aljazeera.com (em inglês). Consultado em 13 de agosto de 2021 
  4. Burns, John F.; Times, Special To the New York (30 de abril de 1989). «After Jalalabad's Defense, Kabul Grows Confident». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 13 de agosto de 2021 
  5. Tarzi, Shah M. (1992). «Afghanistan in 1991: A Glimmer of Hope». Asian Survey (2): 189–196. ISSN 0004-4687. doi:10.2307/2645218. Consultado em 13 de agosto de 2021 
  6. Grad, Marcela (2009). Massoud: An Intimate Portrait of the Legendary Afghan Leader (em inglês). [S.l.]: Webster University Press 
  7. Press, The Associated (18 de abril de 1992). «AFGHAN GUERRILLAS ORDER KABUL ARMY TO SURRENDER CITY». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 13 de agosto de 2021 
  8. «Blood-Stained Hands». Human Rights Watch (em inglês). 6 de julho de 2005. Consultado em 13 de agosto de 2021