Guerra Colômbia-Peru

A Guerra Colômbia-Peru foi um confronto armado entre esses dois países sul-americanos entre os anos 1932 a 1934. Isto ocorreu devido a disputas fronteiriças em Leticia no território das Três Fronteiras.

Guerra Colômbia-Peru
B-C-E-P claims and reivindications.jpg
Território disputado por Peru, Equador e Colômbia desde o início do século XIX a meados do século XX, a origem da primeira guerra entre a Colômbia e o Peru e do conflito peruano-equatoriano
Data 1 de setembro de 1932 - 25 de maio de 1933
Local Rio Putumayo e afluentes.
Cidade de Leticia, localizado na Esquadra (depois Departamento) Colômbia de Amazonas.
Desfecho Status quo ante bellum, ratificação do Tratado Salomón-Lozano de 1922.
Beligerantes
Bandera de Colombia
República da Colômbia
Flag of Peru (1884–1950).svg
República do Peru
Comandantes
Enrique Olaya Herrera
Alfredo Vásquez Cobo
Luis Miguel Sánchez Cerro
Exército colombiano realizando manobras

A partir de primeiro de setembro de 1932, mais de 300 civis peruanos armados cercaram Leticia; a Colômbia enviou 1.500 soldados para deter a insurgência que era dirigida contra o Tratado Salomón-Lozano de 1922 que consagrou a demarcação de fronteiras. Em seguida, igualmente o Peru, que tinha inicialmente condenado a rebelião, também envia unidades para proteger os insurgentes.

No início de 1933 ocorreram as primeiras batalhas na Amazônia, quando uma frota fluvial colombiana abriu o caminho para a cidade. Depois de meses de esforços diplomáticos para alcançar uma solução mutuamente aceitável para as partes em guerra; aderiram em maio de 1933, um cessar-fogo provisório e concordaram com a administração interina do território pela Liga das Nações, até um acordo de paz final.

Depois de um acordo bilateral em maio de 1934, Leticia foi repassada em julho para a Colômbia. O acordo previa a desmilitarização do território e ao Peru era garantido a liberdade de acesso à Amazônia e ao Rio Putumayo. Da mesma forma, acordos tarifários e comerciais são concluídos e as questões jurídicas do transporte de navegação fluvial resolvidas. Em troca, numa reafirmação do Tratado Salomon-Lozano, houve um pedido formal de desculpas do Peru pela invasão de setembro de 1932. Na conclusão deste tratado de paz o agente brasileiro Cândido Rondon esteve envolvido.

BibliografiaEditar

  • Conflicto de Leticia: Colombia, Perú, Ecuador, México y Brasil, Autor:Julián López García, Editorial:Librería General de V. Suárez, Año de Edición: 1933,Nº. de páginas: 72 páginas.
  • Historia de la República del Perú 1822 - 1933 Autor:Jorge Basadre Grohmann, Octava Edición corregida y aumentada, Tomo 13, Editada por el Diario "La República" de Lima y la Universidad "Ricardo Palma", Capitulo X, El Conflicto con Colombia y la Campaña del Nor-Oriente, páginas 3315-3343.
  • Conflicto Amazónico 1932 / 1934 de Villegas Editores, Bogotá, Colombia; Autores: Juan Camilo Restrepo, Luis Ignacio Bentancur; Publicado en el año 2001, ISBN 9588160111. Nº. de Páginas: 201.
  • Historia de las Fuerzas Militares de Colombia de Editorial Planeta, 1993, Bogotá, Colombia; Tomos 3, 4 y 5.
  • von Rauch, Georg. "A South American Air War...The Leticia Conflict". Air Enthusiast Number 26, Diciembre 1984-Marzo1985. Bromley Kent UK: Pilot Press. ISSN 0143-5450. pp. 1–8.

Ver tambémEditar

Ligações ExternasEditar