Abrir menu principal
Guilherme António Correia
Autorretrato
Nascimento 23 de maio de 1829
Porto
Morte 10 de junho de 1901 (72 anos)
Porto
Nacionalidade portuguesa
Área Pintura

Guilherme António Correia (, Porto 23 de Maio de 1829 - Porto, 10 de Junho de 1901) foi um pintor e professor português.

Vida e obraEditar

Frequentou o curso de pintura entre 1840 e 1849 na Academia Portuense de Belas Artes tendo como professor o pintor João António Correia, seu irmão.[1]

Nesta escola frequentou a Aula de Anatomia (1840-1843), a Aula de Perspetiva (1840-1843), a Aula de Pintura Histórica (1844) e a Aula de Arquitetura (1848-1849). Foi para Paris com uma subscrição particular da iniciativa de Joaquim Torcato Álvares Ribeiro, lente e diretor da Academia Politécnica do Porto, com o fim de prosseguir os seus estudos. Nesta cidade, teve contacto com Horace Vernet, Nanteluil, Petitot e frequentou o ateliê de Adolphe Yvon. De regresso a Portugal, dedica-se a trabalhos de pintura de retrato e docência de aulas particulares, é contratado por António Pereira Baquet para traçar o frontispício do Teatro Baquet, faz parte do júri da Secção de Belas Artes da Exposição Internacional do Porto de 1865, é nomeado Académico de Mérito da Academia Portuense de Belas Artes em 1867, torna-se docente no Instituto Industrial do Porto como lente da 8.ª Cadeira (Desenho de Ornato).[1]

Foi também um reputado desenhador e litógrafo, sendo da sua autoria o retrato do Bispo do Porto, D. Jerónimo José da Costa Rebello, de Santa Margarida de Cortona e de "Dom João Rei de Portugal".[1]

Referências

  Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.