Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Haroldo Costa
Costa, 2013
Nascimento 13 de maio de 1930 (89 anos)
Rio de Janeiro

Haroldo Costa (Rio de Janeiro, 13 de maio de 1930) é um ator, escritor, produtor e sambista brasileiro.

O atorEditar

A iniciação teatral de Haroldo Costa deu-se no Teatro Experimental do Negro, quando atuou na peça O FILHO PRÓDIGO, de Lucio Cardoso. De volta ao Brasil, depois da viagem de cinco anos pelo mundo com a companhia de danças Brasiliana, da qual foi um dos fundadores, diretor artístico e um dos bailarinos, foi convidado por Vinicius de Moraes, de quem tornou-se amigo em Paris, para protagonizar a peça ORFEU DA CONCEIÇÃO. Representou também o papel de Jesus no Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna. No cinema trabalhou dirigiu o filme PISTA DE GRAMA e como ator participou de CLEO E DANIEL (Dir. Roberto Freire) DEU NO New York Times (Dir. Henfil) RUA ALGUEM 555

O produtorEditar

 
Haroldo Costa, 1964. Arquivo Nacional.

Durante muito tempo atuou como produtor-realizador de espetáculos, contratado por proprietários de casas de shows. Foi assim que, a partir de 1960 ele apresentou na Boate Plaza, de Mauricio Lanthos, Top Club do Barão Von Stuckardt, no Night and Day e Fred´s, de Carlos Machado, na Boate Drink dos Irmãos Peixoto (Cauby, Andiara, Moacir e Araken), no Golden Room do Copacabana Palace, na Sucata de Ricardo Amaral, todas no Rio de Janeiro, shows de carater essencialmente brasileiro, o que se tornou a sua marca.

Obras literáriasEditar

  • 1982 Fala, Crioulo
  • 1984 Salgueiro: Academia de Samba
  • 2000 Na Cadência do Samba
  • 2001 100 Anos de Carnaval no Rio de Janeiro
  • 2002 As Escolas de Lan
  • 2003 Salgueiro - 50 anos de glória
  • 2005 Ernesto Nazareth - Pianeiro do Brasil

Telenovelas e minissériesEditar

DocumentárioEditar

Em 2015, o documentarista Silvio Tendler, dirigiu "Haroldo Costa – O Nosso Orfeu"[1].

Referências

  1. Haroldo Costa – O Nosso Orfeu, acesso em 26 de julho de 2016.

Ligações externasEditar