Haroldo da Dinamarca

militar dinamarquês

Haroldo da Dinamarca (Haroldo Cristiano Frederico; 8 de outubro de 1876 - 30 de março de 1949) foi o quarto filho de Frederico VIII da Dinamarca e da sua esposa, a princesa Luísa da Suécia e da Noruega.

Haroldo
Príncipe da Dinamarca
Haroldo da Dinamarca
Cônjuge Helena Adelaide de Schleswig-Holstein
Descendência Teodora da Dinamarca
Carolina Matilda da Dinamarca
Alexandrina Luísa da Dinamarca
Gormo
Olavo
Casa Glücksburg
Nome completo Haroldo Cristiano Frederico
Nascimento 8 de outubro de 1876
  Charlottenlund, Copenhaga, Dinamarca
Morte 30 de março de 1949 (72 anos)
  Copenhaga, Dinamarca
Enterro Catedral de Roskilde, Roskilde
Pai Frederico VIII da Dinamarca
Mãe Luísa da Suécia

O príncipe prestou serviço militar no Exército Real da Dinamarca durante grande parte da sua vida e chegou ao ranking de Tenente-general.

Primeiros anosEditar

 
Haroldo com a sua esposa, a princesa Helena Adelaide

O príncipe Haroldo nasceu a 8 de Outubro de 1876 no Palácio de Charlottenlund, a norte de Copenhaga. O seu pai era o príncipe-herdeiro Frederico da Dinamarca (depois rei Frederico VIII), o filho mais velho do rei Cristiano IX da Dinamarca e da princesa Luísa de Hesse-Cassel. A sua mãe era a princesa-herdeira Luísa, filha única do rei Carlos XV da Suécia e da princesa Luísa dos Países Baixos.

Aos dezassete anos de idade, Haroldo iniciou a sua carreira militar, como era costume para os príncipes da época. Mais tarde, prestou serviço do Regimento dos Guardas Hussardos.[1]

CasamentoEditar

A 28 de Abril de 1909, quando tinha trinta-e-três anos de idade, Haroldo casou-se no Castelo de Glücksburg com a princesa Helena Adelaide de Schleswig-Holstein-Sonderburg-Glücksburg, filha de Frederico Fernando, Duque de Schleswig-Holstein-Sonderburg-Glücksburg, e da princesa Carolina Matilde de Schleswig-Holstein-Sonderburg-Augustenburg. Helena era sobrinha da imperatriz da Alemanha, Augusta Vitória, casada com o kaiser Guilherme II da Alemanha.

Depois do casamento, o príncipe Haroldo e a princesa Helena viveram numa casa de campo chamada Jægersborghus a norte de Copenhaga, uma residência privada que o príncipe tinha adquirido em 1907.[1] Foi lá que nasceram os cinco filhos do casal, entre 1910 e 1923.

Vida posteriorEditar

Tal como outros membros da família real dinamarquesa, a sua situação financeira foi prejudicada pela falência do Den Danske Landmandsbank em 1923. No entanto, até 1935, o príncipe e a família conseguiram manter a sua mansão, Jægersborghus, tendo-se mudado posteriormente para uma villa no norte de Copenhaga.[1]

Quando tinha cinquenta anos de idade, o príncipe Haroldo reformou-se da vida activa no exército com o rank de Major-general. No entanto, em 1933, o seu irmão, o rei Cristiano X, nomeou-o Tenente-general.

Durante a Segunda Guerra Mundial, a princesa Helena tornou-se muito impopular na Dinamarca por apoiar a ocupação alemã da Dinamarca e o partido Nazi. Por causa desse apoio, há rumores de que os filhos da princesa cortaram relações com ela.[2]

O príncipe Haroldo morreu a 30 de Março de 1949 em Copenhaga. Foi enterrado na Catedral de Roskilde. A princesa Helena viveu mais treze anos do que o marido, tendo falecido a 30 de Junho de 1962.

HonrasEditar

O príncipe Haroldo era cavaleiro da Ordem do Elefante.

Decorações estrangeirasEditar

  • Reino Unido GCVO - Cavaleiro da Grã-Cruz da Real Ordem Vitoriana  - 11 de Outubro de 1901[3]

DescendênciaEditar

  1. Feodora da Dinamarca (3 de julho de 1910 - 17 de março de 1975), casou com o seu primo, o príncipe Cristiano de Schaumburg-Lippe.
  2. Carolina Matilda da Dinamarca (27 de abril de 1912 - 12 de dezembro de 1995), casou com o seu primo, o príncipe Canuto, Príncipe Herdeiro da Dinamarca.
  3. Alexandrina Luísa da Dinamarca (12 de dezembro de 1914 - 26 de abril de 1962), casou com o conde Luitpold de Castell-Castell.
  4. Gorm Haroldo da Dinamarca (24 de fevereiro de 1919 - 26 de dezembro de 1991), nunca se casou nem deixou descendentes.
  5. Oluf da Dinamarca (10 de março de 1923 - 19 de dezembro de 1990). O primeiro casamento foi com Dorrit Puggard-Müller, divorciando-se em 1977. Casou, em segundas núpcias, com Lis Wulff-Juergensen.

GenealogiaEditar

Os antepassados de Haroldo da Dinamarca em três gerações[4]
Haroldo da Dinamarca Pai:
Frederico VIII da Dinamarca
Avô paterno:
Cristiano IX da Dinamarca
Bisavô paterno:
Frederico Guilherme, Duque de Schleswig-Holstein-Sonderburg-Glücksburg
Bisavó paterna:
Luísa Carolina de Hesse-Cassel
Avó paterna:
Luísa de Hesse-Cassel
Bisavô paterno:
Guilherme de Hesse-Cassel
Bisavó paterna:
Luísa Carlota da Dinamarca
Mãe:
Luísa da Suécia
Avô materno:
Carlos XV da Suécia
Bisavô materno:
Óscar I da Suécia
Bisavó materna:
Josefina de Leuchtenberg
Avó materna:
Luísa dos Países Baixos
Bisavô materno:
Frederico dos Países Baixos
Bisavó materna:
Luísa da Prússia (1808–1870)

Referências

  1. a b c Bramsen, Bo (1992). Huset Glücksborg, 2nd ed. [S.l.: s.n.] ISBN 87-553-1843-6 
  2. Pryser, Tore. Kvinnliga spioner. [S.l.: s.n.] ISBN 978-91-27-11741-9 
  3. «no. 27364. p. 6640». The London Gazette. Consultado em 25 de Fevereiro de 2016 
  4. «- Person Page 10334». www.thepeerage.com. Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Haroldo da Dinamarca
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.