Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Hebron (desambiguação).
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Abril de 2012). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Hebrom ou Hébron[1] em hebraico: חֶבְרוֹן; transl.: Ḥevron; em árabe: الخليل; transl.: al-Khalīl) é uma cidade palestina da Cisjordânia, ocupada por Israel desde 1967. Sua população é majoritariamente árabe. Situada na região histórica da Judeia, Hebrom abriga os túmulos de Abraão, Isaac e Jacó. Em 2017, o centro histórico foi declarado Património Mundial da UNESCO, e declarado como palestino por esse órgão em sua lista[2]

Hebrom
Hebron172.JPG
Hebraico חֶבְרוֹן
Árabe الخليل
Significado "comunidade","confederação" ou "aliança"
Governo Cidade (desde 1997)
População 167 000 (2006)
Prefeito Tayseer Abu Sneineh
Website www.hebron-city.ps
Pix.gif Centro histórico de Hebrom/Al-Khalil *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO
País  Palestina
Tipo Cultural
Critérios (ii), (iv), (vi)
Referência 1565
Histórico de inscrição
Inscrição 2017  (? sessão)
Ameaçado 2017
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
Seal of Hebron.tif

Outra versão dos fatos apresenta esse lugar sempre pertenceu aos Israelitas, sendo Abraão fundador da nação com seu filho Isaac, gerando a Esaú e Jacó. Jacó irmão gêmio, porém nascido pouco depois compra a primogenitura do irmão e como consequência os direitos de um primogênito. Após ter comprado a primogenitura do irmão, em símbolo de arrependimento a Deus, Jacó pede que o abençoe, o próprio Deus muda seu nome de Jacó para Israel. Ou seja, os ancestrais que estão enterrados aí são geradores dos Israelitas, porém a Unesco, reconhecendo o lugar como palestino, tenta recontar a história de forma unilateral.

Índice

HistóriaEditar

Foi neste local onde morreu Sara, aos cento e vinte e sete anos de idade (1 859 a.C., pelos cálculos de Ussher).[3]

Era uma cidade cananita, chamada Quiriate-Arba, na região montanhosa de Judá.[4] Seu rei participou da aliança comandada por Adonisedeque, rei de Jerusalém, com os reis de Jarmute, Laquis e Debir, contra os gibeonitas, quando estes se submeteram aos hebreus; os cinco reis foram derrotados por Josué (1 451 a.C.).[5] Foi conquistada em 1 446 a.C.,[6] e dada aos filhos de Coate, passando a ter este nome por causa de Hebrom, filho de Coate.[4] [7] Coate era um dos três filhos de Levi; os filhos de Levi foram Gersom, Coate e Merari.[8]

O campo da cidade e suas aldeias foi dado a Calebe, filho de Jefoné,[9] e Hebrom foi dada aos filhos de Aarão, o sacerdote, para ser refúgio para o homicida.[10]

Foi em Hebrom que Davi se refugiou, com suas mulheres, Ainoã, a jezreelita e Abigail, que fora esposa de Nabal, o carmelita.[11] Em 1 055 a.C.,[12] os homens de Judá ungiram Davi como rei de Judá em Hebrom,[13] e ele reinou sete anos e seis meses em Hebrom.[14] Abner, capitão de Saul que desertou para Davi após a morte de Saul, foi enterrado em Hebrom.[15]

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

Referências

  1. Machado, José Pedro, Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa, verbete "Hébron"
  2. «Hebron/Al-Khalil Old Town». UNESCO. Consultado em 31 de Julho de 2017 
  3. James Ussher, The Annals of the World 1859 BC [em linha]
  4. a b Josué 21:10-11
  5. James Ussher, The Annals of the World 1451 BC
  6. James Ussher, The Annals of the World 1446 BC
  7. I Crônicas 6:54-55
  8. Êxodo 6:16
  9. Josué 21:12
  10. Josué 21:13
  11. II Samuel 2:1-2
  12. James Ussher, The Annals of the World 1055 BC
  13. II Samuel 2:4
  14. II Samuel 2:11
  15. James Ussher, The Annals of the World 1048 BC
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Hebrom
  Este artigo sobre o Estado da Palestina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre Israel é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.