Abrir menu principal
Henrique Fontes
Estátua de Henrique Fontes na Escola de Educação Básica Henrique Fontes em Tubarão, Santa Catarina
Nascimento 15 de março de 1885
Itajaí,
Santa Catarina,
Império do Brasil
Morte 22 de março de 1966 (81 anos)
Florianópolis,
Santa Catarina,
Brasil
Nacionalidade brasileiro
Cidadania Brasil
Alma mater Universidade Federal do Paraná
Ocupação advogado, político

Henrique da Silva Fontes (Itajaí, 15 de março de 1885Florianópolis, 22 de março de 1966) foi um advogado, educador e político brasileiro.[1]

Índice

VidaEditar

Filho do comerciante e industrial Manuel Antônio Fontes, natural de Horta, Ilha do Faial, e de Ana da Silva Fontes, natural do Estreito quando este pertencia a São José. Irmão do Cônego Tomás Fontes.[2] Seu filho, Paulo de Tarso da Luz Fontes, foi prefeito de Florianópolis.

Em 1910, passou a residir em Florianópolis, lecionando no então Gynasio Catharinense (atual Colégio Catarinense). Foi bacharel em direito pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná, em 1927. Tornou-se juiz federal e desembargador. Foi secretário da Fazenda, Viação, Obras Públicas e Agricultura no governo Adolfo Konder.

Henrique da Silva Fontes foi o fundador da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, atualmente Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina, além de ter sido o idealizador da Cidade Universitária da UFSC na Trindade, em Florianópolis.[3]

Foi membro fundador da cadeira 18 na Academia Catarinense de Letras, da qual é patrono João Silveira de Sousa.

Morreu em 22 de março de 1966 no Hospital de Caridade, em Florianópolis. Foi sepultado no Cemitério São Francisco de Assis.[4]

Representação na culturaEditar

ObrasEditar

Além dos cinco livros didáticos incluídos na Série Fontes, publicou:[6]

  1. A nova ortografia, 1931
  2. Prontuário ortográfico e prosódico, 1932
  3. Empréstimo americano, estudo matemático, 1933
  4. O conselheiro José Mascarenhas Pacheco Pereira Coelho de Melo, 1938
  5. Lacerda Coutinho, biografia e crítica literária, 1943
  6. Estudinhos antroponímicos, filologia, 1ª série, 1944; 2ª série, 1949
  7. Projeto de consolidação da legislação de terras do Estado de Santa Catarina, 1947
  8. Digressões antroponímicas, filologia, 1951
  9. A nossa geração e a Justiça Social, discurso, 1951
  10. O empréstimo a juros desde as Ordenações do Reino até a atual legislação brasileira, 1954
  11. A Beata Joana Gomes de Gusmão, biografia, 1954
  12. Da importância dos nomes de pessoas para estudos de Psicologia Social, 1955
  13. A Faculdade de Direito de Santa Catarina e seus primeiros tempos, conferência, 1957
  14. O Irmão Joaquim, apóstolo do Santíssimo Sacramento,1955
  15. O Irmão Joaquim, o Vicente de Paulo brasileiro, biografia, 1958
  16. Nomes germânicos de mulheres, filologia, 1959
  17. Primórdios e primícias, duas alocuções, 1959
  18. Pensamentos, palavras e obras. Da Faculdade Catarinense de Filosofia. Primeiro caderno, discursos e ensaios, 1960.
  19. o nosso Cruz e Sousa, discurso, 1961
  20. Temas catarinenses, ensaios, 1962
  21. Pensamentos, palavras e obras. Da Cidade Universitária. Segundo caderno, discursos e ensaios, 1953
  22. Pensamentos, palavras e obras. De Itajaí. Terceiro caderno, discursos e ensaios, 1963
  23. José Arthur Boiteux, patriarca do ensino superior, artigo, 1965
  24. A Irmandade do Senhor dos Passos e o seu Hospital, e Aqueles que os Fundaram. Edição do Autor: Florianópolis, 1965

Referências

  1. Biografia
  2. Sachet, Celestino, Henrique da Silva Fontes. História e Memória. Florianópolis: Insular, 2013. Página 17.
  3. «HENRIQUE DA SILVA FONTES» (PDF) 
  4. Sachet, Celestino, Henrique da Silva Fontes. História e Memória. Florianópolis: Insular, 2013. Página 58.
  5. «SEF - Secretaria de Estado da Fazenda». www.sef.sc.gov.br (em inglês). Consultado em 25 de abril de 2018 
  6. SACHET, Celestino, Henrique da Silva Fontes - História e Memória. Florianópolis: Insular, 2014. P. 135

Ligações externasEditar


Precedido por
João Silveira de Sousa
(ACL) - fundador da cadeira 18
Sucedido por
José Curi
Precedido por
-
(ALB) - patrono da cadeira 15
Sucedido por
Arlete Carminetti Zago


  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.