Abrir menu principal
Heridas de amor
Feridas de Amor (PT/BR)
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 35 min. aproximadamente
Criador(es) Nora Aleman
Cris Morena
Tomás Yankelevich
País de origem México
Idioma original espanhol
Produção
Produtor(es) Roberto Hernández
Elenco Jacqueline Bracamontes
Karla Álvarez
Guy Ecker
Diana Bracho
Sergio Sendel
ver mais
Tema de abertura "Heridas de amor", Ricardo Montaner
Exibição
Emissora de televisão original Canal de las Estrellas
Transmissão original 3 de abril de 2006 - 22 de setembro de 2006
N.º de episódios 125

Heridas de amor (no Brasil: Feridas de Amor) é uma telenovela mexicana produzida por Roberto Hernández para a Televisa e exibida entre 3 de abril e 22 de setembro de 2006, substituindo Peregrina e sendo substituída por Las dos caras de Ana.

É um remake da telenovela Valeria y Maximiliano, produzida pela Televisa em 1991.[1]

É protagonizada por Jacqueline Bracamontes e Guy Ecker, com as participações estelares de Enrique Lizalde, Nuria Bages, Karla Álvarez, Ingrid Martz, Grettell Valdéz, José Luis Reséndez, Ernesto D'Alessio e Ricardo Blume e antagonizada por Diana Bracho e Sergio Sendel.

EnredoEditar

Miranda San Llorente (Jacqueline Bracamontes) é uma jovem moderna, firme e decidida, que tem beleza e dinheiro. O seu pai, o milionário Gonçalo San Llorente (Enrique Lizalde), deposita nela todas as suas esperanças, já que, das suas três filhas, é a que mais se parece a ele no carácter e decisão. Florência (Karla Álvarez), a mais velha, sofre de um mau cardíaco que vai matá-la, e a mais nova, Renata (Ingrid Martz), é uma adolescente imatura e caprichosa.

Miranda tem preparado o seu casamento para quando chegue o seu prometido, Fabrício Beltrão (José Luis Reséndez), que terminou o doutoramento na Alemanha. O que Miranda não sabe é que Fabrício vem para se casar, mas não com ela, mas sim com sua irmã, Florência. Bertha de Aragão (Diana Bracho), tia materna de Miranda, ajudou a que entre Fabrício e Florência surgisse um amor para magoar Miranda, a qual nunca acreditou na sua falsa bondade e honestidade. Bertha, vê ainda em Miranda a mulher que mais odeia, a sua irmã Fernanda de Aragão.

Fabrício regressa acompanhado pelo seu amigo Alessandro Luque (Guy Ecker), que deseja vingar-se de Gonçalo por pensar que este assassinou o seu pai. O conflito de Alessandro será terrível quando conhecer Miranda, que vai despertar pela primeira vez nele o amor, que se contrapõe aos seus desejos de vingança. Por seu lado, Miranda sente uma atração inexplicável por ele, o que provocará uma relação de amor e ódio da qual ambos sairão magoados.

Os negócios de Gonçalo afundam-se devido à má gerência de César Beltrão (Sergio Sendel), irmão de Fabrício e cúmplice de Bertha. Gonçalo é enviado para a prisão e Miranda deve recuperar não apenas a fortuna, como a sua família completa, incluindo a sua mãe, que saiu da vida da família devido às intrigas de Bertha. Para além disso, Miranda e Alessandro terão que superar os obstáculos que entre eles vão surgir: César, que também a ama, e Bertha, que se apaixona por Alessandro desde o primeiro momento. Nesta luta de sentimentos e paixões, de orgulho e poder, tanto Miranda como Alessandro descobrirão que somente quem as produz, pode curar as "Feridas de Amor".

ElencoEditar

Exibição no BrasilEditar

Foi exibida no Brasil, pelo SBT, entre 14 de agosto e 29 de dezembro de 2006, substituindo Rubi e sendo substituída por Marisol.[2]

Está sendo reprisada pelo canal pago TLN Network desde 2 de setembro de 2019, substituindo A Cor da Paixão.

AudiênciaEditar

No MéxicoEditar

Em sua exibição original, a trama alcançou média de 12,2 pontos.[3]

No BrasilEditar

No Brasil, a trama estreou com 7 pontos, e picos de 9.[4] O último capítulo teve média de 6 pontos. A trama teve média geral de 5 pontos.[5]

Prêmios e indicaçõesEditar

Prêmio TVyNovelas 2007Editar

Categoría Persona Resultado
Melhor telenovela Roberto Hernández Vázquez Indicado
Melhor atriz protagonista Jacqueline Bracamontes Indicado
Melhor ator protagonista Guy Ecker Indicado
Melhor ator antagonista Sergio Sendel Indicado
Melhor primeira atriz Diana Bracho Indicado
Melhor primeiro ator Enrique Lizalde Indicado
Melhor atriz secundária Karla Álvarez Venceu
Ingrid Martz Indicado
Melhor ator secundário José Elías Moreno Indicado
José Luis Reséndez Indicado
Melhor direção de cena Sergio Cataño Indicado
Melhor tema musical Ricardo Montaner Venceu

Referências

  1. «Reciclan "Valeria y Maximiliano" con Heridas de amor». El Universal. 31 de março de 2006. Consultado em 28 de julho de 2016 
  2. «SBT estréia a novela Feridas de Amor». O Fuxico. 4 de agosto de 2006. Consultado em 6 de junho de 2015 
  3. «Rating promedio de telenovelas de las 17 horas». Forum Univision. 17 de dezembro de 2013. Consultado em 1 de agosto de 2015 
  4. «Novela Feridas de Amor estréia com bons índices nas tardes do SBT». Área Vip. 16 de agosto de 2006. Consultado em 1 de agosto de 2015 
  5. «Audiência das novelas mexicanas no SBT». Bcharts. 1 de maio de 2013. Consultado em 1 de agosto de 2015 [ligação inativa]

Ligações externasEditar