Abrir menu principal


IC 5 - Itinerários Complementares de Portugal
IC 5
131
Cruza com:
 A 4 ,  A 7 ,  A 24 ,  IP 2 , N 15, N 102, N 212, N 214, N 215, N 219, N 221 , N 315,


O IC 5 é um itinerário complementar que, quando concluído, fará a ligação entre a  A 24 , em Vila Pouca de Aguiar, e Miranda do Douro.

Foi pensado como um eixo estruturante que permitisse ligar o litoral norte ao interior do país, entre Vila do Conde e Miranda do Douro. No entanto, a secção entre a origem do itinerário e Vila Pouca de Aguiar foi construída com o perfil de auto-estrada, tendo sido classificada como  A 7 .

É uma estrada bastante importante para a região transmontana porque veio "desencravar" vários municípios cujas acessibilidades se classificavam abaixo do medíocre, principalmente os de Alfândega da Fé, Mogadouro e Miranda do Douro.

Relativamente aos restantes troços, o troço entre Vila Pouca de Aguiar e Murça encontra-se em projecto, não sendo de esperar que avance nos próximos anos. Existe também a intenção, suportada por algumas populações do lado espanhol da fronteira, de prolongar o IC 5 desde o seu futuro término provisório, em Duas Igrejas, junto a Miranda do Douro, até Espanha, através de uma ponte internacional, não existindo ainda nenhum projecto para a ligação ou localização para a ponte internacional. Actualmente o IC5 também já fazia parte de um troço entre Fafe e Guimarães, não participando na A7. O troço entre o Pópulo e Duas Igrejas foi totalmente disponibilizado à circulação em 2 de Maio de 2012.

O ponto mais alto desta via rápida localiza-se a poucos quilómetros de Mogadouro, a cerca de 820 m, em pleno Planalto Mirandês , sendo que o ponto mais baixo se localiza no Vale da Vilariça, perto de Sampaio, no concelho de Vila Flor, a cerca de 180 m de altitude.

Esta Via-rápida foi muito bem construída e projetada no troço entre Mogadouro e Miranda do Douro, pois este trajeto inclui retas, sem curvas, 1 delas com mais de 8 km e outras com cerca de 5 km de extensão.

Costuma de ter uma maior utilização no meses de época festiva ou balnear, nomeadamente nos principais meses do Verão (Julho e Agosto) e ainda na época do Natal e Páscoa, de onde uma boa parte da população de origem da região regressa para um encontro com os seus antepassados e férias, utilizando esta via como acesso a tal. Assim, o tráfego médio diário tenderá a ser maior em tais tempos.

Índice

Estado dos TroçosEditar

Troço Estado (08/2012) km
Vila Pouca de Aguiar (  A 24  ) - Pópulo (  A 4 ) Em projecto
-
Pópulo (  A 4  ) - Carlão Em serviço (22/12/2010)[1]
(Concessão: Douro Interior)
7,0
Carlão - Pombal Em serviço (02/05/2012)[2]
(Concessão: Douro Interior)
16,9
Pombal -  IP 2  Em serviço (30/11/2011)[3][4]
(Concessão: Douro Interior)
24,2
 IP 2  - Sardão Em serviço (02/05/2012)[2]
(Concessão: Douro Interior)
19,9
Sardão - Meirinhos Em serviço (14/05/2004)[5] como variante à  N 315  [6]
Reclassificado (4/2012) para  IC 5 
7,0
Meirinhos - Mogadouro Em serviço (02/05/2012)[2]
(Concessão: Douro Interior)
18,2
Mogadouro - Miranda do Douro (Duas Igrejas) Em serviço (22/09/2011)[7][8]
(Concessão: Douro Interior)
37,3

PerfilEditar

Troço Perfil Extensão
Pópulo (  A 4  ) - Carlão
 
7 km
Pombal -  IP 2 
 
24 km
 IP 2  - Alfândega da Fé
 
km
Sardão - Meirinhos
 
km
Meirinhos - Duas Igrejas
 
37 km

Nós de LigaçãoEditar

Murça (Alto do Pópulo) - Miranda do Douro (Duas Igrejas)Editar

Saída km Destinos Estrada que liga
  2 0 Alto do Pópulo
Bragança / Murça
Porto / Vila Real
 A 4 
  3 0 Pópulo
Vila Pouca de Aguiar
N 15
  4 6 Pegarinhos
Alijó
N 212
  5 9 Carlão
Santa Eugénia
  6 22 Pinhal do Norte
Pombal
  7 28 Carrazeda de Ansiães N 214
  8 40 Vila Flor
  9 48 Bragança / M. Cavaleiros
Lodões / Sampaio
 IP 2 
N 102
  10
(sentido Miranda)
48 Guarda
IC 5  Miranda
 IP 2 
Troço intermédio através do IP 2 (3,1 km)
  11
(sentido Murça)
48 Bragança / (IC 5) Vila Real
Guarda / Moncorvo
 IP 2 
  12 57 Alfândega da Fé N 215
cruzamento 68 Sardão N 315
cruzamento São Pedro
cruzamento 75 Meirinhos N 315
  13 83 Castelo Branco
Freixo de Espada à Cinta

Lagoaça

N 315
N 221
cruzamento Vale de Porco - Vilar de Rei
cruzamento 92 Mogadouro (centro) N 219
  14 94 Mogadouro (este)

Vimioso

N 221
  15 104 Brunhosinho
Sanhoane

N 221
  16 104 Urrós
Travanca
Bemposta
N 221
  17 116 Sendim
Palaçoulo
N 221-2
  18 128 Duas Igrejas
São Pedro da Silva
 M 568 
  131 direcção
Miranda do Douro
N 221

Áreas de ServiçoEditar

  •    Área de Serviço de Mogadouro (km 93)


Estudos de TraçadoEditar

  1. Relatório do Projecto de Execução do IC 5 - Murça / Carlão: [[1]]
  2. Resumo Não-Técnico do Estudo de Impacto Ambiental do IC 5 - Carlão / Pombal: [[2]]
  3. Relatório do Projecto de Execução do IC 5 - Pombal / Nozelos: [[3]]
  4. Relatório do Projecto de Execução do IC 5 - Nozelos / Mogadouro: [[4]]
  5. Relatório do Projecto de Execução do IC 5 - Mogadouro / Miranda do Douro: [[5]]

Referências

  1. Direção de Planeamento; Gabinete de Controlo de Gestão e Sistemas de Informação (Agosto de 2011). Relatório de Monitorização da Rede Rodoviária Nacional - 2010 (PDF) (Relatório). Lisboa, Portugal: Instituto de Infra-Estruturas Rodoviárias. p. 144. Consultado em 10 de julho de 2019 
  2. a b c «IC5 aberto ao trafego em toda a sua extensão a partir hoje». RTP. 2 de maio de 2012. Consultado em 10 de julho de 2019 
  3. «ABERTURA AO TRÁFEGO DE NOVOS LANÇOS DO IC5 E IP2». Estradas de Portugal. 30 de novembro de 2011. Consultado em 10 de julho de 2019 
  4. «Novos lanços do IC5 e IP2 já abriram ao tráfego». A Voz de Trás-os-Montes. 8 de dezembro de 2011. Consultado em 10 de julho de 2019 
  5. «Abertura ao Tráfego da EN 315 – Sardão / Meirinhos (Distrito de Bragança)». Instituto das Estradas de Portugal. O Portal das Estradas. 13 de maio de 2004. Consultado em 9 de julho de 2019. Cópia arquivada em 16 de julho de 2004 
  6. «Ponte Sardão-Meirinhos» 
  7. «Lanço do IC5 entre Mogadouro e Miranda do Douro abre ao tráfego». Público. 21 de setembro de 2011. Consultado em 10 de julho de 2019 
  8. «Mogadouro e Miranda do Douro já estão ligadas através do IC5». Notícias do Nordeste. 25 de setembro de 2011. Consultado em 10 de julho de 2019