Instituto Millenium

Advocacy think tank brasileiro

O Instituto Millenium, também conhecido pelo acrônimo Imil (ou IMIL), é um advocacy think tank brasileiro, com sede no Rio de Janeiro. Foi criado em 2005 pela economista Patrícia Carlos de Andrade e pelo professor de filosofia Denis Rosenfield, para difundir uma visão de mundo liberal, situando-se à direita do espectro político.[1][2][3] Conta com o apoio de importantes grupos empresariais e dos meios de comunicação de massa, buscando influenciar a sociedade brasileira através da divulgação das ideias de seus representantes, especialistas e colunistas.[4][5]

Instituto Millenium
(IMIL)
Logótipo
Tipo Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP)
Fundação 2005 (16 anos)
Sede Rio de Janeiro, RJ Brasil Brasil
Fundadores Patrícia Carlos de Andrade
Denis Lerrer Rosenfield
Sítio oficial www.institutomillenium.org.br

As conexões entre o Imil e a grande imprensa tendem a assegurar aos seus filiados do Instituto o espaço midiático dedicado à veiculação do ideário do Instituto.[5][4]

Vinculação ideológicaEditar

O Imil não se assumia como "liberal" pelo menos até os anos 2000, pois, segundo sua fundadora, Patrícia Carlos de Andrade, esta palavra seria traduzida erroneamente no Brasil como "direitista" ou "apoiador de ditaduras militares".[6] Já em 2005, Patricia Andrade assina, como co-autora, artigo publicado no site do Imil, no qual critica a falta de uma "corrente político-cultural de direita moderna, que apresente alternativas de avanço para o País na conclusão da transição entre o forte estatismo que sempre caracterizou a sociedade brasileira e a real democracia de mercado, nunca antes experimentada".[1]

O Imil alinha-se com outras instituições similares, como a Atlas Economic Research Foundation.[7]

O Imil tem sido apontado como um sucessor do IPES,[8] um dos organizadores do Golpe de 64.

Financiamento e estruturaEditar

O Instituto alega que, entre seus mantenedores, parceiros e patrocinadores, estão o Editora Abril, O Estado de S. Paulo, Grupo RBS, Abert, Universidade Estácio de Sá, Gerdau e Suzano), Porto Seguro Seguros, Bank of America Merrill Lynch.[9]

Personalidades associadasEditar

Fazem parte do Instituto Millenium:

O instituto alega ter convidado a serem membros:[11]

O Instituto alega ainda ter como "especialistas":[12]

Referências

  1. a b Hector Leis (13 de abril de 2005). Instituto Millenium, ed. «Revolucionando a agenda política». Consultado em 22 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  2. Por que a direita anda mais raivosa do que nunca? Os barões das grandes corporações midiáticas perceberam que, para haver uma oposição de direita forte, é preciso uma ampla opinião pública direitista. Por Antonio Lassance. Carta Maior, 19 de junho de 2014
  3. Vanguarda popular: a direita sai do armário (com roupas de esquerda). Arquivado em 13 de março de 2017, no Wayback Machine. Lady Baginski, Ricardo Salles, Ricardo Gama, Helio Beltrão Filho, Movimento Endireita Brasil, Movimento Direitas Já: o que pretendem os jovens brasileiros de direita, liderados pelo Instituto Millenium. Por Alex Solnik. Brasileiros, 20 de dezembro de 2012.
  4. a b Laurindo Lalo Leal Filho (26 de junho de 2012). Observatório da Imprensa, ed. «Imprensa sob suspeita». Consultado em 26 de outubro de 2013. Arquivado do original em 20 de outubro de 2013 
  5. a b Gilberto Maringoni (17 de fevereiro de 2010). Carta Maior, ed. «Instituto Millenium: toda a democracia que o dinheiro pode comprar!». Consultado em 27 de outubro de 2013. Cópia arquivada em 29 de outubro de 2013 
  6. Ricardo Allan (1 de junho de 2009). Instituto Millenium, ed. «Conversa com Patrícia». Consultado em 26 de outubro de 2013 
  7. Atlas Economic Research Foundation (ed.). «Directory» (PDF) (em inglês). Consultado em 26 de outubro de 2013. Arquivado do original (pdf) em 5 de maio de 2012 
  8. Instituto Millenium, mídia e as lições da história. Por Emiliano José. Carta Capital, 6 de setembro de 2012.
  9. Instituto Millenium (ed.). «Quem Somos». Consultado em 26 de outubro de 2013. Cópia arquivada em 16 de Dezembro de 2013 
  10. Fang, Lee. «Sphere of Influence: How American Libertarians Are Remaking Latin American Politics». The Intercept (em inglês). Consultado em 8 de novembro de 2020 
  11. Instituto Millenium. Convidados Arquivado em 1 de julho de 2014, no Wayback Machine.
  12. Instituto Millenium. Especialistas

Ligações externasEditar

Site oficial