Abrir menu principal
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde dezembro de 2018).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Irineu Franco Perpétuo é um tradutor e jornalista brasileiro especializado em literatura russa e em música clássica, sendo um dos principais colaboradores da Revista Concerto, além de importante entusiasta da literatura russa e da cultura musical clássica da cena paulistana.

Índice

BiografiaEditar

Natural de São Paulo, Irineu Franco Perpétuo é formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero.[1] Ao longo de sua carreira atuou de forma intensa como jornalista e crítico musical para veículos de imprensa de grande circulação no Brasil, tais como o jornal Folha de S.Paulo e a revista Bravo!. Foi também correspondente no Brasil da revista Ópera Actual de Barcelona[2] e editor do extinto Guia do Ouvinte, da Rádio Cultura FM de São Paulo. Atualmente colabora para versão impressa e para o site da Revista Concerto[3].

É autor de diferentes livros sobre música, tais como Populares & Eruditos (em parceria com Alexandre Pavan), Cyro Pereira - Maestro, e mais recentemente, História concisa da música clássica brasileira.[4] É também autor de vários audiolivros: Chopin, o poeta do piano, Alma Brasileira: A trajetória de Villa Lobos e História da Música Clássica. É também autor de uma grande quantidade de textos para encartes de CDs, notas de programas para concertos e óperas, dentre as quais estão incluídas a tradução de vários libretos de ópera.

Sua atividade com a música clássica não se limitou a redação de textos, tendo atuado em diferentes segmentos, tal como no projeto A história através da música, junto à orquestra de câmara Cantilena Ensemble, em 2010, a partir de espetáculos ao mesmo tempo pedagógico e musical. Por várias temporadas realizou palestras pré-concertos para a Cultura Artística, bem como para temporadas líricas do Theatro Municipal de São Paulo. Ministrou diversos cursos livres para a Casa do Saber, Festival Virtuosi[5] e para os Cursos Clássicos.[6] Figura carismática e de fala espontânea, Perpétuo foi destaque durante os anos de atividade do podcast Papo de música (produzido pela Revista Concerto) e segue como um dos principais atrativos do programa Prelúdio da TV Cultura, no qual é jurado fixo. Atuou também como jurado no Concurso Internacional de Canto Bidu Sayão.

Além da música clássica, nas últimas décadas Perpétuo tem se destacado como tradutor de literatura russa, vertendo textos diretamente deste idioma, tais como Pequenas Tragédias e Boris Godunov, de Alexandre Pushkin, Os dias dos Turbin e O mestre e margarida, de Mikhail Bulgákov, A estrada e o monumental Vida e destino,[7] de Vasily Grossman, entre outros. Traduziu ainda Notas do Subterrâneo de Fiódor Dostoievski[8] e A Morte de Ivan Ilitch de Liev Tolstói[9] para a coleção Grandes Nomes da Literatura (lançada pelo jornal Folha de S.Paulo).

Sua ligação com a cultura literária e musical russa foi fator decisivo para sua escolha como consultor de Deborah Colker para o espetáculo Tathyana,[10] balé que estreou no Festival de Teatro de Curitiba, em 9 de setembro de 2011, baseado no romance Eugene Onegin, de Pushkin.

ObrasEditar

Referências

  1. Cesco, Bergmann, Andréa, Juliana Cristina Faggion (2015). «Entrevista com Irineu Franco Perpetuo». "Periódicos UFSC". Consultado em 23 de dezembro de 2018 
  2. «Perfil de Irineu Franco Perpetuo na Casa do Saber». Casa do Saber. Consultado em 21 de dezembro de 2018 
  3. «Site da Revista Concerto». "Revista Concerto". Consultado em 21 de dezembro de 2018 
  4. Coelho, João Marcos (2 de junho de 2018). «Irineu Franco Perpétuo reconta a história da música clássica no Brasil». "O Estado de S. Paulo". Consultado em 23 de dezembro de 2018 
  5. Teófilo, Josias (8 de dezembro de 2014). «Entrevista: Irineu Franco Perpetuo». "Festival Virtuosi". Consultado em 23 de dezembro de 2018 
  6. «Cursos Clássicos». "Revista Concerto". Consultado em 21 de dezembro de 2018 
  7. Leonês, André de (16 de janeiro de 2015). «Livro 'Vida e destino' mostra devastação e brutalidade sob a névoa da guerra». O Estado de S. Paulo 
  8. Menezes, Thales de (8 de maio de 2016). «Coleção traz 'Memórias do Subsolo', obra curta e poderosa de Dostoiévski». "Folha de S. Paulo". Consultado em 21 de dezembro de 2018 
  9. Menezes, Thales de (22 de abril de 2016). «Coleção Folha lança volume com clássico russo 'A Morte de Ivan Ilitch'». "Folha de S. Paulo". Consultado em 21 de dezembro de 2018 
  10. «TATYANA». Cia. Deborah Colker. Consultado em 23 de dezembro de 2018 
  11. Concerto (16 de setembro de 2008). «Jornalista Irineu Franco Perpetuo lança "História da Música Clássica"». Concerto. Consultado em 6 de dezembro de 2018 

Ligações externasEditar