Jari (Rio Grande do Sul)

município do Rio Grande do Sul
Jari
  Município do Brasil  
Símbolos
Hino
Lema Terra de lutas e conquistas
Gentílico jariense
Localização
Localização de Jari no Rio Grande do Sul
Localização de Jari no Rio Grande do Sul
Mapa de Jari
Coordenadas 29° 17' 27" S 54° 13' 26" O
País Brasil
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Municípios limítrofes Tupanciretã, Quevedos, Toropi, São Vicente do Sul, Jaguari, Santiago
Distância até a capital Não disponível
História
Fundação 20 de outubro de 1995 (24 anos)
Aniversário 28 de dezembro
Administração
Prefeito(a) João Zico (PP, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 856,459 km²
População total (est. IBGE/2016[2]) 3 650 hab.
Densidade 4,3 hab./km²
Clima Não disponível
Altitude 441 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,751 alto
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 88 027,958 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 23 159,16

Jari é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. A origem do nome Jari é indígena e em língua tupi-guarani significa rio do senhor ou pequeno riacho.

HistóriaEditar

A história do surgimento da localidade de Jari está ligada à ação dos jesuítas, no século XVIII. Onde hoje está situado o município havia uma fazenda de criação de gado dos jesuítas, chamada São Francisco Xavier de Jari (jari = pequeno riacho). Os riachos eram fundamentais para a localização dos caminhos utilizados pelos índios, com a orientação dos jesuítas. Esses caminhos se tornaram úteis para o deslocamento das "tropas", que se dirigiam da região norte do estado para as charqueadas que se localizavam especialmente na região sul do estado.

Com a expulsão dos jesuítas no final do século XVIII, a área foi reivindicada pelo senhor Peixoto junto ao império português, por doação em sesmarias.

Parte da área localizada no Distrito de Jari foi colonizada por alemães, poloneses, russos e alguns italianos.

GeografiaEditar

Localiza-se a uma latitude 29º17'29" sul e a uma longitude 54º13'26" oeste, estando a uma altitude de 441 metros. Sua população estimada em 2004 era de 3.683 habitantes.

HinoEditar

Jari, universo deslumbrante,

Sua paisagem tem mais cores... Jari é um jardim da natureza, Tem encanto e beleza,

Nos faz poetas, sonhadores

"Terra de lutas e conquistas"

É o lema deste povo altaneiro, De gente que sabe o que quer, Tem Francisco Xavier

Como o santo padroeiro.

(Exaltação às características do município)

(Exaltação ao povo de Jari e proteção de S. Francisco Xavier)

Jari... Jari...

Terra de origem guarani Jari... Jari...

Um dia, os índios passaram por aqui.

foi na nascente da Toca

Que a sua história germinou, Quando uma tribo guarani, Seguindo rios, passando aqui, "Pequeno

Riacho" lhe chamou.

E desse divisor de águas Dos rios T oropi e Jaguari, Num elo da natureza, Por sua grande beleza

Nasceu o nosso Jarí.

(Referências históricas sobre as origens do município)

(Da nascente da Toca correm riachos que vão formar os rios Toropi e Jaguari.)

Jari... Jari

Terra de origem guarani Jari... Jari...

Abençoado seja o berço onde nasci.

Jari, ó torrão de gente forte". Da hospitalidade e chimarrão, iDe talentos e grandes valores

Idealistas, lutadores, Povo que tem tradição.

(Referênda à tradição, aos costumes e filhos ilustres)

(Referência à produção e às riquezas do município)

Jari, no seu pampa verde jante A soja tremula com vigor

E a pecuária, imponente,

É um tesouro da querência.

Tem futuro promissor!

Jari... Jari...

Terra de origem guarani Jari... Jari...

Abençoado seja o berço onde nasci.

Letra: Eloá silveira de Souza

Música: Syomara Herter Terra

Pontos TurísticosEditar

  • Passo da Maria Inacia, Balneário Divisa dos Município de Jari com Quevedos.
  • Rio Jaguari, Atrativo Natural, Divisa do município de Jari com Jaguari e Santiago.
  • Cachoeira, Cachoeira,Assentamento Bela Vista.

AtualidadesEditar

Ocorreu nos dias 1 a 2 de outubro de 2011 a 1ª Mostra Agropecuária e 1ª Feira de Terneiros, Terneiras e Vaquilhonas do Jari. Esta Feira visou mostrar o potencial socioeconômico e cultural do município, o evento marcou o lançamento de uma importante perspectiva de desenvolvimento de Jari, valorizando os produtores a agricultura familiar.Promovendo um remate de mais de 500 animais de elite. Sob a coordenação do agropecuarista, Paulo Silveira, e da coordenadora de projetos e convênios Tiana Streppel numa realização da Prefeitura Municipal de Jari. Tendo como soberanas da Feira a Rainha Liliane Resch Righi e as Princesas Santhiély Laksmi Silva Gomes e Layana Rosa dos Santos. A 2ª Mostra Agropecuária e 1ª Feira de Terneiros, Terneiras e Vaquilhonas do Jari foi realizada nos dias 4, 5 e 6 de outubro de 2013, com substancial aumento de público e comercialização de máquinas, implementos e animais, mostrando todo o potencial do Município na área do agronegócio. As soberanas da Feira foram Simone Resch (rainha), Caroline Ávila (1ª princesa) e Ana Natália Callai (2ª princesa).

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Estimativas populacionais para os municípios e para as Unidades da Federação brasileiros em 01.07.2016» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 24 de junho de 2017 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externasEditar

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.