João Carlos Gastal

político brasileiro
João Carlos Gastal
Deputado estadual do  Rio Grande do Sul
Período 3 de março de 1959
até 1960
1970 até 1978
21º Prefeito de Pelotas
Período 1960 até 1964
Dados pessoais
Nascimento 5 de fevereiro de 1915
Pelotas, Rio Grande do Sul
Morte 1 de maio de 1986
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Filhos Lídice Maria Gastal Grill

Maria Elisabeth Gastal Fassa

João Carlos Gastal Júnior

Carla Maria Azambuja Gastal

Partido PTB
MDB
PDT

João Carlos Gastal (5 de fevereiro de 19151 de maio de 1986) foi um político e brasileiro.

Carreira PolíticaEditar

Iniciou sua carreira política participando da fundação do PTB em Pelotas, partido pelo qual se elegeu vereador em 1951[1]. Concorreu a deputado estadual na eleição de 1954, não logrando êxito, sendo eleito para este cargo na eleição seguinte, em 3 de outubro de 1958, para a 41ª Legislatura da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.[2] Deixou sua cadeira de deputado em 1960, por ter sido eleito prefeito de Pelotas, cumprindo o seu mandato entre 1960 e 1964. Enquanto era Prefeito, concorreu como suplente de Senador na eleição de 1962, não sendo eleito, além de articular a Campanha da Legalidade no município[1]

Após o bipartidarismo, filiou-se ao MDB e concorreu novamente à prefeitura de Pelotas em 1968, não se elegendo, apesar de ter sido o candidato mais votado. Em 1970 retornou à Assembleia Legislativa, sendo o líder da oposição durante este mandato. Se reelegeu para um novo mandato em 1974, com a 4ª maior votação. Presidiu a Assembleia Legislativa no biênio 1975-1976. Nas eleições seguintes, em 1978, concorreu à deputado federal não se elegendo.

Com o fim do bipartidarismo, ajudou a fundar o PDT, concorrendo para prefeito pela última vez em 1982, terminando a disputa em 4º lugar.

MorteEditar

Gastal faleceu em Porto Alegre, no dia 1º de maio de 1986, vítima de uma doença respiratória[1].

Desempenho em eleiçõesEditar

Histórico eleitoral de João Carlos Gastal[1]
Ano Eleição Cargo Partido Votos Resultado
1951 Municipal de Pelotas Vereador PTB 576 Não eleito
(5º mais votado)
1954 Estadual do Rio Grande do Sul Deputado Estadual 3.069 Não Eleito
(44º mais votado)
1958 Estadual do Rio Grande do Sul 11.008 Eleito
(7º mais votado)
1959 Municipal de Pelotas Prefeito 19.266 Eleito
(Turno Único)
1962 Estadual do Rio Grande do Sul Suplente de Senador 70.411 Não eleito
(3º colocado)
1968 Municipal de Pelotas Prefeito MDB 18.236 Não Eleito
(1º colocado)
1970 Estadual do Rio Grande do Sul Deputado Estadual 16.632 Eleito
(14º mais votado)
1972 Municipal de Pelotas Vice-Prefeito 33.394 Não eleito
(2º colocado)
1974 Estadual do Rio Grande do Sul Deputado Estadual 37.170 Eleito
(4º mais votado)
1978 Estadual do Rio Grande do Sul Deputado Federal 24.578 Não eleito
(25º mais votado)
1982 Municipal de Pelotas Prefeito PDT 9.365 Não eleito
(4º colocado)


Referências

  Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.