Abrir menu principal

Joaci Fonseca de Góes

(Redirecionado de Joaci Góes)
Joaci Fonseca de Góes
Joaci Góes (2019)1

Joaci Fonseca de Góes
Deputado federal pela Bahia
Período 1 de janeiro de 1987
a 1 de janeiro de 1991
Dados pessoais
Nascimento 25 de agosto de 1938 (80 anos)
Ipirá, Bahia
 Brasil
Nacionalidade brasileiro
Cônjuge Lídice Ferraz de Góes
Partido PSDB
Profissão Advogado

Joaci Fonseca de Góes (Ipirá, 25 de agosto de 1938), mais conhecido como Joaci Góes[1],é um advogado,jornalista,empresário e político brasileiro.

BiografiaEditar

Joaci Fonseca de Góes nasceu na fazenda São Bento, em Ipirá, filho de João de Souza Góes e Mariana Fonseca de Góes.

Fez o curso primário nos arraiais de Ponto Alegre e Pau de Ferro. Aos 12 anos de idade, mudou-se para Salvador onde cursou o ginasial no Colégio Severino Vieira e o colegial no Colégio Central da Bahia.

Concluídos os estudos preliminares, matriculou-se na Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia, pela qual foi diplomado em 1963.

Como empresário, tem apreciável folha de serviço. Sob a supervisão paterna e a liderança de seus irmãos mais velhos, participou da fundação da Construtora Góes, em 1959, quando ainda era estudante de Direito. Com o surgimento do Banco Nacional de Habitação, fundiram ambas empresas em uma só: a Góes-Cohabita, que passou a operar no Brasil e no exterior. Posteriormente enveredou por outras atividades, nos ramos de agropecuária, indústria, educação e energia. Não podendo conciliar a vocação acadêmica com as atividades empresariais, Joaci optou pelo mundo dos negócios, dedicando porém as horas vagas ao hábito da leitura, passando assim a ser considerado intelectual e, ao mesmo tempo, empresário.

Como jornalista, além de colaborar na imprensa baiana, foi, por mais de 27 anos, o principal dirigente do jornal Tribuna da Bahia e co-proprietário da Rádio e TV Aratu.

Como político foi eleito deputado federal constituinte (1987-1989). No exercício do seu mandato, foi coordenador da bancada baiana, vice-líder do partido e membro de várias comissões e subcomissões.

Como intelectual, é conferencista, orador, articulista e autor de vários ensaios. Em 2001, publicou “A Inveja nossa de cada dia, como lidar com ela”; em 2004, “Anatomia do ódio” e em 2009, “A força da vocação para o desenvolvimento das pessoas e dos povos”. Assina uma coluna semanal do jornal Tribuna da Bahia, é comentarista da Rádio Metrópole e consultor educacional das Obras Sociais Irmã Dulce. É titular da Academia de Letras da Bahia, onde ocupa a Cadeira nº 7 que tem como Patrono José da Silva Lisboa, Visconde de Cairu.

É sócio efetivo do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, diretor da Associação Comercial da Bahia e sócio do Instituto Genealógico da Bahia.

Referências

  1. Biografia-Joaci Góes Arquivado em 14 de julho de 2014, no Wayback Machine. Acessado em 08 de julho de 2014.