Abrir menu principal

Joana Cortez

tenista brasileira

Joana Amorim Cortez dos Santos (Rio de Janeiro, 11 de janeiro de 1979) é uma tenista profissional brasileira canhota.[1]

Tenista Joana Cortez
País  Brasil
Residência Rio de Janeiro, RJ
Data de nascimento 11 de janeiro de 1979 (40 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro, RJ
Altura 1,70 m
Profissionalização 1997
Mão canhota
Prize money US$ 140,667Fonte
Simples
Vitórias-Derrotas 231–217
Títulos 7 ITF
Melhor ranking Nº 204 (17 de setembro de 2001)
Open da Austrália Q1 (2002)
US Open Q1 (2002)
Duplas
Vitórias-Derrotas 313–179
Títulos 26 ITF, 0 WTA
Melhor ranking Nº 115 (5 de novembro de 2001)
Open da Austrália 1R (2002)
Roland Garros -
Wimbledon -
US Open 1R (2002)
Medalhas
Jogos Pan-Americanos
Ouro Winnipeg 1999 Duplas
Ouro Santo Domingo 2003 Duplas
Bronze Rio 2007 Duplas
Última atualização em: 3 de março de 2017.

Encerrou a carreira em 2007 e começou a dar aulas de tênis para crianças no Rio de Janeiro, além de estudar publicidade.[1]

TrajetóriaEditar

Joana Cortez começou a jogar tênis aos oito anos, na escolinha do Iate Clube Jardim Guanabara da Ilha do Governador,[2] depois de ganhar uma raquete de uma tia;[2] aos 19 anos, passou a treinar em Campinas.[1] Com doze anos já era líder do ranking brasileiro,[3] participando de giros pela Copa Coast na América do Sul e, no ranking juvenil, chegou a 37° do mundo.[carece de fontes?]

Aos 18 anos de idade, em 1997, ela começou a disputar seus primeiros torneio válidos pela WTA. Em 1999 ganhou os seus primeiros títulos future, em Tampico, Querétaro e Poza Rica, além de iniciar no mesmo ano a disputar a Fed Cup pelo Brasil.[2]

Atleta do Club de Regatas Vasco da Gama,[4] conquistou a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 1999 em Winnipeg, jogando em dupla com Vanessa Menga; foi medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2003 em Santo Domingo, jogando em dupla com Bruna Colósio; e medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de 2007 no Rio de Janeiro, jogando em dupla com Teliana Pereira.[1][5]

Voltou a fazer dupla com Vanessa Menga nas Olimpíadas de 2000 em Sydney,[1] mas perderam logo na segunda rodada. No mesmo ano ganhou um ITF em Belo Horizonte, em simples, e vários títulos em duplas em parceria com Miriam D'Agostini.

2001 foi um bom ano para Joana, com vários títulos,[4] inclusive bons resultados em Biella, na Itália, chegando aos seus melhores rankings: 204° do mundo em simples,[3] e 115° em duplas.

Em 2002, Joana sofreu uma cirurgia, e chegou desacreditada aos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo mas, ao lado de Bruna Colósio, faturou seu segundo ouro em pan na modalidade de duplas;[1] a parceria com Bruna ainda lhe daria mais três títulos de duplas naquele ano.

Em 2004 foi campeã em simples em Campo Grande, e ganhou apenas um título em duplas.

Em 2005 fez um belo ano nas duplas e, em 2006, manteve um bom nível; em 2007 conquistou o título de campeã nas duplas em Campos do Jordão e em Bogotá.

Joana é a tenista ganhadora do maior número de medalhas de ouro em pan-americanos,[6] ao ao lado do lendário Ronald Barnes; considerando-se o bronze do Rio, Joana é a tenista com o melhor currículo em pan-americanos, incluindo aí homens e mulheres.

Em 2011, Joana fundou, em parceria com a também tenista Samantha Barijan, a C2BTennis, especializada no desenvolvimento e crescimento do beach tennis no Brasil, atendendo a diversos públicos e, entre 2013 e 2014, foi primeira colocada no ranking mundial do beach tennis.[2]

TítulosEditar

Simples
Duplas
Jogos Pan-Americanos

Fim de temporadasEditar

Ano e posição em simples
  • 2006 - 540º
  • 2005 - 423º
  • 2004 - 593º
  • 2003 - 372º
  • 2002 - 453º
  • 2001 - 225º[4]
  • 2000 - 243º
  • 1999 - 288º
  • 1998 - 444º
  • 1997 - 794º

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar