Jorge Caldeira

Jorge Caldeira (São Paulo, 20 de dezembro de 1955) é um escritor, doutor em Ciência Política, mestre em sociologia e bacharel em Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH - USP).

Jorge Caldeira
Nascimento 20 de dezembro de 1955
São Paulo
Cidadania Brasil
Alma mater
Ocupação jornalista, escritor
Prêmios
Empregador Folha de S.Paulo

BiografiaEditar

Sócio-fundador e Diretor da editora Mameluco[1], é igualmente um profissional da área jornalística e editorial.

Foi publisher da revista Bravo!, consultor do Projeto Brasil 500 Anos, da Rede Globo, editor-executivo da revista Exame, editor do Caderno Ilustrada e da Revista da Folha, do jornal Folha de S. Paulo, editor de economia da revista Isto É e editor da Revista do Cebrap.[2]

Ocupa a cadeira nº 18 da Academia Paulista de Letras.[3]

Caldeira e a Mameluco foram responsáveis pela digitalização da obra completa de José Bonifácio, disponível no portal Obra Bonifácio.[4]

É autor do livro Mauá: um empresário do Império, sobre o Barão de Mauá, publicado pela Companhia das Letras.[5]

É casado com a antropóloga Cynthia Sarti, também formada pela (FFLCH - USP), com quem tem dois filhos.

ObraEditar

  • Noel Rosa, de Costas para o Mar (Brasiliense, 1982)
  • Mauá, Empresário do Império (Companhia das Letras, 1995)
  • Viagem pela História do Brasil (Companhia das Letras, 1997)
  • A nação mercantilista: ensaios sobre o Brasil (Editora 34, 1999);[6]
  • Diogo Antonio Feijó (Organização - Editora 34, Coleção Formadores do Brasil, 1999)
  • Ronaldo: glória e drama no futebol globalizado (Editora 34, 2002)
  • José Bonifácio de Andrada e Silva (Organização - Editora 34, Coleção Formadores do Brasil, 2002);[7]
  • O banqueiro do sertão - Vol.1: Mulheres no caminho da Prata; Vol.2: Padre Guilher (Mameluco, 2006);[8]
  • A construção do samba (Editora Mameluco, 2007)
  • Ideias e consequências (diversos autores - Editora Sulina, 2007)
  • Brasil - a história contada por quem viu (Mameluco, 2008);[9]
  • História do Brasil com empreendedores (Editora Mameluco, 2009)
  • Júlio Mesquita e Seu Tempo (Mameluco, 2015)
  • Nem Céu Nem Inferno (Três Estrelas, 2015)
  • 101 Brasileiros que fizeram História (Estação Brasil, 2016);[10]
  • História da Riqueza no Brasil (Estação Brasil, 2017);[11]

Referências

  1. Editora Mameluco
  2. Uol, Portal Imprensa[ligação inativa]
  3. Academia Paulista de Letras[ligação inativa]
  4. Obra Bonifácio
  5. Companhia das Letras
  6. Caldeira, Jorge (1999). A nação mercantilista: ensaio sobre o Brasil. [S.l.]: Editora 34. ISBN 9788573261387 
  7. Bonifácio, José; Caldeira, Jorge (2002). José Bonifácio de Andrada e Silva. [S.l.]: Editora 34. ISBN 9788573262582 
  8. Caldeira, Jorge (1 de janeiro de 2006). O banqueiro do sertão: Padre Guilherme Pompeu de Almeida. [S.l.]: Mameluco. ISBN 9788560432028 
  9. Caldeira, Jorge (2008). Brasil: a história contada por quem viu. [S.l.]: Mameluco 
  10. Caldeira, Jorge (1 de julho de 2016). 101 brasileiros que fizeram história. [S.l.]: Sextante. ISBN 9788556080110 
  11. Caldeira, Jorge (18 de outubro de 2017). História da riqueza no Brasil: Cinco séculos de pessoas, costumes e governos. [S.l.]: Sextante. ISBN 9788556080264 

Ligações externasEditar