José Fernandes Veloso

Dom José Fernandes Veloso ComMM foi bispo católico e professor brasileiro. Foi o segundo bispo de Petrópolis, tendo sido anteriormente bispo-auxiliar e coadjutor na mesma diocese anteriormente. Como educador, foi grande mecenas da Universidade Católica de Petrópolis, onde foi professor e reitor.

José Fernandes Veloso
Bispo da Igreja Católica
Bispo emérito de Petrópolis
Atividade eclesiástica
Diocese Diocese de Petrópolis
Nomeação 15 de fevereiro de 1984
Predecessor Manoel Pedro da Cunha Cintra
Sucessor José Carlos de Lima Vaz, S.J.
Mandato 1984 - 1995
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 12 de abril de 1941
Arquibasílica de São João de Latrão
Nomeação episcopal 23 de março de 1966
Ordenação episcopal 22 de maio de 1966
Petrópolis
por Manoel Pedro da Cunha Cintra
Lema episcopal VERITATEM FACIENTES IN CARITATE
(Efésios 4:15)
Dados pessoais
Nascimento São Manuel
4 de março de 1916
Morte Petrópolis
10 de julho de 2006 (90 anos)
Nacionalidade brasileiro
Funções exercidas - Bispo auxiliar de Petrópolis (1966-1981}
-Bispo coadjutor de Petrópolis (1981-1984)
Títulos anteriores Bispo Titular de Acque de Proconsular (1966-1981}
Sepultado Catedral de Petrópolis
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Biografia editar

Nasceu em São Manuel, no Estado de São Paulo. Depois de cursar o seminário menor em São Paulo, foi estudar Teologia em Roma e, no dia 12 de abril de 1941, foi ordenado sacerdote, na Basílica de São João de Latrão em Roma.

Após sua ordenação, voltou para o Brasil e foi trabalhar em São Paulo, onde exerceu diversas funções na área de educação e da formação dos seminaristas. Com a criação da Diocese de Petrópolis, padre José foi convidado por Dom Manuel Pedro da Cunha Cintra para ir trabalhar na nova Diocese, a fim de assumir a direção do recém inaugurado Seminário Nossa Senhora do Amor Divino. A sua posse como reitor aconteceu no dia 19 de abril de 1953, cargo que ficou até março de 1966, quando saiu para ser ordenado bispo-auxiliar de Petrópolis.

Durante o período em que foi sacerdote e bispo em Petrópolis, Dom Veloso dedicou-se também com muito empenho à Universidade Católica de Petrópolis (UCP), onde, por dezoito anos, foi professor, diretor da Faculdade de Filosofia, vice-reitor, reitor e grão-chanceler. Durante este período, com apoio de professores e amigos, conseguiu levar a UCP a ser reconhecida como uma das universidades mais importantes do país.

Ao assumir a Diocese em 1984, com a renúncia de Dom Cintra, seguiu os passos de seu antecessor e, acima de tudo, manteve-se firme na doutrina da Igreja e nas orientações do Papa João Paulo II, com quem se encontrou algumas vezes.

Em 1991, como bispo de Petrópolis, foi admitido pelo presidente Fernando Collor à Ordem do Mérito Militar no grau de Comendador especial.[1]

Renunciou ao múnus episcopal por força da idade, em 15 de novembro de 1995.[2]

Dom Veloso faleceu aos 90 anos de idade, após quatro dias de internação no Hospital São Lucas de Petrópolis por problemas cardíacos. Seu corpo foi sepultado na cripta destinada aos bispos da Catedral São Pedro de Alcântara.[3]

Referências

  1. BRASIL, Decreto de 31 de julho de 1991.
  2. Dom Filippo Santoro. Dom Veloso: Testemunho de Fé e Fidelidade. Tribuna de Petrópolis, 23 de julho de 2006.
  3. «Morre o bispo emérito de Petrópolis, Dom José Fernandes Veloso». O Debate. 14 de julho de 2006. Consultado em 29 de março de 2018 

Ligações externas editar