Diocese de Petrópolis

A Diocese de Petrópolis (Dioecesis Petropolitanus) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica Apostólica Romana, criada no dia 13 de abril de 1946 por meio da bula Pastoralis qua urgemur do Papa Pio XII.

Diocese de Petrópolis
Petropolitanus
Localização
País Brasil
Arquidiocese metropolitana Arquidiocese de Niterói
Estatísticas
População 722.000 habitantes (estimativa IBGE 2007)
Área 2.880 km² km²
Informação
Rito Romano
Criação 13 de abril de 1946 (75 anos)
Padroeiro(a) São Pedro de Alcântara
Governo da diocese
Bispo Gregório Paixão
Jurisdição Diocese
Página oficial www.diocesepetropolis.org.br
dados em catholic-hierarchy.org

HistóriaEditar

A 27 de abril de 1892, o Papa Leão XIII criou a Diocese de Niterói pela bula Ad universas orbis Ecclesias. A 12 de setembro de 1893 nomeou seu 1° Bispo na pessoa de Dom Francisco do Rego Maia, sagrado em Roma a 26 de Novembro do mesmo ano. Só tomou posse, assim mesmo por procuração, a 25 de Fevereiro do ano seguinte.

Cinco anos depois, a 16 de julho de 1897, o mesmo papa Leão XIII separou da Arquidiocese do Rio de Janeiro a paróquia de Petrópolis, e transferiu para lá a sede da Diocese de Niterói, na sequência do bombardeamento de Niterói pela Esquadra sublevada, o governo do estado do Rio de Janeiro fora transferido para Petrópolis desde 1894.

Em 1901 D. Francisco do Rego Maia foi transferido para a então Diocese de Belém do Pará, e em 1902 sucedeu-lhe Dom João Francisco Braga como Bispo de Petrópolis.

Este também foi transferido passado pouco tempo, desta vez para Curitiba em 1907 e no ano seguinte, em 1908, o Papa São Pio X fez retornar a sede da Diocese para Niterói, e só depois nomeou o sucessor de D. João Braga, na pessoa de D. Agostinho Francisco Benassi.

A 13 de abril de 1946, pela Bula Pastoralis qua urgemur, o Papa Pio XII criou a nova Diocese de Petrópolis, com território desmembrado das Dioceses de Niterói e Barra do Piraí, escolhendo Dom Manoel Pedro da Cunha Cintra, Reitor do Seminário Central do Ipiranga e Visitador dos Seminários do Brasil, que chegou a Petrópolis em 25 de abril de 1948.

Sob sua inspiração surgiram o Seminário Nossa Senhora do Amor Divino, as Faculdades Católicas Petropolitanas, transformadas em Universidade a 20 de dezembro de 1961 e tantas outras realizações que transformaram Petrópolis num centro cultural e religioso conhecido em todo o Mundo.

Hoje a diocese encontra-se dividida em quatro decanatos e 44 paróquias.

BisposEditar

Bispos
Nome Período Notas
Dom Gregório Paixão, OSB 2012- Atual.
Dom Filippo Santoro 2004-2011 Nomeado Arcebispo de Taranto, Itália.
Dom José Carlos de Lima Vaz SJ 1995-2004
Dom José Fernandes Veloso 1984-1995
Dom Manoel Pedro da Cunha Cintra 1948-1984


Decanato São Pedro de Alcântara de PetrópolisEditar

  • Catedral de São Pedro de Alcântara - Centro (1846)
  • Nossa Senhora Aparecida - Quitandinha (1984)
  • Nossa Senhora do Rosário - Centro (1880)
  • Sagrado Coração de Jesus - Centro (1946)
  • Santana e São Joaquim - Cascatinha (1912)
  • Santa Clara - Valparaíso (1999)
  • Santo Antônio - Alto da Serra (1933)
  • São Jorge - Independência (2001)
  • São José - Itamarati (1969)
  • São Sebastião - Indaiá (1966)
  • São Sebastião - Carangola
  • Santa Rita de Cássia - Castrioto
  • São Judas Tadeu - Mosela
  • São Tomás de Aquino - Retiro

Decanato Santa Teresa de TeresópolisEditar

  • Nossa Senhora da Conceição de Nhunguaçu (1862)
  • Sagrado Coração de Jesus de Barra do Imbuí (1965)
  • Santa Rita de Cássia de Meudon (1999)
  • Santa Teresa da Várzea (1941)
  • Santo Antônio de Paquequer (1855)
  • São Judas Tadeu (1966)
  • São José e São Charbel (2003)
  • São Pedro de Teresópolis (1986)
  • São Cristóvão de Teresópolis

Decanato São José de Anchieta de MagéEditar

  • Nossa Senhora da Piedade de Magé (1696)
  • Nossa Senhora da Ajuda de Guapimirim (1755)
  • Nossa Senhora da Conceição de Raiz da Serra (1965)
  • Nossa Senhora da Conceição e Santo Aleixo (1960)
  • Nossa Senhora da Guia de Pacobaíba (1640)
  • Nossa Senhora Aparecida de Piabetá (1696)
  • Nossa Senhora Aparecida de Parada Modelo (2008)
  • São Nicolau de Suruí (1755)
  • São Sebastião de Piabetá (1986)

Decanato Nossa Senhora do Amor Divino de CorrêasEditar

  • Nossa Senhora do Amor Divino de Corrêas (1960)
  • Nossa Senhora da Conceição de Bemposta (1855)
  • Nossa Senhora das Dores de Areal (1931)
  • Nossa Senhora de Fátima de Madame Machado (1996)
  • Santana de Inconfidência (1839)
  • Santo Antônio e Santo Agostinho de Nogueira (1996)
  • São João Batista da Posse (1996)
  • São José de Itaipava (1944)
  • São José de São José do Vale do Rio Preto (1815)
  • São Pedro de Pedro do Rio (1915)
  • São Sebastião de Contendas (2002)
  • Nossa Senhora de Lourdes de Araras

Ligações externasEditar