Julia Nicol

Julia Nicol (1956 – 3 de abril de 2019) foi uma ativista e bibliotecária sul-africana. Nicol trabalhou junto de grupos LGBT na África do Sul e foi co-fundadora e líder da Organização de Ativistas Lésbicas e Gays (OLGA).

Julia Nicol
Nascimento 1956
Joanesburgo
Morte 3 de abril de 2019
Cidadania África do Sul
Alma mater
Ocupação bibliotecário, ativista,

BiografiaEditar

Nicol nasceu em 1956 em Joanesburgo.[1] Ela estudou na Universidade da Cidade do Cabo e trabalhou como bibliotecária até sua aposentadoria em 1997.

Nicol começou a atuar como ativista LGBT no início da década de 1980.[2] Ela iniciou a primeira organização para lésbicas na África do Sul, chamada Lésbicas Apaixonadas e em Situações Comprometedoras (LILACS). Como ativista, Nicol também esteve envolvida com a Associação Gay da África do Sul (GASA) e foi um dos membros fundadores da associação Lésbicas e Gays Contra Opressão (LAGO).[3] Mais tarde, a LAGO virou a Organização de Ativistas Lésbicas e Gays (OLGA), sendo que Nicol e sua parceira, Sheila Lapinsky, eram as únicas lésbicas do grupo, ambas atuando em papéis de liderança.[4] Lapinsky e Nicol foram diretamente responsáveis por garantir que os direitos LGBT fizessem parte do Movimento Antiapartheid.[5]

Nicol morreu no dia 3 de abril de 2019.[5]

30em

  1. Hoad, Neville Wallace; Martin, Karen; Reid, Graeme (2005). Sex and Politics in South Africa. Juta and Company Ltd (em inglês). Cape Town: [s.n.] ISBN 978-1-77013-015-9 
  2. «The Julia Nicol Photographic Collection» (PDF). GALA 
  3. «Remembering and Honouring Julia Nicol» (PDF). GALA 
  4. Chesnut, Mark. «Out of South Africa» (PDF). Out Week. 35 páginas 
  5. a b «Julia Nicol». South African History Online