Kawanishi N1K

O Kawanishi N1K Kyōfū (強風 "Vento Forte", conhecido pelos aliados como "Rex") foi um hidroavião de combate aéreo da Marinha Imperial Japonesa. O Kawanishi N1K-J Shiden (紫電 "Violet Lightning") era uma versão terrestre baseada no N1K. Com o nome de código aliado "George", o N1K-J foi considerado pelos seus pilotos e oponentes como um dos caças de base de terra com melhor performance nas fileiras japonesas durante a Segunda Guerra Mundial.[1]

N1K / N1K-J
Um modelo N1K Shiden-Kai em 1945
Descrição
Tipo / Missão Avião de caça
País de origem  Japão
Fabricante Kawanishi Aircraft Company
Período de produção 1943-1945
Quantidade produzida 1532[nota 1]
Primeiro voo em N1K1: 6 de maio de 1942 (80 anos)[nota 2]
N1K1-J: 27 de dezembro de 1942 (79 anos)[nota 3]
N1K2-J: 31 de dezembro de 1943 (78 anos)[nota 4]
Introduzido em 1943
Aposentado em 1945 (Japão)
Tripulação 1
Especificações (Modelo: N1K1-J)
Dimensões
Comprimento 9,3 m (30,5 ft)
Envergadura 12 m (39,4 ft)
Altura 3,9 m (12,8 ft)
Área das asas 23,5  (253 ft²)
Alongamento 6.1
Peso(s)
Peso vazio 2 656 kg (5 860 lb)
Peso carregado 4 000 kg (8 820 lb)
Peso máx. de decolagem 4 860 kg (10 700 lb)
Propulsão
Motor(es) 1 Nakajima Homare NK9H motor radial 18 cilindros
Potência (por motor) 1 850 hp (1 380 kW)
Performance
Velocidade máxima 656 km/h (354 kn)
Alcance bélico 2 395 km (1 490 mi)
Alcance (MTOW) 1 716 km (1 070 mi)
Autonomia 3 h(s)
Teto máximo 10 800 m (35 400 ft)
Razão de subida 20.3 m/s
Armamentos
Metralhadoras / Canhões 4x canhões Type 99 de 20 mm (0,787 in)
Bombas 2x bombas de 250 kg (551 lb)
Notas
Dados de: TAIC 107 A1 Report[nota 5]

Desenvolvimento e especificaçõesEditar

"Shiden" em japonês significa "Trovão Violeta", e o Kawanishi N1K-J Shiden era de facto uma arma brilhante para as forças aéreas do Japão na Segunda Guerra Mundial. Com o nome de código "George", o Kawanishi N1K-J era um interceptor de um único lugar, que desempenhada missões de caça-bombardeiro. Foi usado a partir de 1943 até o fim da guerra.[2] Foi feito de tal maneira que poderia sustentar danos pesados na sua fuselagem e, ainda assim, conseguir regressar a casa, algo distinto entre os aviões japoneses. Tanto os pilotos que voaram como aqueles que o confrontaram o consideram um dos melhores e mais bem sucedidos aviões japoneses desse período. Aproximadamente 428 aviões do tipo de Shiden foram produzidos e aproximadamente mais de 1400 unidades do modelo hidroavião N1K foram produzidos.[1][3]

O seu design era muito delgado, sendo que a única intenção era fazer a fuselagem mais aerodinâmica possível. As suas asas baixas ficavam debaixo e para a frente do cockpit, que foi montado bem em cima para fornecer uma boa visibilidade. A posição dianteira do motor permitia o uso de grandes hélices. Houve um grande esforço em fazer cada superfície curvada e recta de modo a que beneficiasse a sua estabilidade e aerodinâmica. Um único motor a pistão Nakajima NK9H Homare 21 alimentava a aeronave.[1][2]

Poderia alcançar uma velocidade máxima de 490 quilómetros por hora, e tinha um alcance de 1050 km. O seu armamento consistia em dois canhões Tipo 99 Modelo 2 de 20 mm, dois canhões de Tipo 20, de 20 mm, dois canhões fixos de proa de 7,7 mm tipo 97 e 120 kg de munições, juntamente com, geralmente, duas bombas de 60 kg. O N1K-J foi capaz de igualar o F6F Hellcat, que era um avião norte-americano bem sucedido na mesma área de desempenho que o N1K-J.[1][3]

VariantesEditar

  • N1K1 Kyofu
    • N1K1
    • N1K2
  • N1K1-J Shiden
    • N1K1-J
    • N1K1-J Shiden Model 11
    • N1K1-Ja
    • N1K1-Jb
    • N1K1-Jc
    • N1K1-J KAIa
    • N1K1-J KAIb
  • N1K2-J Shiden-KAI
    • N1K2-J
    • N1K2-J Shiden KAI Model 21
    • N1K2-Ja
    • N1K2-K
  • Outras variantes
    • N1K3-J Shiden KAI 1, Model 31
    • N1K3-A Shiden KAI 2, Model 41
    • N1K4-J Shiden KAI 3, Model 32
    • N1K4-A Shiden KAI 4, Model 42
    • N1K5-J Shiden KAI 5, Model 25

GaleriaEditar

Ver tambémEditar

Aeronave de comparável missão, configuração e era

Notas

  1. Francillon, 1979, p. 329
  2. Francillon, 1979, p. 318
  3. Francillon, 1979, p. 321
  4. Francillon, 1979, p. 325
  5. Archives of M. Williams, TAIC 107 A1 Report: George 11
Bibliografia
  • Francillon, PhD., René J. Japanese Aircraft of the Pacific War. London: Putnam & Company Ltd., 1970. second edition 1979. ISBN 0-370-30251-6.

Referências


  Este artigo sobre uma aeronave é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.