Abrir menu principal
Lúcio Estertínio Ávito
Cônsul do Império Romano
Consulado 92 d.C.

Lúcio Estertínio Ávito (em latim: Lucius Stertinius Avitus) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto para o nundínio de maio a agosto de 92 com Tibério Júlio Celso Polemeano[1]. Era filho do senador Marco Estertínio Rufo e pai de Lúcio Estertínio Nórico, cônsul sufecto em 113, e de Públio Estertínio Quarto, cônsul sufecto em 112[2].

CarreiraEditar

De origem equestre, Ávito foi procurador na Nórica durante o reinado de Vespasiano ou Domiciano. A partir da obra de Marcial, de quem era amigo e que o chamou de "sublimi pectore vates" ("bardo de coração elevado"), sabe-se que Ávito era um poeta[3].

Ver tambémEditar

Referências

  1. Paul Gallivan, "The Fasti for A. D. 70-96", Classical Quarterly, 31 (1981), pp. 191, 218
  2. Continuité gentilice et Continuité familiale dans les familles sénatoriales romaines à l'époque impériale, Oxford University (R.-U.), Linacre College, coll. « Prosopographica & Genealogica », 597 p., 2000 (ISBN 1-900934-02-7).
  3. Prosopographia Imperii Romani. S 910.