Lapônia (província da Suécia)

Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre a província histórica sueca da Lapónia. Para outros significados, veja Lapónia (desambiguação).
Suécia Lapônia
Lapónia

Lappland

 
  Província  
Sverigekarta-Landskap Lappland.svg
Símbolos
Brasão de armas de Lapônia Lapónia
Brasão de armas
Localização
Região Norlândia
Condado
Características geográficas
Área total 118 206 km²
População total (2017) 91 333[1] hab.

Lapônia (português brasileiro) ou Lapónia (português europeu) (em sueco: Lappland; Nuvola apps arts.svg pronúncia) é uma província histórica da Suécia (landskap) localizada na região histórica (landsdel) da Norlândia.[2] É a maior província do país, abrangendo mais de 25% da sua superfície. Tem uma população de 91 333 habitantes (2017), dos quais cerca de 9 000 são lapões, e um número incerto pertence à minoria de língua finlandesa dos fino-suecos. [3][4][1][5]

O Passo de Lapporten
Rio Abisko e Lago Torne
A montanha gelada de Kebnekaise
O parque nacional de Sarek
A estação ferroviária de Riksgränsen
Sol da meia-noite em Kiruna

Tarfala.jpg

Como província histórica, a Lappland não possui funções administrativas, nem significado político, mas está diariamente presente nos mais variados contextos, como por exemplo em Lapplands kommunalförbund (Associação comunal escolar da Lapónia), Lapplands Gymnasium (Escola secundária da Lapónia) e Lapplands Djurklinik (Clínica veterinária da Lapónia).[6][7]

EtimologiaEditar

O topônimo Lappland deriva de lapp (o antigo nome do povo nativo da região) e land (terra), significando por consequência "Terra dos Lapões". A província está mencionada em sueco antigo como Lappalandh, em 1526, e como Lapland, em 1606.[8]

ApresentaçãoEditar

É a maior província histórica da Suécia, ocupando cerca de um quarto de todo o país, com uma área ligeiramente superior a Portugal. Localizada no norte do país, faz fronteira com a Finlândia e a Noruega, e tem limites com as províncias suecas de Norrbotten, Västerbotten, Ångermanland e Jämtland. [4][9]

É uma província de montanhas no lado oeste – os Alpes Escandinavos – e de planaltos no lado leste. Todas as altas montanhas suecas com mais de 2 000 metros de altura estão precisamente localizadas dentro da Lapónia. A paisagem é dominada pelas enormes florestas de coníferas e pela tundra. [10][11][12]

A Lapónia sueca é atravessada pelo Círculo Polar Ártico a sul da cidade de Jokkmokk. [13]

Condados atuaisEditar

A província histórica da Lapónia foi dividida em três partes - sendo a parte norte integrada no Condado de Norrbotten, a parte sul no Condado de Västerbotten, e uma pequena parte no Condado da Jämtland.[2]

HistóriaEditar

Originalmente habitada pelos lapões e por grupos de kvenos, foi sucessivamente colonizada pelos suecos, sobretudo nos séculos XII e XVII. Numa carta do rei Magno II, datada de 1340, está determinado que todos aqueles que sejam cristãos podem estabelecer-se na Lapónia, desde que paguem imposto ao rei. Apesar disso, a população continuou a ser praticamente toda lapónica até ao século XVII, pelo que o rei Carlos XI, em 1673, estabeleceu privilégios especiais para todos aqueles que quisessem ir viver na Lapónia. Em 1695, o mesmo rei decretou que os "novos habitantes não deviam ocupar todos os terrenos disponíveis".[2][12][14]

GeografiaEditar

Maiores centros urbanosEditar

ComunasEditar

ComunicaçõesEditar

A província da Lapónia é atravessada de norte a sul pela estrada europeia E45 (Dorotea, Arvidsjaur, Jokkmokk e Gällivare), e transversalmente pelas estradas europeias E10 (Abisko, Kiruna e Gällivare) e E12 (Storuman e Lycksele). A Linha do Minério (Malmbanan) permite o transporte de minérios da zona de Kiruna para as cidades portuárias de Luleå, na Suécia, e Narvik, na Noruega. A Linha Interna (Inlandsbanan) conecta o sul com o norte da província, passando por Dorotea, Storuman, Arvidsjaur, Jokkmokk, Gällivare e Kiruna Existem aeroportos em Arvidsjaur, Gällivare e Kiruna. [18]

Património histórico, cultural e naturalEditar


Referências

  1. a b «Folkmängd i landskapen den 31 december 2017 (Populacao das províncias históricas em 31 de dezembro de 2017 (em sueco). Instituto Nacional de Estatística da Suécia. Consultado em 9 de junho de 2019 
  2. a b c Enciclopédia Norstedts 2008, p. 715.
  3. Ottosson 2008, p. 201.
  4. a b Ernby 2001, p. 349.
  5. Harlén, Hans; Eivy Harlén (2003). «Lappland». Sverige från A till Ö [A Suécia de A a Ö]. Geografisk-historisk uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Kommentus. p. 248. 583 páginas. ISBN 91-7345-139-8 
  6. Magnusson 2004, p. 212.
  7. Sporrong 2018.
  8. Wahlberg 2003, p. 39.
  9. Wedsberg 1995, p. 26-27.
  10. Magnus Bolle et al. (2004). «Lappland». Sveriges landskapssymboler (em sueco). Tollered: Pedagogisk information. p. 4. 108 páginas. ISBN 9186404296 
  11. «Sveriges högsta berg» (em sueco). Svenska Turistföreningen. Consultado em 28 de janeiro de 2020 
  12. a b Enciclopédia Nacional Sueca.
  13. Miranda 2007, p. 553.
  14. Oskarsson 2007, p. 57.
  15. Enciclopédia Nacional Sueca (a).
  16. Enciclopédia Nacional Sueca (b).
  17. Enciclopédia Nacional Sueca (c).
  18. Lidman Production AB (texto) e Matton (fotografia) (2011). «Lappland». Libers stora junioratlas (em sueco). Estocolmo: Liber. p. 37. 144 páginas. ISBN 9789147809028 
  19. a b c d e Stålnacke 1999, p. 5.

BibliografiaEditar


  • «Kebnekaise». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo. 2018 
  • «Kebnekaise». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo 
  • «Kiruna». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo 
  • Ernby, Birgitta; Gellerstam, Martin; Malmgren, Sven-Göran; Axelsson, Per; Fehrm, Thomas (2001). «Lappland». Norstedts första svenska ordbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts ordbok. p. 767. ISBN 91-7227-186-8 
  • Miranda, Ulrika Junker; Anne Hallberg (2007). «Lappland». Bonniers uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag. p. 553. 1143 páginas. ISBN 91-0-011462-6 
  • Ottosson, Mats; Åsa Ottosson (2008). «Lappland». Upplev Sverige. En guide till upplevelser i hela landet (em sueco). Estocolmo: Wahlström Widstrand. p. 446. 527 páginas. ISBN 9789146215998 
  • Sporrong, Ulf (2018). «Landskap». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo 
  • Stålnacke, Lena (1999). «Kort fakta». Lappland (em sueco). Estocolmo: Natur och Kultur. ISBN 9127507513 
  • Wedsberg, Malin; et al. (1995). «Lappland». Sveriges landskap (Províncias da Suécia) (em sueco). Estocolmo: Almqvist & Wiksell. 64 páginas. ISBN 91-21-14445-1 

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre Geografia da Suécia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.