Abrir menu principal
Liga dos Campeões da EHF
Andebol Handball pictogram.svg
EHF Champions League logo.svg.png
Dados Gerais
Organização União Europeia EHF
Patrocinador actual Dinamarca Velux
Edições 59 (2018–19)
Outros nomes Taça Europeia de Andebol
Local de disputa União Europeia Europa
Sistema Pontos Corridos
Eliminatórias
Dados Históricos
Primeiro vencedor Tchecoslováquia Dukla Prague
Último vencedor Macedónia do Norte Vardar (2º título)
Maior vencedor Espanha FC Barcelona (9 títulos)
Handball current event 2.svg Edição atual
Página oficial da competição

A Liga dos Campeões da EHF, oficialmente EHF Champions League, antiga Taça Europeia de Andebol, é uma competição de andebol disputada por clubes europeus. É a competição mais importante no andebol europeu.

A precursora da competição, a Taça Europeia da IHF, foi criada em 1956. Em 1993, a EHF assumiu a organização e mudou o formato e o nome da competição para Liga dos Campeões da EHF.

Índice

HistóriaEditar

Originalmente conhecida como Taça Europeia de Andebol em Portugal, a competição começou em 1956-57. Era disputada na forma de eliminatórias, com dois jogos, onde as equipes jogavam uma partida em casa e outra na casa do adversário. Ao longo dos tempos, este torneio teve sucesso e tornou-se a Liga dos Campeões da EHF, hoje administrado pela EHF.

Em 1993-94, o torneio foi reformulado e assim foi criada a Liga dos Campeões da EHF, disputada na forma de eliminatórias (precedidas de uma fase de grupos e rondas de qualificação), com dois jogos onde as equipas jogam uma partida em casa e outra fora, na casa do adversário, com exceção da Final-Four, disputada em jogo único.

A entrada nesta competição é limitada de acordo com o Ranking de Coeficiente da EHF das associações nacionais, determinado pela performance das suas equipas filiadas nos cinco anos anteriores à prova (sem contar no ano imediatamente anterior).[1]

O FC Barcelona lidera o ranking de conquistas da competição, com nove títulos. Após a equipa espanhola, a equipa mais bem-sucedida fora o VfL Gummersbach, com cinco títulos.

Elegibilidade e qualificaçãoEditar

Cada ano, a EHF publica uma lista de classificação das ligas nacionais de cada federação-membro (ranking de coeficiente da EHF). As primeiras 27 nações são autorizadas a participar na competição com o seu campeão nacional. As nações classificadas em primeiro e segundo lugar recebem um berço adicional enquanto outras nações podem solicitar vagas adicionais.

Para 2018–19, a Liga dos Campeões da EHF é dividida em quatro fases. Independente da posição no ranking da sua federação, as equipas entram na competição na fase de grupos.

Formato da competiçãoEditar

Após 2015–16, a competição segue um formato semelhante todas as épocas.

Fase de gruposEditar

Na fase de grupos, um total de 28 equipas são divididas em quatro grupos onde todas as equipas enfrentam-se em sistema de todos contra todos. Os grupos A e B são constituídos por oito equipas cada. O vencedor de cada grupo qualifica-se diretamente para os quartos de final enquanto as equipas classificadas do 2.º ao 6.º lugar de cada grupo qualificam-se para os oitavos de final. Os grupos C e D são constituídos por 6 equipas cada. Os dois primeiros classificados de cada grupo qualificam-se para o playoff onde o vencedor do grupo C encontra o segundo classificado do grupo D e vice-versa para determinar as duas equipas que seguem para as eliminatórias.

EliminatóriasEditar

As eliminatórias são divididas em três fases.

Um total de 12 equipas participam na primeira eliminatória disputada em sistema ida e volta, 10 equipas provenientes dos grupos A e B e duas equipas provenientes do playoff entre os dois primeiros classificados dos grupos C e D.

Os seis vencedores da primeira fase das eliminatórias juntam-se aos vencedores dos grupos A e B nos quartos de final, a segunda fase das eliminatórias, também disputada em sistema ida e volta. Esta fase apura as quatro equipas que disputarão a final four da competição.

As equipas participantes na final four são sorteadas numa meia final e jogam todas no mesmo fim de semana, com as duas semifinais a serem disputadas num sábado e o jogo de apuramento do terceiro lugar e a final a serem disputadas no dia seguinte.

HinoEditar

O hino da Liga dos Campeões da EHF, intitulado "Hymn of the Champions" (em inglês), foi escrito pelo compositor austríaco Roman Kariolou em 2007. Tocado antes de cada jogo durante a cerimónia de entrada, a o arranjo foi realizado pela Orquestra Sinfónica de Bratislava, conduzida por David Hernando.[2]

CampeõesEditar

Taça Europeia (organizada pela IHF)

Year Final Semifinal losers
Champion Score Second Place Third Place
1956–57
Details
 
Dukla Prague
21–13  
Örebro SK
 
HG Kopenhagen
 
Paris UC
1958–59
Details
 
Redbergslids IK
18–13  
Frisch Auf Göppingen
 
Helsingør IF
 
Dinamo Bucureşti
1959–60
Details
 
Frisch Auf Göppingen
18–13  
Aarhus GF
 
Dinamo Bucureşti
 
Paris UC
1961–62
Details
 
Frisch Auf Göppingen
13–11  
Partizan Bjelovar
 
Dukla Prague
 
IK Skovbakken
1962–63
Details
 
Dukla Prague
15–13  
Dinamo Bucureşti
 
Frisch Auf Göppingen
 
Ajax København
1964–65
Details
 
Dinamo Bucureşti
13–11  
Medveščak Zagreb
 
Grasshopper-Club Zürich
 
Ajax København
1965–66
Details
 
SC Leipzig
16–14  
Budapest Honvéd FC
 
Dukla Prague
 
Aarhus GF
1966–67
Details
 
VfL Gummersbach
17–13  
Dukla Prague
 
SK Cuncevo
 
Dinamo Bucureşti
1967–68
Details
 
Steaua Bucureşti
13–11  
Dukla Prague
 
Dynamo Berlin
 
Partizan Bjelovar
1969–70
Details
 
VfL Gummersbach
14–11  
Dynamo Berlin
 
Steaua Bucureşti
 
RK Crvenka
1970–71
Details
 
VfL Gummersbach
17–16  
Steaua Bucureşti
 
Sporting CP
 
Partizan Bjelovar
1971–72
Details
 
Partizan Bjelovar
19–14  
VfL Gummersbach
 
MAI Moscovo
 
HT Tatran Prešov
1972–73
Details
 
MAI Moscovo
26–23  
Partizan Bjelovar
 
SC Leipzig
 
SolK Hellas
1973–74
Details
 
VfL Gummersbach
19–17  
MAI Moscovo
 
Oppsal IF Oslo
 
Ruda Hvezda Bratislava
1974–75
Details
 
ASK Frankfurt/Oder
19–17  
Borac Banja Luka
 
VfL Gummersbach
 
Steaua Bucureşti
1975–76
Details
 
Borac Banja Luka
17–15  
Fredericia KFUM
 
VfL Gummersbach
 
Fredensborg/Ski
1976–77
Details
 
Steaua Bucureşti
21–20  
CSKA Moscovo
 
Fredericia KFUM
 
VfL Gummersbach
1977–78
Details
 
Magdeburg
28–22  
Śląsk Wrocław
 
Budapest Honvéd FC
 
Calpisa
1978–79
Details
 
TV Grosswallstadt
30–28
(14-10 / 18-16)
 
Empor Rostock
 
Budapest Honvéd FC
 
Dinamo Bucureşti
1979–80
Details
 
TV Grosswallstadt
21–12  
Valur Reykjavík
 
Dukla Prague
 
Atlético de Madrid
1980–81
Details
 
Magdeburg
52–43
(25-23 / 29-18)
 
Slovan Ljubljana
 
LUGI HF
 
CSKA Moscovo
1981–82
Details
 
Budapest Honvéd FC
49–34
(25-16 / 18-24)
 
TSV St. Omar St. Gallen
 
Helsingør IF
 
TV Grosswallstadt
1982–83
Details
 
VfL Gummersbach
32–29
(15-19 / 13-14)
 
CSKA Moscovo
 
Barcelona
 
RK Metaloplastika
1983–84
Details
 
Dukla Prague
38–38
(21-17 / 21-17)
 
RK Metaloplastika
 
VfL Gummersbach
 
Budapest Honvéd FC
1984–85
Details
 
RK Metaloplastika
49–32
(19-12 / 20-30)
 
Atlético de Madrid
 
FH Hafnarfjörður
 
Dukla Prague
1985–86
Details
 
RK Metaloplastika
54–52
(29-24 / 30-23)
 
Wybrzeże Gdańsk
 
Steaua Bucureşti
 
Atlético de Madrid
1986–87
Details
 
SKA Minsk
62–49
(32-24 / 25-30)
 
Wybrzeże Gdańsk
 
TuSEM Essen
 
RK Metaloplastika
1987–88
Details
 
CSKA Moscovo
36–36
(18-15 / 21-18)
 
TuSEM Essen
 
RK Metaloplastika
 
CD Bidasoa
1988–89
Details
 
SKA Minsk
61–53
(30-24 / 37-23)
 
Steaua Bucureşti
 
Magdeburg
 
HK Drott
1989–90
Details
 
SKA Minsk
53–50
(26-21 / 29-27)
 
Barcelona
 
TuSEM Essen
 
US Créteil Handball
1990–91
Details
 
Barcelona
41–40
(23-21 / 20-17)
 
Proleter Zrenjanin
 
ETI Bisküiler
 
Dinamo Astrakhan
1991–92
Details
 
RK Zagreb
50–38
(22-20 / 18-28)
 
Cantabria Santander
 
Kolding IF
 
Barcelona
1992–93
Details
 
RK Zagreb
40–39
(22-17 / 22-18)
 
SG Wallau-Massenheim
 
Vénissieux handball
 
Barcelona

Liga dos Campeões da EHF

Year Final Semifinal losers
Champion Score Second Place Third Place
1993–94
Detalhes
 
Cantabria Santander
45–43
(22-22 / 23-21)
 
ABC Braga
 
UHK West Wien
 
USAM Nîmes
1994–95
Detalhes
 
CD Bidasoa
56–47
(30-20 / 27-26)
 
RK Zagreb
 
THW Kiel
 
Cantabria Santander
1995–96
Detalhes
 
Barcelona
46–38
(23-15 / 23-23)
 
RK Metaloplastika
 
Pfadi Winterthur
 
THW Kiel
1996–97
Detalhes
 
Barcelona
61–45
(31-22 / 23-30)
 
Zagreb
 
Celje
 
Kiel
1997–98
Detalhes
 
Barcelona
56–40
(28-18 / 22-28)
 
Zagreb
 
TBV Lemgo
 
Celje
1998–99
Detalhes
 
Barcelona
51–40
(22-22 / 29-18)
 
RK Zagreb
 
Celje
 
San Antonio
1999–00
Detalhes
 
Barcelona
54–52
(28-25 / 29-24)
 
Kiel
 
Celje
 
Zagreb
2000–01
Detalhes
 
San Antonio
52–49
(30-24 / 25-22)
 
Barcelona
 
Celje
 
Kiel
2001–02
Detalhes
 
Magdeburg
51–48
(23-21 / 30-25)
 
Veszprém
 
Kolding IF
 
San Antonio
2002–03
Detalhes
 
Montpellier
50–46
(27-19 / 31-19)
 
San Antonio
 
Prule 67
 
Veszprém
2003–04
Detalhes
 
Celje
62–58
(34-28 / 30-28)
 
SG Flensburg-Handewitt
 
Ciudad Real
 
Magdeburg
2004–05
Detalhes
 
Barcelona
56–55
(28-27 / 29-27)
 
Ciudad Real
 
Celje
 
Montpellier
2005–06
Detalhes
 
Ciudad Real
62–47
(19-25 / 37-28)
 
San Antonio
 
SG Flensburg-Handewitt
 
Veszprém
2006–07
Detalhes
 
THW Kiel
57–55

(28-28 / 29-27)

 
SG Flensburg-Handewitt
 
San Antonio
 
BM Valladolid
2007–08
Detalhes
 
Ciudad Real
58–54
(27-29 / 25-31)
 
THW Kiel
 
HSV Hamburg
 
Barcelona
2008–09
Detalhes
 
Ciudad Real
67–66
(39-34 / 33-27)
 
THW Kiel
 
HSV Hamburg
 
Rhein-Neckar Löwen
2009–10
Detalhes
 
THW Kiel
36–34  
Barcelona
 
Ciudad Real
 
Chekhovskiye Medvedi
2010–11
Detalhes
 
Barcelona
27–24  
Ciudad Real
 
Rhein-Neckar Löwen
 
HSV Hamburg
2011–12
Detalhes
 
THW Kiel
26–21  
BM Neptuno/Atlético Madrid
 
AG København
 
Füchse Berlin
2012–13
Detalhes
 
HSV Hamburg
30–29  
Barcelona
 
Vive Kielce
 
THW Kiel
2013–14
Detalhes
 
Flensburg-Handewitt
30–28  
THW Kiel
 
Barcelona
 
Veszprém
2014–15
Detalhes
 
Barcelona
28–23  
Veszprém
 
Vive Kielce
 
THW Kiel
2015–16
Detalhes
 
Vive Kielce
35–35 ap
4–3 gp
 
Veszprém
 
Paris Saint-Germain
 
THW Kiel
2016–17
Detalhes
 
Vardar
24–23  
Paris Saint-Germain
 
Veszprém
 
Barcelona
2017–18
Detalhes
 
Montpellier
32–26  
HBC Nantes
 
Paris Saint-Germain
 
Vardar
2018–19
Detalhes
 
Vardar
27–24  
Veszprém
 
Barcelona
 
Vive Kielce

Títulos por equipesEditar

Club Winners Runners-up Years won Years runner-up
  Barcelona 9 4 1991, 1996, 1997, 1998, 1999,
2000, 2005, 2011, 2015
1990, 2001, 2010, 2013
  VfL Gummersbach 5 1 1967, 1970, 1971, 1974, 1983 1972
  THW Kiel 3 4 2007, 2010, 2012 2000, 2008, 2009, 2014
  Dukla Prague 3 2 1957, 1963, 1984 1967, 1968
  Ciudad Real 3 2 2006, 2008, 2009 2005, 2011
  Magdeburg 3 0 1978, 1981, 2002
  SKA Minsk 3 0 1987, 1989, 1990
  Zagreb 2 4 1992, 1993 1995, 1997, 1998, 1999
  Steaua Bucureşti 2 2 1968, 1977 1971, 1989
  Frisch Auf Göppingen 2 1 1960, 1962 1959
  Metaloplastika 2 1 1985, 1986 1984
  TV Großwallstadt 2 0 1979, 1980
  Montpellier 2 0 2003, 2018
  Vardar 2 0 2017, 2019
  Bjelovar 1 2 1972 1962, 1973
  CSKA Moscovo 1 2 1988 1977, 1983
  San Antonio 1 2 2001 2003, 2006
  Flensburg-Handewitt 1 2 2014 2004, 2007
  Dinamo Bucureşti 1 1 1965 1963
  MAI Moscovo 1 1 1973 1974
  Borac Banja Luka 1 1 1976 1975
  Budapest Honvéd 1 1 1982 1966
  Cantabria Santander 1 1 1994 1992
  CD Bidasoa 1 1 1995 1996
  Redbergslids 1 0 1959
  SC Leipzig 1 0 1966
  ASK Frankfurt/Oder 1 0 1975
  Celje 1 0 2004
  HSV Hamburg 1 0 2013
  Vive Kielce 1 0 2016
  Veszprém 0 4 2002, 2015, 2016, 2019
  Wybrzeże Gdańsk 0 2 1986, 1987
  Örebro SK 0 1 1957
  Aarhus GF 0 1 1960
  Dynamo Berlin 0 1 1970
  Fredericia KFUM 0 1 1976
  Śląsk Wrocław 0 1 1978
  Empor Rostock 0 1 1979
  Valur 0 1 1980
  Slovan Ljubljana 0 1 1981
  TSV St. Otmar St. Gallen 0 1 1982
  Atlético Madrid 0 1 1985
  TUSEM Essen 0 1 1988
  Proleter Zrenjanin 0 1 1991
  Wallau-Massenheim 0 1 1993
  ABC Braga 0 1 1994
  BM Neptuno/Atlético Madrid 0 1 2012
  Paris Saint-Germain 0 1 2017
  HBC Nantes 0 1 2018

Ligações externasEditar

Referências