Abrir menu principal

Linha de contato de Nagorno-Karabakh

A linha de contato de Nagorno-Karabakh ou linha de contacto de Nagorno-Karabakh (em armênio/arménio: շփման գիծ , shp’man gits, em azeri: təmas xətti ) é a área militarizada que separa as forças armênias (nomeadamente o Exército de Defesa do Nagorno-Karabakh) e as Forças Armadas do Azerbaijão desde o cessar-fogo de maio de 1994 que encerrou a Guerra de Nagorno-Karabakh (1988-1994). [1] Foi descrita como "fortificada pesadamente",[1] "uma terra de ninguém pesadamente minada", [2] e uma "zona tampão de trincheiras." [3] De acordo com Thomas de Waal é a "maior zona militarizada na Europa" [4] e uma das três zonas mais militarizadas do mundo (juntamente com a Caxemira e a Coreia do Norte). De Waal descreveu-a como "uma cicatriz temível no mapa, com mais de 200 km de comprimento, com trincheiras ao estilo da Primeira Guerra Mundial em ambos os lados, repletas de armamento pesado". [5] Gerard Toal e John O'Loughlin escreveram no The Washington Post que a linha de contato "apresenta trincheiras ao estilo da Primeira Guerra Mundial em ambos os lados, em alguns lugares três fileiras profundas." [6]

Tem ocorrido violações ocasionais do cessar-fogo, geralmente caracterizadas por combates de baixa intensidade. [7] Os mais mortíferos ocorreram em abril de 2016. [8]

ReferênciasEditar

  1. a b Smolnik, Franziska (2016). Secessionist Rule: Protracted Conflict and Configurations of Non-state Authority. [S.l.]: Campus Verlag. p. 12. ISBN 9783593506296 
  2. Bagirova, Nailia; Mkrtchyan, Hasmik (4 de abril de 2016). «Armenia warns Nagorno-Karabakh clashes could turn into all-out war». Reuters 
  3. Kao, Lauren (11 de maio de 2016). «Eight Things You Need to Know About Nagorno-Karabakh Conflict». Eurasian Research and Analysis (ERA) Institute 
  4. de Waal, Thomas (3 de abril de 2016). «Nagorno-Karabakh's cocktail of conflict explodes again». BBC News 
  5. Lejava, Nino (8 de abril de 2016). «(Nagorno-) Karabakh – The Danger of Getting Used to a Conflict». Heinrich Böll Foundation 
  6. Toal, Gerard; O'Loughlin, John (6 de abril de 2016). «Here are the 5 things you need to know about the deadly fighting in Nagorno Karabakh». The Washington Post 
  7. «The conflict in Nagorno-Karabakh». The Economist. 15 de abril de 2016. But despite the ceasefire, low-scale fighting continued along the line of contact. 
  8. «Nagorno-Karabakh violence: Worst clashes in decades kill dozens». BBC News. 3 de abril de 2016