Abrir menu principal

Lista de cônsules posteriores ao Império Romano

artigo de lista da Wikimedia

Esta é uma lista dos cônsules posteriores ao Império Romano, um dos mais altos cargo do período pós-imperial (final do séc. V em diante). No caso do Império Bizantino, se o imperador bizantino era também o cônsul, era o mais alto.[1] Os magistrados e as datas exatas de seus mandatos nem sempre são conhecidos e as fontes podem variar entre si. Para os cônsules da República Romana, veja Lista de cônsules da República Romana. Para os do Império, veja lista de cônsules do Império Romano.

A prática de escolher um cônsul romano foi abolida em 541[2] e o título foi simplesmente acrescentando aos títulos do imperador. Leão VI, o Sábio, imperador bizantino, foi último a reivindicar o título.

Para os que serviram como cônsul (geralmente cônsul sufecto, mas ocasionalmente ordinário, mas cujo período no cargo é incerto, veja Lista dos cônsules romanos sem data. Para os que foram eleitos, mas não chegaram a assumir o posto por causa de morte, desgraça ou outra razão antes do início de seu mandato, veja Lista de cônsules designados romanos.

LegendaEditar

Abreviações nos títulosEditar

Abreviações para os prenomesEditar

  • A. = Aulo (Aulus)
  • Ap. = Ápio (Appius)
  • C. = Caio (Gaius/Caius)
  • Cn. = Cneu (Gnaeus/Cnaeus)
  • D. = Décimo (Decimus)
  • K. = Ceso (Kaeso/Caeso)
  • L. = Lúcio (Lucius)
  • M. = Marco (Marcus)
  • M'. = Mânio (Manius)
  • Mam. = Mamerco (Mamercus)
  • N. = Numério (Numerius)
  • Opet. = Opitero (Opiter)
  • P. = Públio (Publius)
  • Post. = Póstumo (Postumus)
  • Proc. = Próculo (Proculus)
  • Q. = Quinto (Quintus)
  • Ser. = Sérvio (Servius)
  • Sex. = Sexto (Sextus)
  • Sp. = Espúrio (Spurius)
  • T. = Tito (Titus)
  • Ti. = Tibério (Tiberius)
  • Vop. = Vopisco (Vopiscus)

CoresEditar

Período posterior à queda do Império Romano do OcidenteEditar

Século VIEditar

Ano Oriente Ocidente
501 Flávio Pompeu Flávio Avieno Júnior[n 1]
502 Flávio Probo Rúfio Magno Fausto Avieno Júnior[n 7]
503 Flávio Dexícrates Flávio Volusiano
504 sem um colega Rúfio Petrônio Nicômaco Cetego[n 2]
505 Flávio Sabiniano Flávio Teodoro[n 1]
506 Flávio Areobindo Dagalaifo Areobindo Flávio Enódio Messala[n 7]
507 Flávio Anastácio Augusto III Venâncio Júnior
508 Flávio Céler Basílio Venâncio Júnior[n 1][n 10]
509 sem um colega Flávio Importuno Júnior[n 1]
510 sem um colega Anício Mânlio Severino Boécio Júnior[n 5][n 4]
511 Flávio Secundino Félix[5]
512 Flávio Paulo Flávio Mosquiano[n 8]
513 Flávio Tauro Clementino Armônio Clementino Flávio Probo[6]
514 Magno Aurélio Cassiodoro Senador sem um colega
515 Procópio Antêmio Flávio Florêncio[7]
516 sem um colega Flávio Pedro[8]
517 Flávio Anastácio Paulo Probo Sabiniano Pompeu Anastácio Flávio Agápito[9]
518 Anastácio Paulo Probo Mosquiano Probo Magno Pós-consulado de Agápito (Ocidente)
519 Flávio Justino Augusto Eutarico Ciliga[10]
520 Flávio Vitaliano Flávio Rustício[11]
521 Flávio Pedro Sabácio Justiniano Flávio Valério[12]
522 Flávio Símaco (Ocidente)[n 4][n 5][n 6] Flávio Boécio (Ocidente)[n 4][n 5]
523 sem um colega Flávio Anício Máximo
524 Flávio Justino Augusto II Venâncio Opílio
525 Flávio Teodoro Filoxeno Sotérico Filoxeno Flávio Probo Júnior[13]
526 sem um colega Flávio Olíbrio Júnior[14]
527 sem um colega Vécio Agório Basílio Mavórcio[n 1]
528 Flávio Pedro Sabácio Justiniano Augusto II Pós-consulado de Mavórcio (Ocidente)
529 sem um colega Flávio Décio Júnior;[n 10]II pós-consulado de Mavórcio (Gália)
530 Flávio Lampádio[n 6][15] Rúfio Genádio Probo Orestes[n 7]
531 Pós-consulado de Lampádio e Orestes Pós-consulado de Lampádio e Orestes
532 II pós-consulado de Lampádio e Orestes II pós-consulado de Lampádio e Orestes
533 Flávio Pedro Sabácio Justiniano Augusto III III pós-consulado de Lampádio e Orestes (Ocidente)
534 Flávio Pedro Sabácio Justiniano Augusto IV Flávio Décio Paulino Júnior[n 10]
535 Flávio Belisário Pós-consulado de Paulino (Ocidente)
536 Pós-consulado de Belisário II pós-consulado de Paulino (Ocidente)
537 II pós-consulado de Belisário III pós-consulado de Paulino (Ocidente)
538 Flávio Mariano Miguélio Gabriélio Arcangélico João[16] IV pós-consulado de Paulino (Ocidente)
539 Flávio Estratégio Apião Estratégio Apião V pós-consulado de Paulino (Ocidente); Pós-consulado de João (Ocidente)
540 Flávio Mar. Pedro Teodoro Valentino Rustício Boráide Germano Justino VI pós-consulado de Paulino (Ocidente); II pós-consulado de João (Ocidente);
541 Anício Fausto Albino Basílio Júnior[n 9] Pós-consulado de Justino (Ocidente)

A prática de escolher um cônsul romano foi abolida em 541[17] e o título foi simplesmente acrescentando aos títulos do imperador.

Ano Nome
542–565 Pós-consulado de Basílio
566 Flávio Justino Augusto
567 Pós-consulado de Justino Augusto
568 Flávio Justino Augusto II
569–578 II pós-consulado de Justino Augusto
579 Flávio Tibério Constantino Augusto
580–582 Pós-consulado de Tibério Constantino Augusto
583 Flávio Maurício Tibério Augusto
584–602 Pós-consulado de Maurício Tibério Augusto

Século VIIEditar

Ano Nome
603 Flávio Focas Augusto
604–610 Pós-consulado de Focas Augusto
608 Flávio Heráclio
609–610 Pós-consulado de Heráclio
611 Flávio Heráclio Augusto II
612–638 II pós-consulado de Heráclio Augusto
615 Leôncio (honorário)
639 Constantino Heráclio Augusto
640–641 III pós-consulado de Heráclio Augusto
642 Flávio Constantino Augusto
643–668 Pós-consulado de Constantino Augusto
656 Teodósio[18] Paulo[18]
668 Constantino Augusto
686 Justiniano Augusto[19][20]
699 Tibério Augusto

Século VIIIEditar

Século IXEditar

Ver tambémEditar

NotasEditar

  1. a b c d e f g h i DeciiCecina Décio Aginácio Albino (cônsul em 444) era pai de Cecina Décio Basílio (cônsul em 463), que, por sua vez, era pai de (1) Cecina Décio Máximo Basílio Júnio (cônsul em 480) (que era pai de (a) Fausto Albino Júnior (cônsul em 493), (b) Flávio Avieno Júnior (cônsul em 501), (c) Flávio Teodoro (cônsul em 505) e (d) Flávio Importuno Júnior (cônsul em 509)), (2) Décio Mário Venâncio Basílio (cônsul em 484) (que era pai de Basílio Venâncio Júnior (cônsul em 508) e (3) Cecina Mavórcio Basílio Décio (cônsul em 486) (presumivelmente o pai de Vécio Agório Basílio Mavórcio (cônsul em 527) – veja Cameron; Schauer (1982). «The last Consul – Basilius and his Diptych». Journal of Roman Studies (em inglês). 72: 143  e Prosopografia do Império Romano Tardio, II, P 1324 (em inglês).
  2. a b c Petrônios – Rúfio Aquílio Mécio Plácido (cônsul de 481) era pai de Petrônio Probino (cônsul de 489), que, por sua vez, era pai de Rúfio Petrônio Nicômaco Cetego (cônsul de 504) – veja Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls of the later Roman Empire. Col: Philological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Philological Association. p. 513. ISBN 1-55540-099-X  e Prosopografia do Império Romano Tardio, II, P 1321 (em inglês)
  3. SeveriniSeverino (cônsul de 461) e Severino Júnio (cônsul de 482) eram "presumivelmente" pai e filho, segundo Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls of the later Roman Empire. Col: Philological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Philological Association. p. 499. ISBN 1-55540-099-X 
  4. a b c d SymmachiQuinto Aurélio Símaco (cônsul de 391) era avô de Quinto Aurélio Símaco (cônsul de 446), que era pai de Quinto Aurélio Mêmio Símaco (cônsul de 485), que, por sua vez, era sogro de Anício Mânlio Severino Boécio Júnior (cônsul de 510) e avô materno de Flávio Sìmaco (cônsul de 522) e Flávio Boécio (cônsul de 522); Prosopografia do Império Romano Tardio, II, P 1322 (em inglês)
  5. a b c d BoéciosNar. Mânlio Boécio (cônsul em 487) era pai do filósofo Anício Mânlio Severino Boécio (cônsul em 510), que, por sua vez, era pai Símaco (cônsul em 522) e Boécio (cônsul em 522) – veja Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls of the later Roman Empire. Col: Philological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Philological Association. p. 555. ISBN 1-55540-099-X  Prosopografia do Império Romano Tardio, II, P 1322 (em inglês).
  6. a b c d Os dois cônsules eram ocidentais – veja Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls of the later Roman Empire. Col: Philological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Philological Association. p. 18. ISBN 1-55540-099-X 
  7. a b c d Faustos – Genádio Avieno (cônsul em 450) foi o pai de Anício Probo Fausto (cônsul em 490) e o avô de Rúfio Magno Fausto Avieno (cônsul em 502) (que por sua vez foi "provavelmente" o pai de Rúfio Genádio Probo Orestes (cônsul em 530)) e Flávio Enódio Messala (cônsul em 506 – ver Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls of the later Roman Empire. Col: Philological Monographs #36. [S.l.]: American Philological Association. p. 547. ISBN 1-55540-099-X - e ver Cameron; Schauer (1982). «The last Consul – Basilius and his Diptych». Journal of Roman Studies. 72: 143  e Prosopography of the Later Roman Empire, II, P 1322
  8. a b c Os dois cônsules eram orientais – veja Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls of the later Roman Empire. Col: Philological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Philological Association. p. 18. ISBN 1-55540-099-X 
  9. a b DéciosFausto Albino Júnior (cônsul em 493) pode ter sido pai de Anício Fausto Albino Basílio (cônsul em 541) - veja Cameron; Schauer (1982). «The last Consul – Basilius and his Diptych». Journal of Roman Studies (em inglês). 72: 143  e Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls of the later Roman Empire. Col: Philological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Philological Association. p. 617. ISBN 1-55540-099-X  e Prosopografia do Império Romano Tardio, II, P 1324 (em inglês).
  10. a b c DeciiBasílio Venâncio Júnior (cônsul em 508) foi o pai Flávio Décio Júnior (cônsul em 529) e Flávio Décio Paulino Júnior (cônsul em 534) – Bagnall et. al., p634 (em inglês) – veja também Cameron; Schauer (1982). «The last Consul – Basilius and his Diptych». Journal of Roman Studies (em inglês). 72: 143  e Prosopografia do Império Romano Tardio, II, P 1324

Referências

  1. Lendering, Jona (2008). «Varronian Chronology» (em inglês). Livius.Org 
  2. Vasiliev (1952), p. I 192. (em inglês)
  3. "o primeiro cônsul nomeado por um rei bárbaro" segundo Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls de the later Roman Empire. Col: Filological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Filological Association. p. 495. ISBN 1-55540-099-X 
  4. "Presumivelmente um ocidental" – Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls de the later Roman Empire. Col: Filological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Filological Association. p. 524. ISBN 1-55540-099-X 
  5. Um nobre gaulês – veja Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls de the later Roman Empire. Col: Filological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Filological Association. p. 557. ISBN 1-55540-099-X , citando Prosopografia do Império Romano Tardio, Vol II, 986 e 462-63 (em inglês)
  6. "Veio de uma distinta, mas não identificada, família ocidental" - veja Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls de the later Roman Empire. Col: Filological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Filological Association. p. 561. ISBN 1-55540-099-X , citando Prosopografia do Império Romano Tardio, Vol II, 913 (em inglês)
  7. "Um ocidental conhecido apenas por isto" – ver Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls de the later Roman Empire. Col: Filological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Filological Association. p. 565. ISBN 1-55540-099-X , citando Prosopografia do Império Romano Tardio, Vol II, 477 (em inglês)
  8. "Um ocidental de família distinta, mas desconhecida" – ver Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls de the later Roman Empire. Col: Filological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Filological Association. p. 566. ISBN 1-55540-099-X , citando Prosopografia do Império Romano Tardio, Vol II, 871 (em inglês)
  9. "Senador romano" – ver Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls de the later Roman Empire. Col: Filological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Filological Association. p. 569. ISBN 1-55540-099-X , citando Prosopografia do Império Romano Tardio, Vol II, 30–32 (em inglês)
  10. "Um príncipe visigodo da Ibéria – genro e herdeiro aparente do rei ostrogodo Teodorico, o Grande.
  11. "Um ocidental conhecido apenas por isto" – ver Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls de the later Roman Empire. Col: Filological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Filological Association. p. 575. ISBN 1-55540-099-X , citando Prosopografia do Império Romano Tardio, Vol II, 963 (em inglês)
  12. "Um ocidental conhecido apenas por isto" – ver Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls de the later Roman Empire. Col: Filological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Filological Association. p. 577. ISBN 1-55540-099-X , citando Prosopografia do Império Romano Tardio, Vol II, 1145 (em inglês)
  13. "Um ocidental conhecido apenas por isto" – ver Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls de the later Roman Empire. Col: Filological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Filological Association. p. 585. ISBN 1-55540-099-X , citando Prosopografia do Império Romano Tardio, Vol II, 913 (em inglês)
  14. "Acredita-se que tenha sido ocidental, mas não existem mais informações sobre ele" – ver Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls de the later Roman Empire. Col: Filological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Filological Association. p. 587. ISBN 1-55540-099-X , citando Prosopografia do Império Romano Tardio, Vol II, 798 (em inglês)
  15. "Desconhecido" – ver Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls de the later Roman Empire. Col: Filological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Filological Association. p. 595. ISBN 1-55540-099-X 
  16. Inscrição latino-grega (AE 2004, 01410) (em inglês)
  17. Vasiliev (1952), p. I 192. (em inglês)
  18. a b Chapman, John. Buehler, Joe, ed. «Catholic Encyclopedia: Maxiums de Constantinople, Saint» (em inglês). Eternal Word Television Network 
  19. Bede (1999). Halsall, Paul, ed. «Bede (673–734): Ecclesiastical History de the English Nation, Book V: Chapter VII» (em inglês). Medieval Sourcebook 
  20. Justiniano II adotou o título de cônsul pata todos os anos de seu reinado, numerados consecutivamente.
  21. Thompson, Margaret. «The American Excavations in the Athenian Agora: Eighteenth Report (Jul. – Sep., 1940): Some Unpublished Bronze Money de the Early Eighth Century». Hesperia (em inglês). 9 (3): 358–380. doi:10.2307/146483 

BibliografiaEditar

Fontes primáriasEditar

  • Baiterus, Georgius (1837). «Consulares Triumphalesque Romanorum ad Fidem Optimorum Auctorum». In: von Orelli, Johann Caspar. M. Tullii Cíceronis opera quae supersunt omnia, ac deperditorum (em latim). Volume 12. Turici: Typis Orelli, Fuesslini et Sociorum. 
  • Hooke, Nathaniel (1823). «The Roman History from the Building de Rome to the Ruin de the Commonwealth Illustrated with Maps» new ed. London: C & J Rivington, etc. (em inglês). VI: 369–484.  |contribuição= ignorado (ajuda)
  • Mommsen, Theodor; Pearse, Roger, eds. (2006) [1892]. «Part 8: List (fasti) de the consuls to 354 AD». Chronography de 354 (em inglês). [S.l.]: The Tertullian Project 
  • Sigonii, Caroli (MDLVI). Fasti Consulares ac Triumphi Acti a Romulo Rege usque ad Ti. Césarem. Eisusdem in Fastos et Triumphos, Id Est in Universam Romanam Historiam CommenTário (em latim). Venetiis: Apud Paulum Manutium, Aldi F.  Verifique data em: |data= (ajuda)
  • Sigonii, Caroli (MDCIX). Fasti Consulares ac Triumphi Acti a Romulo Rege usque ad Ti. Césarem. Eisusdem in Fastos et Triumphos, Id Est in Universam Romanam Historiam Commentarius (em latim). Hanoviae: Apud Claudium Marnium & heredes Ioan. Aubrii  Verifique data em: |data= (ajuda)

Fontes secundáriasEditar

  • Alföldy, Géza (1977). Konsulat und Senatorenstand unter den Antoninen (em alemão). Bonn: Habelt Verlag 
  • Bagnall, Roger S.; Cameron, Alan; Schwartz, Seth R.; Worp, Klaas A. (1987). Consuls de the later Roman Empire. Col: Filological Monographs #36 (em inglês). [S.l.]: American Filological Association. ISBN 1-55540-099-X 
  • Broughton, Thomas Robert Shannon; Patterson, Marcia L. (CollabOrador). The magistrates de the Roman republic. Col: Filological Monograph No. 15 (em inglês). [S.l.]: American Filological Association. ISBN 0-89130-811-3 
  • Camodeca, Giuseppe (1986). «I consoli des 55–56 e un nuovo collega di seneca nel consolato: P. Cornélio Dolabela (TP.75 [=1401 +135)*». Zeitschrift für Papyrologie und Epigraphik (em italiano). 63: 201–215. 
  • Camodeca, Giuseppe (1991). «Epigrafia. Actes du Colloque international d'epigraphie latine en mémoire de Attilio Degrassi etc.». Rome. Collection de l’ecole française de Rome 143 (em italiano): 45–74.  |contribuição= ignorado (ajuda)
  • Degrassi, Attilio (1952). I fasti consolari dell'impero romano dal 30 avanti Cristo al 613 dopo Cristo (em italiano). Roma: [s.n.] 
  • Eck, Werner (1975). «Ergänzungen zu den Fasti Consulares des 1. und 2. Jh.n.Chr.». Historia (em alemão). 24: 324–344. 
  • Gallivan, Paul A. (1974). «Some Comments on the Fasti for the Reign de Nero». Classical Quarterly. New Series (em inglês). 24 (2): 290–311. doi:10.1017/S0009838800032821. 
  • Gallivan, Paul A. (1978). «The Fasti for the Reign de Cláudio». Classical Quarterly (em inglês). 28 (2): 407–426. doi:10.1017/S0009838800034959. 
  • Ginsburg, Judith R. (1981). «Nero's Consular Policy». American Journal de Ancient History (em inglês). 6 (1): 51–68. 
  • Klein, Joseph (1881). Fasti consulares inde a Césaris nece usque ad imperium Diocletiani (em latim). Lipsiae: In Aedibus B.G. Teubneri 
  • Leunissen, Paul (1989). Konsuln und Konsulare in der Zeit von Commodus bis Severo Alexander (em alemão). Amsterdam: Verlag Gieben 
  • Mennen, Inge (2011). Power e Status in the Roman Empire, AD 193–284 (em inglês). [S.l.]: BRILL 
  • Smith, William; Anthon, Charles, eds. (1886). «Fasti Consulares». A dictionary de Greek e Roman antiquities (em inglês) Third American Carefully Revised ed. New York: Harper & irmãos, Publishers. pp. 1075–1092 
  • Tortoriello, Annalisa (2004). I fasti consolari degli anni di Claudio (em italiano). Roma: Accademia Nazionale dei Lincei