Abrir menu principal

Lua Cheia (filme)

filme de 1988 dirigido por Alain Fresnot
Lua Cheia
 Brasil
1989 •  cor •  93 min 
Direção Alain Fresnot
Produção Daniel Santiago
Reinaldo Volpato
Roteiro Isa Castro
Fernando Cony Campos
Alain Fresnot
Elenco Lima Duarte
Otávio Augusto
Lúcia Alves
Gênero comédia
Música Arrigo Barnabé
Direção de fotografia Pedro Farkas
Companhia(s) produtora(s) Acauã Produções Artísticas
Embrafilme
Raiz Produções Cinematográficas
Quanta
Distribuição Embrafilme
Lançamento 31 de agosto de 1989[1]
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Lua Cheia é um filme brasileiro de 1989, dirigido por Alain Fresnot.

SinopseEditar

Conta a história de Guimarães (Lima Duarte), um rico fazendeiro, explorador, corruptor e impiedoso com os empregados, mas que quando bebe se torna generoso e preocupado socialmente. Ele pretende casar sua filha, Lia (Lúcia Alves), com Montês (Roney Facchini). No entanto, este é um casamento de conveniência envolvendo negociantes e jogo de influências junto a um poderoso Ministro (Antonio Petrin).[1]

ElencoEditar

ProduçãoEditar

Alain Fresnot declarou que, assim como Ed Mort, esse é um filme tem a "preocupação de ser um desabafo de minha perplexidade em relação ao mundo." Ele notou que Lua Cheia "traz a marca do espanto diante da oscilação na política entre autoritarismo e democracia, que se reproduz na personagem principal" por ele ter sido feito no período da redemocratização. Fresnot ainda notou que o filme é uma "comédia de costumes, corrosiva, ácida" e tem influências do cinema italiano, inclusive em sua música "distanciada, irônica", que foi composta por Arrigo Barnabé.[2]

Referências

  1. a b «Lua Cheia». Cinemateca Brasileira. Consultado em 19 de julho de 2013 
  2. Nagib, Lúcia; Rosa, Almir (2002). O cinema da retomada: depoimentos de 90 cineastas dos anos 90. [S.l.]: Editora 34. p. 204. 978-8-573-26254-4 

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.