Abrir menu principal
Lucido Parocchi
Cardeal da Santa Igreja Romana
Secretário da Suprema e Sacra Congregação do Santo Ofício
Vice-chanceler da Santa Igreja Romana
Atividade Eclesiástica
Diocese Diocese de Roma
Nomeação 5 de agosto de 1896
Predecessor Raffaele Monaco La Valletta
Sucessor Serafino Vannutelli
Mandato 1896 - 1903
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 17 de maio de 1856
por Dom Constantino Patrizi Cardeal Naro
Nomeação episcopal 27 de outubro de 1871
Ordenação episcopal 5 de novembro de 1871
por Dom Constantino Patrizi Cardeal Naro
Nomeado arcebispo 12 de março de 1877
Cardinalato
Criação 22 de junho de 1877
por Papa Pio IX
Ordem Cardeal-presbítero (1877-1903)
Cardeal-bispo (1889-1903)
Título São Sisto (1877-1884)
Santa Cruz de Jerusalém (1884-1889)
São Lourenço em Dâmaso (in commendam) (1899-1903)
Albano (1889-1896)
Porto-Santa Rufina (1896-1903)
Brasão
Brasão Lucido Parocchi.jpg
Dados pessoais
Nascimento Mântua, Flag of Kingdom of Lombardy-Venetia.gif Reino Lombardo-Vêneto
13 de agosto de 1833
Morte Roma, Flag of Italy (1861-1946) crowned.svg Reino de Itália
15 de janeiro de 1903 (69 anos)
Nacionalidade Italiano
Funções exercidas - Bispo de Pavia (1871-1877)
- Arcebispo de Bolonha (1877-1882)
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Lucido Maria Parocchi (Mântua, 13 de agosto de 1833Roma, 15 de janeiro de 1903) foi um cardeal italiano, secretário da Suprema e Sacra Congregação do Santo Ofício.

BiografiaEditar

Lucido Parocchi nasceu em Mântua, então parte integrante do Reino Lombardo-Vêneto, em 13 de agosto de 1833, filho de Antonio Parocchi, um rico moleiro, e de Genoveva Soresina. Educado no seminário de Mântua, ele prosseguiu seus estudos no Collegio Romano, onde doutorou-se em Teologia em 5 de setembro de 1856.[1]

Ele foi ordenado sacerdote em 17 de maio de 1856, por Costantino Patrizi Naro, cardeal-vigário de Roma. De volta à diocese de Mântua, atuou no seminário local como professor de história eclesiástica, teologia moral e direito canônico até ser criado Prelado Doméstico de Sua Santidade em 10 de março de 1871. No mesmo ano, ele tornou-se bispo de Pavia, sendo consagrado em 5 de novembro na igreja da Santissima Trinità al Monte Pincio pelo cardeal Patrizi Naro. Em 12 de março de 1877, foi promovido à sé metropolitana de Bolonha. Parocchi foi criado cardeal-presbítero de São Sisto pelo Papa Pio IX no consistório de 22 de junho de 1877, participando do conclave de 1878 que elegeu o Papa Leão XIII.[1]

Após renunciar à direção pastoral da arquidiocese, em 28 de junho de 1882, Parocchi optou pelo título de cardeal-presbítero de Santa Cruz de Jerusalém em 24 de março de 1884. Posteriormente, em 1 de junho de 1888, ele foi apontado por Leão XIII como camerlengo do Sacro Colégio dos Cardeais.[1]

Em 24 de maio de 1889, Parocchi foi eleito para a ordem dos bispos e a Sé suburbicária de Albano. Posteriormente, em 5 de agosto de 1896, Leão XIII nomeou-o secretário da Suprema e Sacra Congregação do Santo Ofício, cargo que ocupou até sua morte. Nesse mesmo ano, ele optou pela Sé suburbicária de Porto-Santa Rufina.[1]

Lucido Parocchi morreu em 15 de janeiro de 1903, em Roma, vítima de um infarto. Seu corpo foi inicialmente velado no Palazzo della Cancelleria, seguindo para a basílica de San Lorenzo in Damaso em Roma, onde também ocorreram as cerimônias fúnebres. Ele foi sepultado na capela da Sagrada Congregação de Propaganda Fide no cemitério Campo di Verano em Roma.[1]

Referências

  1. a b c d e Miranda, Salvador. «PAROCCHI, Lucido Maria». The Cardinals of the Holy Roman Church (em inglês). Consultado em 1 de Maio de 2016 
Precedido por
Carlo Morichini
 
Arcebispo de Bolonha

12 de março de 1877 - 28 de junho de 1882
Sucedido por
Francesco Battaglini
Precedido por
Luigi Serafini
 
Camerlengo do Sacro Colégio dos Cardeais

1 de junho de 1888 - 11 de fevereiro de 1889
Sucedido por
Carlo Laurenzi
Precedido por
Raffaele Monaco La Valletta
 
Cardeal-bispo de Albano

24 de maio de 1889 - 30 de novembro de 1896
Sucedido por
Isidoro Verga
Precedido por
Raffaele Monaco La Valletta
 
Secretário da Suprema e Sacra Congregação do Santo Ofício

5 de agosto de 1896 - 15 de janeiro de 1903
Sucedido por
Serafino Vannutelli
Precedido por
Luigi Oreglia di Santo Stefano
 
Cardeal-bispo de Porto-Santa Rufina

30 de novembro de 1896 - 15 de janeiro de 1903
Sucedido por
Serafino Vannutelli