Abrir menu principal

Ludwig Geiger

professor académico alemão
Ludwig Geiger
Nascimento 5 de junho de 1848
Wrocław
Morte 9 de fevereiro de 1919 (70 anos)
Berlim
Cidadania Alemanha, Império Alemão
Progenitores Pai:Abraham Geiger
Alma mater Universidade de Heidelberg, Universidade de Göttingen
Ocupação historiador da arte, jornalista, escritor, historiador literário, filósofo, historiador, professor universitário, biógrafo, tradutor, redator
Empregador Universidade Humboldt de Berlim
Religião Judaísmo
Assinatura
LudwigGeiger Signature.png

Ludwig Geiger (Breslau, 5 de junho de 1848Berlim, 9 de fevereiro de 1919), foi um historiador judaico-alemão.

BiografiaEditar

Ludwig era filho do rabino Abraham Geiger. Fez seus primeiros estudos nas Universidades de Heidelberg, Göttingen e Bonn, tornando-se doutor em História na universidade de Berlim, no ano de 1873, sendo ali nomeado para a cátedra de História Moderna em 1880.

Seus estudos foram concentrados especialmente no período do Humanismo, realizando estudos sobre personalidades como Nikolaus Ellenbog, Johann Reuchlin, Petrarca, etc.

Em 1871 defendeu que a raça ariana seria originária da Europa Central, uma das ideias equivocadas que vieram, no século XX, a desenvolver-se na teoria nazista de superioridade racial.

BibliografiaEditar

Principais obras:

  • Das Studium der hebräischen Sprache in Deutschland vom Ende des 15ten bis zur Mitte des 16ten Jahrhunderts (1870)
  • Geschichte der Juden in Berlin (1871);
  • Vorträge und Versuche (1890);
  • Berlin, 1688-1840 (1893-95);
  • Das junge Deutschland und die preussische Zensur (1900);
  • Bettina von Arnim und Friedrich Wilhelm IV (1902);
  • Aus Chamissos Frühzeit (1905);
  • Goethe und Zelters Briefwechsel (1905);
  • Chamissos Leben (1907);
  • Chamissos Werke (1907);
  • Der Briefwechsel Goethes mit Humboldt (1908);
  • Charlotte von Schiller (1908).

Referências

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.