Mânio Acílio Glabrião (cônsul em 124)

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Mânio Acílio Glabrião.
Mânio Acílio Glabrião
Cônsul do Império Romano
Consulado 124 d.C.

Mânio Acílio Glabrião (em latim: Manius Acilius Glabrio) foi um senador e jurista eleito cônsul em 124 com Caio Belício Flaco Torquato Tebaniano[1][2]. Era filho de Mânio Acílio Glabrião, cônsul em 91, e, em algum momento indeterminado, adotou Mânio Acílio Glabrião Cneu Cornélio Severo, cônsul em 152.

CarreiraEditar

Glabrião aparece mencionado no Digesto como destinatário de uma carta do imperador Adriano com esclarecimentos de dúvidas processuais[3]. É possível que ele tenha servido como procônsul da África[4][5].

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Quinto Articuleio Petino

com Lúcio Venuleio Aproniano Otávio Prisco
com Tito Priférnio Gêmino (suf.)
com Públio Metílio Segundo (suf.)
com Tito Sálvio Rufino Minício Opimiano (suf.)
com Cneu Sêncio Aburniano (suf.)

Mânio Acílio Glabrião
124

com Caio Belício Flaco Torquato Tebaniano
com Aulo Lárcio Macedo (suf.)
com Públio Ducênio Verres (suf.)
com Caio Júlio Galo (suf.)
com Caio Valério Severo (suf.)

Sucedido por:
'Marco Lólio Paulino Décimo Valério Asiático Saturnino II

com Lúcio Tício Epídio Aquilino
com Quinto Vetina Vero (suf.)
com Públio Lúcio Cosconiano (suf.)


Referências

  1. Alison E. Cooley, The Cambridge Manual of Latin Epigraphy (Cambridge: University Press, 2012), pp. 469ss
  2. CIL III, 7371, Samotrácia (Grécia); CIL VI, 10299 = InscrIt. 13-1, 33 = AE 1981, 25, Roma (Itália); CIL VIII, 2747, Lambaesis (Tunísia); CIL , 12, Antibes (França); CIL XIV, 51, Ostia Antica (Itália)
  3. Digesto XLVIII, 2, 12.1
  4. CIL XIV, 4237
  5. (em alemão) Bengt E. Thomasson: Ergänzung zum Artikel Africa 2. In: Realencyclopädie der classischen Altertumswissenschaft (RE). Supplementband XIII, Stuttgart 1973, Col. 1–11, hier Sp. 6.

BibliografiaEditar