Abrir menu principal

Tito Sálvio Rufino Minício Opimiano

Tito Sálvio Rufino Minício Opimiano
Cônsul do Império Romano
Consulado 123 d.C.

Tito Sálvio Rufino Minício Opimiano (em latim: Titus Salvius Rufinus Minicius Opimianus) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto em algum momento no segundo semestre de 123 com Cneu Sêncio Aburniano[1][2].

OrigemEditar

A origem de sua família é incerta, mas é certo que era de origem italiana. Werner Eck sugere que ela era da cidade de Túsculo, nos montes Albanos, com base em três evidências: sua tribo (Papira) tinha vários membros da região, Opimiano e sua esposa foram enterrados lá e inscrições com o nome da família foram recuperadas lá[3]. Além disto, Eck reconstituiu uma genealogia para Opimiano, com um pai, (Tito?) Sálvio Rufino Minício Opimiano, que foi procurador na Ásia durante o reinado de Trajano, um filho, Minício Opimiano, cônsul sufecto em 155, e um neto, Minício Opimiano, cônsul sufecto em 186 ou 187 e procônsul da África em 202-203[3].

CarreiraEditar

Além do consulado, sabe-se que Opimiano foi procônsul da África entre 138-139, um posto considerado o ápice de uma carreira senatorial bem sucedida (juntamente com a Ásia)[4].

Ver tambémEditar

Referências

  1. Alison E. Cooley, The Cambridge Manual of Latin Epigraphy (Cambridge: University Press, 2012), pp. 469ss
  2. Werner Eck and Andreas Pangerl, "Neue Diplome mit den Namen von Konsuln und Statthaltern," Zeitschrift für Papyrologie und Epigraphik, 187 (2013), pp. 287f
  3. a b Eck, "Ergänzungen", p. 327
  4. Eck, "Ergänzungen zu den Fasti Consulares des 1. und 2. Jh.n.Chr.", Historia, 24 (1975), pp. 324-327

BibliografiaEditar

  • Ronald Syme. Hadrianic Proconsuls of Africa. Zeitschrift für Papyrologie und Epigraphik, Bd. 37 (1980), pp. 5, 12.