Caio Belício Flaco Torquato Tebaniano

Caio Belício Flaco Torquato Tebaniano (em latim: Gaius Bellicius Flaccus Torquatus Tebanianus) foi um senador romano eleito cônsul em 124 com Mânio Acílio Glabrião[1][2][3].

Caio Belício Flaco Torquato Tebaniano
Cônsul do Império Romano
Consulado 124 d.C.

FamíliaEditar

Os Belícios eram uma família originária de Viena, na Gália Narbonense[4]. Tebaniano era filho de Caio Belício Natal Públio Gavídio Tebaniano, cônsul sufecto em 87, e de Calpúrnia Árria, filha de Lúcio Nônio Calpúrnio Torquato Asprenas, cônsul sufecto entre 72 e 74[5].

O próprio Tebaniano teve dois filhos que chegaram ao consulado, Caio Belício Flaco Torquato, em 143, e Caio Belício Calpúrnio Torquato, em 148[6].

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Quinto Articuleio Petino

com Lúcio Venuleio Aproniano Otávio Prisco
com Tito Priférnio Gêmino (suf.)
com Públio Metílio Segundo (suf.)
com Tito Sálvio Rufino Minício Opimiano (suf.)
com Cneu Sêncio Aburniano (suf.)

Mânio Acílio Glabrião
124

com Caio Belício Flaco Torquato Tebaniano
com Aulo Lárcio Macedo (suf.)
com Públio Ducênio Verres (suf.)
com Caio Júlio Galo (suf.)
com Caio Valério Severo (suf.)

Sucedido por:
'Marco Lólio Paulino Décimo Valério Asiático Saturnino II

com Lúcio Tício Epídio Aquilino
com Quinto Vetina Vero (suf.)
com Públio Lúcio Cosconiano (suf.)


Referências

  1. Alison E. Cooley, The Cambridge Manual of Latin Epigraphy (Cambridge: University Press, 2012), pp. 469ss
  2. Werner Eck, "Hadrische Konsuln Neue Zeugnisse aus Militärdiplomen", Chiron, 32 (2002), p. 482
  3. CIL III, 7371, Samotrácia (Grécia); CIL VI, 10299 = InscrIt. 13-1, 33 = AE 1981, 25, Roma (Itália); CIL VIII, 2747, Lambaesis (Tunísia); CIL , 12, Antibes (França); CIL XIV, 51, Ostia Antica (Itália)
  4. Géza Alföldy, Konsulat und Senatorenstand unter der Antoninen (Bonn: Rudolf Habelt Verlag, 1977), p. 313
  5. James H. Oliver, "The Senatorial but Not Imperial Relatives of Calpurnia Arria", American Journal of Archaeology, 55 (1951), pp. 347-349
  6. Alföldy, Konsulat und Senatorenstand, pp. 323f

BibliografiaEditar

  • Henze, " Bellicius 7)", RE, vol. III-1, Stuttgart, 1897, cols. 251.
  • W. Eck, "Bellicius [3]", Der Neue Pauly, vol. II, Stuttgart, 1999, col. 555.