Mónica Miguel

Gloria Chávez Miguel (Tepic, 10 de março de 1936Cidade do México, 12 de agosto de 2020), mais conhecida como Mónica Miguel foi uma atriz, diretora e cantora mexicana. Renomada no meio artístico do México, Mónica foi bastante conhecida por ter dirigido grandes clássicos da teledramaturgia mexicana, como María Isabel, El privilegio de amar, Alborada, e Amor real, além de também atuar marcantes personagens como a Chona de María Isabel e a Modesta de Alborada.

Mónica Miguel
Mónica em 2019.
Nome completo Gloria Chávez Miguel
Pseudônimo(s) Mónica Miguel
Nascimento 10 de março de 1936
Tepic, Nayarit, México
Morte 12 de agosto de 2020 (84 anos)
Cidade do México, México
Nacionalidade mexicana
Ocupação
Período de atividade 1964–2020
Prêmios ver lista completa
Carreira musical
Instrumento(s) voz

BiografiaEditar

Início: formação acadêmica e primeiros trabalhosEditar

Apaixonada pelas artes e principalmente pelo teatro, ela assistia às ocasionais peças de teatro que chegavam a Tepic. Mónica se juntou a um grupo de desempenho apoiada pela administração local, mas esse suporte terminou quando a administração mudou de mãos.

Em busca de seus sonhos artísticos no palco, ela viajou para a Cidade do México. Ela estudou atuação na conceituada Academia Asociación Nacional de Actores (ANDA). Viveu por oito anos em RomaItália, alcançando a maturidade como artista. Ao retornar ao México, no final da década de 1970, participou de encenações do Teatro Insurgentes, como Vine, Vi e Better I e La maestra bebe un poco . Nos anos 80, participou das obras El hombre de La Mancha e Aire frío.[1] Ao mesmo tempo, ela participa de novelas como Amalia BatistaAbandonada , El engaño e Como duele callar.

Em 1986, recebeu os prêmios María Tereza Montoya e Virginia Fábregas por atuar em Aire frío.

Consagração artísticaEditar

Em 1987, estreou como diretora de diálogos na novela Quinceañera. Seria o início de uma carreira prolífica como diretora, colaborando principalmente com a produtora Carla Estrada, sendo diretora de cena em locações de muitas de suas novelas, como Amor de nadieDe frente al solLos parientes pobresAlondra , María IsabelEl privilegio de amar , entre outros, por sua vez, participou como atriz em alguns deles também.c

Em 2001, tornou-se diretora geral das novelas de Carla Estrada, após discordar de seu diretor anterior Miguel Córcega; Assim, Mónica Miguel estréia na novela El manantial como Diretora de Cena. Ele continuou nessa posição nas novelas Amor real, AlboradaPasión e Sortilegio.

Em 2010, trabalhou com o produtor José Alberto Castro como diretora de cenas da novela Teresa.

Sua carreira de atriz foi igualmente extensa, a primeira novela em que participou foi Entre brumas em 1973. Participou de uma longa lista de novelas, muitas delas da produtora Carla Estrada. Deu vida a personagens humildes ou pessoas ligadas aos indígenas, dadas suas raízes nayaritas.

Vida pessoal e morteEditar

Ela foi apaixonada por sua terra natal, Nayarit. Além de seu trabalho como atriz e diretora, foi a Promotora de Arte do Estado de Nayarit, onde promoveu e apoiou os valores artísticos e culturais dos Nayaritas.

Morreu no dia 12 de agosto de 2020 na Cidade do México.[2]

FilmografiaEditar

TelevisãoEditar

Ano Título Personagem Notas
1973 Entre brumas Estreia na televisão
1980 Winnetou el mescalero Nalin Vincent
1983 Amalia Batista Matilde
1985 Abandonada Luísa
1986 El engaño Carmen Acierga (Carmelita)
1987 Como duele callar Casimira
Yesenia Trifenia
1988 Flor y canela Ana
1989 Morir para vivir
1990 Cuando llega el amor Yulma
Amor de nadie Socorro
1992 De frente al sol Amaranta
1993 Más allá del puente Amaranta
1995 Lazos de amor Soledad Cruz de Álvarez (Chole)
1997 María Isabel Chona
1999 Mujer, casos de la vida real Alma Episódio: "La culpa y el castigo"
Episódio: "Tiempos amargos"
2000 La casa en la playa María Estrada
2001 Mujer, casos de la vida real Episódio: "Pervesion en blanco"
2002 Episódio: "En el nombre del padre"
2005 Alborada Modesta
2008 S.O.S.: Sexo y otros secretos Mónica Episódio: "Un beso"
2009 Sortilegio Maya San Juan
2011 La fuerza del destino Sanadora Seri Episódio: "31 de julho de 2011"
2012 La Rosa de Guadalupe Enedina Episódio: "El amor es el mejor de los cuidados"
2013 La tempestad Madre Eusébia
2019 Médicos, línea de vida Doña Inés Episódio: "26 de novembro-2 de dezembro de 2019"

CinemaEditar

  • Sueño en otro idioma (2017) - Jacinta
  • Más allá del muro (2011)
  • Gertrudis Bocanegra (1992) - Nana
  • Bajo el fuego (1983) - Doctora
  • Oficio de tinieblas (1981)
  • Víbora caliente (1978) - Ramona
  • La casa de Bernarda Alba (1974) - Magdalena
  • Quiero la cabeza de Alfredo García (1974) - Dolores de Escomiglia
  • Orfeo 9 (1973) - Chiromante
  • Una pistola per cento croci! (1971) - Jenny
  • La notte dei serpenti (1969)
  • El planeta de las mujeres invasoras (1967) - Fitia
  • El tigre de Guanajuato (1964)

Ficha técnicaEditar

como diretora
Ano Obra Produção Cargo
1987 Quinceañera Carla Estrada Diretora de diálogos
1988 Amor en silencio Diretora de diálogos da primeira fase
Diretora de cena da segunda fase
Flor y canela Eugenio Cobo Diretora de cena em locações Diretora de cena em locações
1990 Cuando llega el amor Carla Estrada Diretora de cena em locações
Amor de nadie Diretora de cena em locações
1992 De frente al sol Diretora de cena em locações
1993 Entre la vida y la muerte Angelli Nesma Medina Diretora de cena em locações da primeira fase
Los parientes pobres Carla Estrada Diretora de cena em locações
Más allá del puente Diretora de cena em locações
1995 Alondra Diretora de cena em locações
Lazos de amor Diretora de cena em locações
1996 Te sigo amando Diretora de cena em locações
1997 María Isabel Diretora de cena em locações
1998 El privilegio de amar Diretora de cena em locações
2000 La casa en la playa Pinkye Morris e Yuri Breña Diretora de cena em locações
Mi destino eres tú Carla Estrada Diretora de cena em locações
2001 El manantial Diretora geral (primeira vez no cargo)
2003 Amor real Diretora geral
2005 Alborada Diretora geral
2007 Pasión Diretora geral
2010 Teresa José Alberto Castro Diretora geral
2013 La tempestad Salvador Mejía Alexandre Diretora geral
2015 Lo imperdonable Diretora geral
2019 Silvia, frente a ti Carla Estrada Diretora geral

Prêmios e indicaçõesEditar

Ano Festival Categoria Nomeações Resultado
1986 Prêmio María Tereza Montoya Melhor Atriz
Aire frío
Venceu
Prêmio Virginia Fábregas de Teatro Mexicano Melhor Atriz Venceu
1993 Prêmio TVyNovelas Melhor Direção de Cena
De frente al sol
Venceu
1996 Prêmio TVyNovelas Melhor Direção de Cena
Lazos de amor
Venceu
1998 Prêmio TVyNovelas Melhor Direção de Cena
Te sigo amando
Venceu
1999 Prêmio TVyNovelas Melhor Direção de Cena
El privilegio de amar
Venceu
2002 Prêmio TVyNovelas Melhor Direção de Cena
El manantial
Venceu
Prêmios El Heraldo de México Melhor Direção Venceu
2004 Prêmios ACE de Nova York Melhor Direção
Amor real
Venceu
Prêmio Califa de Oro[3] Melhor Direção Venceu
Círculo Nacional de Periodistas en México (Sol de Oro) Melhor Direção Venceu
2006 Prêmio TVyNovelas Melhor Direção de Cena
Alborada
Indicada
Prêmios Bravo[4] Melhor Atriz Coadjuvante Venceu
2008 Prêmio TVyNovelas Melhor Direção de Cena
Pasión
Indicada
2009 Prêmios ACE de Nova York[5] Melhor Direção Venceu
Prêmio Califa de Oro[6] Melhor Direção
Sortilegio
Venceu
2010 Prêmio TVyNovelas[7] Melhor Direção de Cena Venceu
2012 Prêmios ACE de Nova York[8] Melhor Direção
Teresa
Venceu
2018 Prêmio Ariel do Cinema Mexicano[9] Melhor Atriz de Quadro
Sueño en otro idioma
Indicada

NotasEditar

Referências

  1. Mónica Miguel en Nayaritas.net
  2. «Muere actriz y directora Mónica Miguel». El Heraldo de México (em espanhol). 12 de agosto de 2020. Consultado em 12 de agosto de 2020 
  3. «Arrasa 'Amor Real' con premios». Terra México. 9 de abril de 2007. Consultado em 29 de outubro de 2011 
  4. Orizaba en Red (´Alborada´ arrasa en los Premios Bravo)
  5. Nydailynews.com (15 de janeiro de 2009). «ACE premia "Los girasoles ciegos" y "Maldeamores"». Consultado em 6 de abril de 2013 
  6. Quien (Jacky y William son Elegidos La Pareja Más Bella)
  7. Lista de nominados
  8. Universal "Sebastián Rulli fue declarado mejor actor en la 44ª edición de los Premios ACE"-actualizado febrero 2012
  9. «"Sueño en otro idioma" encabeza nominaciones de los Ariel del cine mexicano». pulsoslp. 23 de abril de 2018. Consultado em 23 de abril de 2018