Mamude de Gásni

Iamim Aldaulá Abde Alcacim Mamude ibne Sebuqueteguim (em persa: یمین‌الدوله ابوالقاسم محمود بن سبکتگین‎‎; transl.: Yāmīn al-Dawlah Abd al-Qāṣim Maḥmūd Ibn Sebük Tegīn; Gásni, 2 de novembro de 971Gásni 30 de abril de 1030), melhor conhecido somente como Mamude de Gásni[1] (em turco: Gazneli Mahmut); em persa: محمود غزنوی; transl.: Maḥmūd-e Ghaznawī), foi líder do Império Gaznévida desde 997 ou 998 até à sua morte. Mamude tornou a antiga capital da província de Gásni na mais rica cidade e capital de um extenso império, que incluiu o território pertencente ao actual Afeganistão, uma parte do actual Irão, bem como algumas regiões do noroeste do subcontinente Indiano, como o actual Paquistão. Foi igualmente o primeiro governador com o título de sultão, que significou a sua quebra com a suserania do califa abássida.

Mamude de Gásni
Mamude de Gásni
Emir gaznévida
Reinado 998-1002
Consorte de Cauçari Jeã
Antecessor(a) Ismail
Sucessor(a) elevação a sultão
Sultão gaznévida
Reinado 1002-30 de abril de 1030
Predecessor reinado como emir
Sucessor Maomé
 
Descendência Maomé
Maçude I
Iz Aldaulá
Solimão
Xuja
Nascimento 2 de novembro de 971
  Gásni
Morte 30 de abril de 1030
  Gásni
Pai Sebuqueteguim
Religião islamismo sunita

Durante o seu reinado, invadiu e saqueou os templos e as cidades mais ricas nas regiões da Índia actual dezassete vezes, fazendo milhares de escravos, e usou os saques para construir a sua capital em Gásni.[2]

Referências

  1. Alves 2014, p. 614.
  2. Heathcote, T.A. (1995). The Military in British India: The Development of British Forces in South Asia:1600-1947. [S.l.]: Manchester University Press. p. 6 

BibliografiaEditar

  • Alves, Adalberto (2014). Dicionário de Arabismos da Língua Portuguesa. Lisboa: Leya. ISBN 9722721798 

Ligações externasEditar

  • Mahmud (em inglês). Encylopaedia Britannica (edição em linha)
  Este artigo sobre Sultões é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.