Abrir menu principal
Manuel Lago González
Arcebispo da Igreja Católica
Arcebispo de Santiago de Compostela
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 26 de maio de 1888
Ordenação episcopal 3 de abril de 1910
por Benito Murúa López
Nomeado arcebispo Arcebispo de Santiago de Compostela
Dados pessoais
Nascimento Tui, Pontevedra
25 de outubro de 1865
Morte Santiago de Compostela, Corunha
18 de março de 1925 (59 anos)
Nacionalidade espanhol
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Manuel Lago González (Tui, 25 de outubro de 1865Santiago de Compostela, 18 de março de 1925), foi um eclesiástico e poeta galego. Em 1973 foi-lhe dedicado o Dia das Letras Galegas.

Índice

Trajectória eclesiásticaEditar

Seguiu a carreira eclesiástica no seminário diocesano da sua terra natal. No próprio seminário exerceu depois o professorado da Sagrada Escritura, de teologia, da língua grega e hebraica. Ganhou por oposição um canonicato na Catedral de Lugo. Posteriormente aderiu à dignidade episcopal, sendo bispo da diocese de Osma, da diocese de Tui e finalmente arcebispo de Santiago de Compostela.

Em 1924 foi eleito membro do Seminário de Estudos Galegos.

Obra escritaEditar

Publicou uma série de poesias. Uma selecção delas figura na edição de Os estudantes ao arcebispo de Santiago datada em 1924. Dez anos depois, apareceram também as composições da sua autoria nas obras Homenaxe ao arcebispo Lago González, Fror Nova e O neno Xesús, saídos da sua pena. O compositor Torres Creo colocou-as em suas músicas.

GaleriaEditar

Notas e bibliografiaEditar

Texto inicialmente baseado na tradução do artigo «Manuel Lago González» na Wikipédia em galego (acessado nesta versão).

Ligações externasEditar