Abrir menu principal
Maria Ana Josefa da Baviera
Marquesa da Baden-Baden
Princesa da Baviera
Maria Ana da Baviera, por Georg Desmarées (c. 1750)
Marquesa da Baden-Baden
Reinado 20 de julho de 1755 a 22 de outubro de 1761
Antecessor(a) Maria Ana de Schwarzenberg
Sucessor(a) Maria Vitória de Arenberg
 
Cônjuge Luís Jorge, Marquês de Baden-Baden
Casa Wettin
Wittelsbach
Nome completo
Maria Ana Josefa Augusta
Nascimento 7 de agosto de 1734
  Palácio Nymphenburg, Munique, Saxónia
Morte 7 de maio de 1776 (41 anos)
  Palácio Nymphenburg, Munique, Saxónia
Enterro Theatinerkirche, Munique
Pai Carlos VII do Sacro Império Romano-Germânico
Mãe Maria Amália da Áustria
Religião Católica

Maria Ana Josefa Augusta da Baviera (em alemão: Maria Anna Josepha Augusta von Bayern ; Munique, 7 de agosto de 1734 - Munique, 7 de maio de 1776), foi princesa da Baviera e Boêmia, e marquesa de Baden-Baden pelo casamento, filha do príncipe-eleitor Carlos Alberto da Baviera e da arquiduquesa Maria Amália da Áustria.

Índice

Família e origensEditar

Maria Ana[1]nasceu no Palácio Nymphenburg, em Munique, filha da arquiduquesa Maria Amália da Áustria e do príncipe-eleitor Carlos Alberto da Baviera (depois elevado a imperador Carlos VII). Maria Ana, como seus irmãos, recebeu uma educação excelente, principalmente no que diz respeito às artes (pintura, poesia e música).

Era a quinta filha dos seus pais, irmã mais velha de Maria Antónia da Baviera, que casou-se com seu primo Frederico Cristiano, Eleitor da Saxônia, de Teresa Benedita da Baviera, que morreu solteira, de Maximiliano III José, Eleitor da Baviera, casado com a princesa Maria Ana Sofia da Saxónia, e da princesa Maria Josefa da Baviera, casada com o imperador José II.

CasamentoEditar

Maria Ana casou-se em Munique, com Luís Jorge, Marquês de Baden-Baden, filho do falecido Luís Guillermo da Baden-Baden e sua esposa Sibylla da Saxónia-Lauenburg. O casal se casou no castelo Ettlingen em Baden em 20 de julho de 1755.

A noiva estava com 20 anos, o noivo com 53. O casal não teve filhos, no entanto Luís Jorge tinha uma filha sobrevivente de seu casamento anterior com Maria Ana de Schwarzenberg. Sua filha Isabel Augusta foi, porém, inútil para a sucessão.[2]

 
Maria Ana Josefa
Por Ludwig Ivenet

Seu marido tinha sido casado anteriormente com Maria Ana da Schwarzenberg,[2] com quem teve quatro filhos, mas apenas um sobreviveu à infância. Maria Anna era a filha única do príncipe Adam Francisco da Schwarzenberg e Leonor da Lobkowicz.

Viuvez e morteEditar

Seu marido morreu em 1761, e foi sucedido por seu irmão Augusto Jorge, Marquês de Baden-Baden. Como tal, sua esposa o belga nascido Maria Victoria da Arenberg, tornou-se a mulher mais importante na corte de Baden-Baden. Maria Ana desenvolveu uma grande paixão pela diplomacia. Ela forjou laços com Frederico II da Prússia, a fim de proteger o trono da Baviera como seu irmão, Maximiliano José III, não tinha filhos e temido para a sucessão.

Como viúva, Maria Ana retornou à sua Baviera natal, onde ela morreu no Palácio Nymphenburg, em Munique. Ela foi enterrada na Igreja de Theatine, Munique, tradicional local de sepultamento da realeza bávara.

GenealogiaEditar

Referências

  1. van de Pas, Leo. «Maria Anna Josepha, Herzogin von Bayern, Prinzessin von Bayern». Genealogics .org. Consultado em 2 de julho de 2010 
  2. a b «Ludwig Georg von Baden-Baden». Baden State Museum. Consultado em 29 de junho de 2010. Arquivado do original em 18 de setembro de 2010 
  3. The Peerage, consultado a 15 de Março de 2014
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Maria Ana Josefa da Baviera