Abrir menu principal
Maria Manuela Couto Viana
Nascimento 3 de março de 1919
Viana do Castelo
Morte 4 de janeiro de 1983 (63 anos)
Lisboa
Nacionalidade Portugal portuguesa
Ocupação Prémio do Grémio Nacional dos Editores e Livreiros (1942)
Magnum opus Raízes que não secam

Maria Manuela Couto Viana (Viana do Castelo, 3 de Março de 1919Lisboa, 4 de Janeiro de 1983), foi uma actriz, declamadora e escritora portuguesa.[1]

Índice

BiografiaEditar

Irmã de António Manuel Couto Viana.

Maria Viana, muito cedo começou a interessar-se pelas letras. Aos treze anos de idade já colaborava na imprensa de Viana do Castelo.[1] Aos dezasseis anos de idade estreou-se no cinema.[1]

FilmografiaEditar

  • Revolução de Maio

Obra literáriaEditar

  • Raízes que não Secam (1942)
  • Menina Mansa e Outras Poesias (1950)
  • Frauta Lonxana (1964)
  • A Varanda Verde (1956) (teatro)
  • O Mundo dos Meninos Verdes (1970) (novela infantil)
  • Bruxas, Feitiços. Defuntos, Aparições (1973) (crónicas)
  • Encruzilhadas (1979) (estórias)

PrémiosEditar

Referências

  1. a b c d O Grande Livro dos Portugueses ISBN 972-42-0143-0
  Este artigo sobre um ator ou atriz de cinema é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.