Marta Luísa da Noruega

Marta Luísa da Noruega (em norueguês: Märtha Louise; Oslo, 22 de setembro de 1971) é a única filha do rei Haroldo V da Noruega e da rainha Sônia. Ela é a quarta na linha de sucessão ao trono norueguês, depois de seu irmão, o príncipe herdeiro Haakon, e de seus sobrinhos, a princesa Ingrid Alexandra e o príncipe Sverre Magno. Ela também é a 65° na linha de sucessão ao trono britânico, por ser uma descendente de Eduardo VII do Reino Unido.

Marta Luísa
Princesa da Noruega
Ex-marido Ari Behn
Descendência Maud Behn
Leia Behn
Emma Behn
Casa Eslésvico-Holsácia-Sonderburgo-Glucksburgo
Nascimento 22 de setembro de 1971 (49 anos)
  Oslo, Noruega
Pai Haroldo V da Noruega
Mãe Sônia Haraldsen
Religião Igreja da Noruega

Até a constituição norueguesa ser emendada, em 1990, a sucessão do trono norueguês era efetuada apenas pela linha masculina. Assim, o irmão da princesa, o príncipe Haakon, embora seja dois anos mais novo, é designado como herdeiro do trono. [1]

Atualmente vive com as três filha em Lommedalen, Bærum.

Nascimento e batismoEditar

Marta Luísa nasceu no Hospital Nacional, em Oslo. Ela foi nomeada a partir de sua avó paterna, a princesa Marta da Suécia, e de sua trisavó, a rainha Luísa da Suécia, a filha de Carlos XV da Suécia e mãe de Haakon VII da Noruega.[1]

Seus padrinhos foram: o rei Olavo V, a princesa Margareta da Suécia, o conde Flemming af Rosenborg, a princesa Ragnhild da Noruega, Dagny Haraldsen (sua avó materna), Haakon Haraldsen, Nils Jørgen Astrup e Ilmi Ridderv.

EducaçãoEditar

Marta fez o Ensino Primário na escola Smestad de Oslo e o Ensino Médio no Kristelig Gymnasium, com ênfase em línguas, também em Oslo. Na primavera de 1990, ela se mudou para a Inglaterra onde fez um curso na Waterstock House Training Centre. Também neste país estudou Literatura na Univerisidade Oxford. Em 1992, começou a estudar na Bjørknes Privatskole em Oslo e mais tarde estudou Fisioterapia na Oslo University College, tendo depois feito uma com especialização em Mastrique, nos Países Baixos.[1]

Como outras atividades, praticou hipismo, tendo feito parte da Seleção de Equitação Hípica Nacional.[1]

Funções oficiaisEditar

Segundo seu perfil no site da Casa Real, ela atende compromissos como representante da família real em áreas ligadas a pessoas com defiência. Ela também é ativa em diversas patronagens, na sua fundação, a Princess Märtha Louise's Fund, e na Vi Foundation (Stiftelsen Vi). [1]

Vida profissionalEditar

 
Marta Luísa durante a assinatura de seu livro, Why Kings and Queens Don't Wear Crowns

Como fisioterapeuta, praticou brevemente sua profissão, mas escolheu posteriormente estabelecer seu próprio negócio comercial de entretenimento, fazendo representações públicas e televisionadas, recitando contos folclóricos e cantando com grupos corais noruegueses bem conhecidos.

A 1º de janeiro de 2002] Marta começou a trabalhar com mais liberdade em seu negócio, afastando-se um pouco de seu papel constitucional como princesa. Ela está pagando imposto de renda, e o rei, depois de consultá-la, decretou a remoção do prefixo Sua Alteza Real antes de seu nome. No exterior, porém, ela é estilizada Sua Alteza.

Desde 18 de janeiro de 2006, Marta Luísa não é patrona de nenhum grupo cultural. Atualmente, ela retém apenas seis papéis de patrocínio em grupos relacionados com saúde, como fundações para cegos, surdos e para aqueles com epilepsia.

Em 2004, Marta Luísa lançou um livro infantil, intitulado Why Kings and Queens Don't Wear Crowns.

Centro de Educação Astarte e escândaloEditar

Em junho de 2007, Marta Luísa e sua então companheira de negócios Elisabeth Nordeng, anunciaram a abertura de um centro de terapia alternativa, o Centro de Educação Astarte (Astarte Inspiration). Na época, a princesa alegou que tinha poderes psíquicos e que podia ensinar as pessoas a se comunicarem com anjos. Ela disse também que os estudantes de seu centro iriam aprender "como criar milagres" em suas vidas e a conduzir os poderes de seus anjos, os quais ela descreveu como "forças que nos cercam e que são a fonte e a ajuda em todos os aspectos de nossas vidas". Segundo a BBC, "o Palácio Real afirmou que não tem ligações oficiais com os planos de um centro de terapia alternativa da princesa". O curso de três meses custava 20 mil coroas suecas (cerca de 9 mil reais em valores de janeiro de 2020).[2]

Consequentemente, o Bergens Tidende, o quarto maior jornal da Noruega, exigiu que a princesa renunciasse ao seu título. Outras pessoas sugeriram que ela fosse excomungada da Igreja da Noruega, tendo o pastor norueguês Jan Hanvold a acusado de blasfêmia e disse que ela era uma "emissária do inferno".[3] [4] [5]

Em 11 de agosto de 2007, a princesa defendeu seu centro na NRK.

A parceria com Nordeng terminou em 2019, quando Marta resolveu fechar a "Escola dos Anjos" após alguns anos sofrendo baixa nos lucros. Segundo a Nettavisen, o centro havia movimentado um total de 25 milhões de coroas norueguesas (cerca de 12 milhões de reais em valores de janeiro de 2020).[6] [7] [1]

Vida pessoalEditar

Casamento e filhosEditar

Em 24 de maio de 2002, Marta Luísa casou-se com o escritor Ari Behn, na Catedral de Nidaros, em Trondheim. A união dos dois foi muito criticada, visto que Behn, que faleceu em 2019, era um plebeu. O casal teve três filhas e chegou a morar em Londres em 2015, com Marta dizendo que estava se mudando por estar cansada de sofrer preconceitos.[4]

DivórcioEditar

Em agosto de 2016, a casa real da Noruega anunciou que a princesa se divorciava de seu marido após 14 anos de casamento.[8] [9]

Relacionamento com Durek VerretEditar

Em maio de 2019, a imprensa noticiou que a princesa estava se relacionando com um xamã americano, chamado Durek Verret. A revista Caras escreveu que ele era um "curandeiro espiritual" e que entre seus clientes estavam a atriz Gwyneth Paltrow. "A princesa é conhecida por quebrar o protocolo e a etiqueta a que a realeza está obrigada, sem se importar com a opinião pública", escreveu a Caras também. [10] [11] [12]

Novamente, a exemplo de seu anterior relacionamento, também este provocou muita polêmica, principalmente após o casal lançar um ciclo de palestras chamado "A princesa e o xamã" e após Durek dizer que poderia curar câncer e retardar o envelhecimento, tanto que a imprensa noruega chegou a pedir a renúncia de Marta a seu título real. Um novo escândalo surgiu em junho, quando se descobriu que Durek era bissexual, tendo seu ex-namorado falado para a imprensa que não tinha nada de agradável a dizer sobre Durek, mas que lhe desejava o melhor. A polêmica foi tanta que em agosto de 2019 a casa real Noruega anunciou oficialmente que a princesa deixaria de usar seu título em seus trabalhos privados.[11] [13] [14] [15] [5]

No Natal de 2019, Durek fez sua primeira aparição pública ao lado da família real, atendendo ao culto natalino na Capela Holmenkollen.[16]

AncestraisEditar

Referências

  1. a b c d e f «Her Highness Princess Märtha Louise». www.royalcourt.no (em inglês). Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  2. «BBCBrasil.com | Notícias | Princesa da Noruega diz que pode 'falar com anjos'». www.bbc.com. Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  3. «BBCBrasil.com | Notícias | Princesa da Noruega diz que pode 'falar com anjos'». www.bbc.com. Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  4. a b «Marta Luísa, a princesa que fala com os anjos». www.sabado.pt. Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  5. a b «Saiba quem é o xamã e amor da princesa da Noruega». www.sabado.pt. Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  6. «Elisabeth Nordeng om bruddet med prinsesse Märtha: – Har gruet meg til å fortelle». www.vg.no (em norueguês bokmål). Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  7. Ripegutu, Halvor (17 de agosto de 2018). «Stjernesmell for Märtha Louises engleskole». Nettavisen (em norueguês). Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  8. «Prinsesse Märtha Louise og Ari Behn har bestemt seg for å gå fra hverandre». www.kongehuset.no (em norueguês). Consultado em 19 de janeiro de 2017 
  9. «Princess Martha Louise of Norway splits from husband of 14 years». HOLA (em inglês) 
  10. «Princesa Martha Louise tem novo amor». Caras. Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  11. a b «Namorado da princesa Martha Louise da Noruega diz conseguir retardar o envelhecimento através de poderes espirituais». Caras. Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  12. «Princesa da Noruega assume namoro com curandeiro espiritual | Donna». GaúchaZH. 15 de maio de 2019. Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  13. «Príncipe Haakon da Noruega quebra silêncio sobre polémico namoro da irmã, Martha Louise, com um xamã». Caras. Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  14. «Imprensa norueguesa quer que princesa renuncie por namorar com xamã». Wort.lu. 24 de maio de 2019. Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  15. «Ex-namorado de xamã Durek, que namora atualmente com a princesa Martha Louise, quebra silêncio». Caras. Consultado em 9 de janeiro de 2020 
  16. «Marta Luisa de Noruega y sus hijas acudían a la misa de Navidad horas antes del fatal desenlace». HOLA (em espanhol). 26 de dezembro de 2019. Consultado em 9 de janeiro de 2020 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um nobre é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Märtha Louise da Noruega
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Marta Luísa da Noruega