Martim Francisco Ribeiro de Andrada (filho)

político brasileiro (1825-1886)
(Redirecionado de Martim Francisco, o Moço)

Martim Francisco Ribeiro de Andrada (Mucidan, Marselha, França, 10 de junho de 18252 de março de 1886) foi um político brasileiro. Foi presidente da Câmara dos Deputados e ministro no segundo reinado.

Martim Francisco Ribeiro de Andrada
Martim Francisco, o moço, Ministro dos Negócios Estrangeiros (1866)
Nascimento 10 de junho de 1825
Mucidan, Marselha, França
Morte 2 de março de 1886 (60 anos)
Nacionalidade  Brasileiro
Ocupação Político
Martim Francisco Ribeiro de Andrada e Silva, da coleção Museu Histórico Nacional.

Da segunda geração dos Andrada e segundo político da família deste nome. Nasceu na França durante o exílio do pai. Era filho do conselheiro Martim Francisco Ribeiro de Andrada e de Gabriela Frederica Ribeiro de Andrada, irmão de José Bonifácio, o Moço e de Antônio Carlos Ribeiro de Andrada, senador estadual por Minas Gerais, que deu origem ao ramo mineiro dos Andrada.

Pelo lado paterno era sobrinho e pelo lado materno era neto de José Bonifácio de Andrada e Silva. Formou-se em ciências jurídicas pela Faculdade de Direito de São Paulo, onde foi professor.

Foi deputado provincial e geral por São Paulo. Era um dos principais líderes do Partido Liberal em São Paulo. Exerceu o mandato na Câmara entre 1853 e 1856 e depois entre 1861 a 1868. Foi Ministro de Estado dos Negócios Estrangeiros (1866) e Ministro da Justiça (1866-1868) durante a Guerra do Paraguai. Foi membro do Conselho de Estado e conselheiro de S. M. o Imperador D. Pedro II. Presidiu a Câmara dos Deputados em 1882.

Casou-se com Ana Benvinda Bueno de Andrada, sexta neta de Amador Bueno, capitão-mor e ouvidor da Capitania de São Vicente em 1627. Teve os filhos: Martim Francisco, Antônio Manoel, José Bonifácio, Gabriela, Ana Margarida e Maria Flora.


Precedido por
José Antônio Saraiva
Ministro das Relações Exteriores do Brasil
1866
Sucedido por
Antônio Coelho de Sá e Albuquerque
Precedido por
João Lustosa da Cunha Paranaguá
Ministro da Justiça do Brasil
1866 — 1868
Sucedido por
José de Alencar