Abrir menu principal

Maternidade (série de televisão)

(Redirecionado de Maternidade (série))
Maternidade
Informação geral
Formato Série
Gênero Drama médico
Duração 42 minutos
País de origem Portugal Portugal
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Sérgio Graciano
Produtor(es) Bruno Oliveira
Elenco Lúcia Moniz
José Fidalgo
Patrícia Bull
Martinho da Silva
Joaquim Horta
Isabel Figueira
Custódia Gallego
Alda Gomes
José Mata
Fernando Pires
Cláudia Semedo
Adriane Garcia
Miguel Costa
Empresa(s) de produção SP Televisão
Exibição
Emissora de televisão original RTP1
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Transmissão original 30 de janeiro de 201123 de fevereiro de 2013
N.º de temporadas 2
N.º de episódios 39

Maternidade é um drama médico português exibido ao final da tarde na RTP1. A primeira temporada começou a 30 de janeiro de 2011 e acabou a 24 de abril de 2011, transmitindo no total 13 episódios. A segunda temporada começou a 19 de agosto de 2012 e acabou a 23 de fevereiro de 2013, transmitindo um total de 26 episódios.

SinopseEditar

1ª Temporada (2011)Editar

Madalena Pires (Lúcia Moniz), uma obstetra brilhante, vê-se obrigada a trocar um dos mais conceituados hospitais públicos do país, onde trabalhava, por uma maternidade privada à beira do encerramento compulsivo... Madalena Valente tem a difícil tarefa de chefiar uma equipa de profissionais desmotivados... que se deparam com dramas associados à gravidez e à experiência da maternidade.[1]

2ª Temporada (2012 - 2013)Editar

Na segunda temporada, Madalena Pires (Lúcia Moniz) aceitou um convite que lhe foi endereçado para dirigir a Maternidade Porto Seguro, uma instituição privada de grande prestígio que oferece serviços nas áreas de obstetrícia, neonatologia, pediatria e cirurgia pediátrica. Há três meses, quando recebeu o convite para assumir o cardo de diretora clínica nesta unidade, Madalena não hesitou em abraçar este novo desafio na sua carreira, aliciada pela possibilidade de trabalhar numa das melhores unidades de obstetrícia e ginecologia do país. Luís Botelho (José Fidalgo), que continua a namorar com Madalena, está numa missão humanitária no Haiti, mas planeiam casar quando ele regressar. Um acontecimento trágico, porém, irá mudar tudo: o helicóptero onde Luís seguia sofre um acidente que vitimiza todos os tripulantes. Madalena terá agora de lidar com o falecimento do namorado, refugiando-se inicialmente no trabalho de forma a apagar a mágoa e o vazio deixados pela morte de Luís. Quando Madalena aceitou este novo desafio, prometeram-lhe todos os meios e condições necessários para manter o elevado nível de qualidade que é a imagem de marca desta maternidade. Contudo, passados apenas poucos meses no cargo, a administração pede a Madalena que corte nas despesas e otimize os lucros, mesmo que para tal tenha de dispensar pessoal médico. Esta inversão na estratégia da administração deve-se ao interesse que um grupo de investidores manifestou na compra da unidade, mas para a venda se concretizar a instituição tem de tornar-se um "produto" economicamente mais atrativo. Na maternidade, Madalena encontra um staff médico competente e motivado, mas com personalidades muito diversas. Inicialmente, a sua chegada é recebida com agrado pela maioria dos colegas, mas quando as intenções da administração em vender o hospital se tornam do conhecimento geral a posição de Madalena fica fragilizada. O receio de cortes e despedimentos torna o ambiente pesado. Madalena levou consigo alguns dos antigos colegas do Hospital do Tejo para trabalharem na Maternidade Porto Seguro. A sua amiga de confiança, Rosa Capucho (Patrícia Bull) foi uma escolha óbvia. Rosa redescobriu o prazer em ser médica obstetra, sentindo-se cada vez mais confortável na sala de partos. No entanto, cada novo nascimento lembra-lhe da sua própria dificuldade em engravidar. Ela tem feito tratamentos de fertilidade e juntamente com o seu marido têm tentado sem sucesso ter um filho. A pressão sentida pelo marido irá provocar uma crise no casamento e obrigar Rosa a redefinir as suas prioridades. Bruno Ferreira (Martinho da Silva) também acompanhou Madalena e é agora o responsável pelo serviço de neonatologia na Maternidade Porto Seguro. O seu jeito com os recém-nascidos continua inigualável, assim como a sua incapacidade para assumir uma relação séria. Laura Brito (Isabel Figueira), com quem namora, acusa-o constantemente de continuar irresponsável e de não conseguir assumir a relação. Contudo, Laura Brito duvida que Bruno alguma vez consiga ser o homem equilibrado e adulto que ela quer e nem sempre consegue ser tolerante com o comportamento dele. [2]

ElencoEditar

Referências

Ligações externasEditar