Mauro Silva

futebolista brasileiro
(Redirecionado de Mauro da Silva Gomes)

Mauro da Silva Gomes (São Bernardo do Campo, 12 de janeiro de 1968) é um ex-futebolista brasileiro que atuava como volante. Atualmente é vice-presidente da Federação Paulista de Futebol.[3]

Mauro Silva
Mauro Silva
Mauro Silva em 2022
Informações pessoais
Nome completo Mauro da Silva Gomes
Data de nascimento 12 de janeiro de 1968 (56 anos)
Local de nascimento São Bernardo do Campo, São Paulo, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,77 m[1]
destro
Informações profissionais
Clube atual aposentado
Posição volante
Clubes de juventude
1986
1986–1987
Serra Negra Esporte Clube[2]
Guarani
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1986–1989
1989–1992
1992–2005
Guarani
Bragantino
Deportivo La Coruña
00004 0000(0)
00062 0000(2)
00442 0000(1)
Seleção nacional
1991–2001 Brasil 00059 0000(0)

Carreira editar

Guarani editar

Iniciou sua carreira em 1985 no Guarani, onde disputou suas duas primeiras temporadas, porém sem muito destaque.[4]

Disputou sete partidas do Campeonato Paulista, uma pelo Brasileirão e três pela Copa Libertadores, competição na qual estreou em 12 de julho de 1988, em partida contra o Universitario, no Estádio Nacional, no Peru.[5]

Bragantino editar

Em 1990, Mauro Silva foi comprado pelo Bragantino, por uma bagatela de Cr$ 100 mil (valor muito baixo para a época), treinado por Wanderlei Luxemburgo. Apesar da sua juventude e falta de experiência em pouco tempo, tornou-se em um dos principais jogadores do time. Após duas ótimas temporadas e conquista de um Campeonato Paulista, ele foi convocado para seleção pelo técnico Paulo Roberto Falcão.[6][7]

Em 1991, com Carlos Alberto Parreira no banco, o time chegou perto de conquistar o Campeonato Brasileiro. Ficou em segundo lugar na primeira fase e enfrentou o Fluminense nas semifinais do campeonato, no Maracanã. Diante de 74.000 espectadores, Bragantino venceu por 1 a 0 com um gol de Franklin e com uma atuação notável de Mauro Silva, que lhe rendeu os elogios do histórico Eusébio, presente no estádio. Bragantino certificou a eliminação do Flamengo no jogo de volta, com um empate por 1 a 1. Mauro Silva também foi titular nos dois jogos da final, em que o São Paulo de Telê Santana acabou conquistando o título, após vencer por 1 a 0 no Morumbi e empatar sem gols em Marcelo Stéfani.[8][9]

La Coruña editar

No verão de 1992 foi comprado pelo Deportivo La Coruña, da Espanha, e apresentado juntamente com os compatriotas Donato e Bebeto, também futuras lendas do clube galego; Silva imediatamente se impõe como um homem-chave na formação do técnico Arsenio Iglesias.[10]

Por 13 anos, no Deportivo La Coruña, da Espanha, onde foi ídolo junto a outros dois brasileiros: Bebeto e Donato. No ano de 2000, Mauro chegou a recusar uma proposta para fazer parte dos Galácticos do Real Madrid.[11]

Encerrou sua carreira no dia 22 de maio de 2005, num jogo entre o La Coruña e o Mallorca no Estádio Riazor.[12] É o terceiro atleta do La Coruña com maior número de partidas pelo clube, atrás somente de Fran e Manuel Pablo.[13]

 
Rua Mauro Silva, em Corunha, (Galícia)

Em dezembro de 2016, quando o Deportivo comemorou seu 110º aniversário, Mauro Silva foi escolhido pelos torcedores do clube como o melhore jogador de sua história.[14]

Rua em La Coruña editar

A sessão plenária da Câmara Municipal de La Coruña aprovou a dedicação de uma rua na cidade em 2005 para Mauro Silva, mas não foi até 2018 quando entrou em vigor.[15]

Seleção Nacional editar

Pela Seleção Brasileira, Mauro Silva foi campeão da Copa do Mundo FIFA de 1994, realizada nos Estados Unidos. O volante atuou nas sete partidas, disputando um total de 616 minutos.[16] Três anos depois esteve no grupo que conquistou a Copa América de 1997.

Estilo de Jogo editar

Mauro Silva Caracterizava-se por sua grande técnica, a sua potênncia física e, sobre tudo, por sua firmeza no campo e a sua capacidade de comandar, além de sua habilidade para roubar a bola e interceptar passes, e por perder poucas vezes a posse de bola.[17]

Indiscutível titular para treinadores e torcedores, ele converteu-se num dos melhores jogadores do mundo em sua posição. Para alguns expertos do mundo do futebol, foi um dos melhores centrocampistas defensivos da história.[18][19]

Ancestralidade editar

Em 2022, Mauro Silva submeteu-se a exame de ancestralidade, onde descobriu que possui uma sopa genética, onde possui 42% de ancestralidade africana, 46% de ancestralidade europeia (Península Ibérica, Itália e Sardenha), 6% de ancestralidade do Oriente Médio e 6% americana.[20]

Títulos editar

Bragantino
Deportivo La Coruña
Seleção Brasileira

Prêmios individuais editar

Referências

  1. «Mauro Silva Gomes - Player Profile - Football» (em inglês). Eurosport UK. Consultado em 8 de agosto de 2021 
  2. «Monte Alegre do Sul homenageia Mauro Silva com memorial». Circuito de Notícias. 13 de fevereiro de 2020. Consultado em 18 de julho de 2022 
  3. «FPF convoca Mauro Silva para aproximar entidade dos jogadores». Estadão. 22 de julho de 2015. Consultado em 8 de agosto de 2021 
  4. «Mauro Silva no Guarani». Consultado em 4 de dezembro de 2022 
  5. «Universitario de Deportes 1-1 Guarani (1988)» (em inglês). Transfermarkt 
  6. «Mauro Silva il fortissimo mediano del Brasile anni 90 e bandiera del Depor!» (em italiano). footballstory. Consultado em 4 de dezembro de 2022 
  7. «30 anos do título: veja onde estão os jogadores que conquistaram o Paulistão de 90 com o Bragantino». GE. Consultado em 4 de dezembro de 2022 
  8. «5 grandes momentos do Bragantino na Série A do Brasileiro». redbull. Consultado em 4 de dezembro de 2022 
  9. «Em 1991, Bragantino encara o Fluminense na semifinal do Brasileirão». GE. Consultado em 4 de dezembro de 2022 
  10. «Dalla Galizia all'Europa. La favola del Super-Depor» (em italiano). Consultado em 4 de dezembro de 2022 
  11. Vladimir Bianchini (27 de abril de 2020). «Mauro Silva recusou 'milhões a mais' no Real Madrid dos galácticos, mas garante: 'Nunca me arrependi'». ESPN Brasil. Consultado em 8 de agosto de 2021 
  12. Antônio Torres (23 de maio de 2005). «Mauro Silva se despede e vira rua em La Coruña». Folha de S.Paulo. Consultado em 8 de agosto de 2021 
  13. «Listado de jugadores del Deportivo de La Coruña» (em espanhol). bdfutbol. Consultado em 4 de dezembro de 2022 
  14. «Mauro Silva recibirá un homenaje de la afición en el Deportivo-Málaga» (em espanhol). marca. Consultado em 4 de dezembro de 2022 
  15. «Mauro Silva descubre su calle en A Coruña arropado por el Deportivo» (em espanhol). elcorreogallego. Consultado em 4 de dezembro de 2022 
  16. «Tetracampeão em 94 e ídolo do La Coruña, Mauro Silva vira nome de rua na Espanha». GloboEsporte.com. 12 de abril de 2018. Consultado em 8 de agosto de 2021 
  17. «Mauro Silva, el maestro de lo invisible» (em espanhol). revistalibero. Consultado em 4 de dezembro de 2022 
  18. «Los mejores centrocampistas de la historia del fútbol» (em espanhol). bubblefootball. Consultado em 4 de dezembro de 2022 
  19. «Maldini: "El mejor mediocentro que he visto nunca es Mauro Silva"» (em espanhol). riazor. Consultado em 4 de dezembro de 2022 
  20. «O REI MAGO DE PÉS AFRICANOS». UOL. Consultado em 4 de dezembro de 2022 

Ligações externas editar