Abrir menu principal

New York Red Bulls

(Redirecionado de MetroStars)

O New York Red Bulls é uma equipe norte-americana de futebol, localizado na área metropolitana de Nova Iorque. O time compete como membro da Conferência Leste, na Major League Soccer (MLS).

Red Bull New York.PNG
Nome New York Red Bulls
Principal rival New York City
D.C. United
New England Revolution
Fundação 1995
como New York/New Jersey MetroStars
Estádio Red Bull Arena
Capacidade 25.000
Treinador Chris Armas
Material (d)esportivo Adidas
Competição Major League Soccer
Website Site oficial (em inglês)
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

HistóriaEditar

1995-2005: New York MetroStarsEditar

Fundado em 1995 como New York MetroStars e com sede em New Jersey, participou, entre 1996 e 2005, da Major League Soccer (MLS), a liga americana de futebol. Não ganhou nenhum título. Seus melhores resultados foram os vice-campeonatos da US Open Cup em 2003 e o da MLS Reserve Division em 2005. Participou da Copa Merconorte em 2001, mas foi desclassificado na primeira fase.

2006-atualidade: New York Red BullsEditar

 
Thierry Henry em ação durante a temporada 2010

Em 9 de março de 2006, o clube foi comprado pela companhia multinacional austríaca de bebidas energéticas Red Bull e mudou seu nome para New York Red Bulls. Foi vice-campeão da MLS Cup em 2008. Em 2009, o New York Red Bulls fez uma campanha muito ruim. Tanto, que venceu apenas 5 dos 30 jogos disputados. Terminou na última colocação geral e ficou a 9 pontos do penúltimo colocado, o San José Earthquakes. Ainda participou da Liga dos Campeões da CONCACAF 2009-10, mas não passou da fase preliminar. No dia 27 de março de 2010, o New York Red Bulls venceu o Chicago Fire na estreia da MLS deste ano por 1x0. Este também foi o primeiro jogo do clube pela liga utilizando o seu novo estádio, a Red Bull Arena. No dia 14 de julho de 2010, foi oficializada a contratação do craque francês Thierry Henry,[1] seguindo a Lei de Beckham. Henry estreou pelo New York no dia 22 de julho de 2010, num amistoso contra o Tottenham e fez um gol logo na estreia, mas o New York perdeu o jogo por 2x1. Em 2 de agosto, os Red Bulls contrataram mais um jogador seguindo a Lei de Beckham , o mexicano Rafael Márquez. Com a contratação de Márquez, os Red Bulls se tornaram a primeira equipe da MLS a ter três jogadores seguindo a Lei de Beckham. Nesse mesmo ano ficou em 3º lugar na MLS Supporters' Shield. Em 26 de outubro de 2013, conquistou seu primeiro título da MLS: MLS Supporters' Shield [2]

EstádioEditar

 
Inauguração da Red Bull Arena com a partida New York Red Bulls x Santos, em 20 de Março de 2010

Teve seu estádio próprio inaugurado no dia 20 de março de 2010 e se chama Red Bull Arena. Para comemorar a inauguração, o New York Red Bulls marcou um amistoso contra o Santos nesse mesmo dia. O jogo terminou em 3x1 para o New York Red Bulls.

RivalidadeEditar

Os times em que o New York Red Bulls mantém certa rivalidade são o D.C. United, o New England Revolution , o primeiro mantendo-se como o maior rival do time, desde a época dos MetroStars. Recentemente, rivaliza com outro time da cidade, o New York City.

TítulosEditar

Nacionais
Competição Títulos Temporadas
  MLS Supporters' Shield 3 2013, 2015, 2018
Regionais
Competição Títulos Temporadas
  Atlantic Cup 8 1997*, 2000*, 2001*, 2003, 2010, 2011, 2013, 2015
  New York Cup 1 2014
Conferência
Competição Títulos Temporadas
  MLS Western Conference (Playoff) 1 2008
  MLS Eastern Conference (Regular Season) 6 2000, 2010, 2013, 2015, 2016, 2018
Outros Títulos
Competição Títulos Temporadas
    Walt Disney World Pro Soccer Classic 1 2010
  Copa Emirates 1 2011
  La Manga Cup 1 2004

* Não oficiais.

Campanhas de destaqueEditar

Como New York MetroStars

Como New York Red Bulls

UniformesEditar

1º UniformeEditar

     
 
 
2006
     
 
 
2007–2008
     
 
 
2009
     
 
 
2010–2011
     
 
 
2012
     
 
 
2013–2014
     
 
 
2015–2016
     
 
 
2017–2018
     
 
 
2019–2020

2º UniformeEditar

     
 
 
2006
     
 
 
2007
     
 
 
2008
     
 
 
2009–2010
     
 
 
2011
     
 
 
2012
     
 
 
2013
     
 
 
2014–2015
     
 
 
2016–2017
     
 
 
2018–2019

3º UniformeEditar

     
 
 
2006

Elenco atualEditar

  • Atualizado em 05 de setembro de 2018.[3]
Legenda
  •  : Capitão
  •  : Jogador lesionado


Goleiros
N.º Jogador
1   Luis Robles  
18   Ryan Meara
24   Evan Louro
Defensores
N.º Jogador Pos.
29   Fidel Escobar Z
33   Aaron Long Z
47   Hassan Ndam Z
26   Tim Parker Z
21   Tommy Redding   Z
3   Kevin Politz Z
62   Michael Murillo LD
5   Connor Lade LD
6   Kyle Duncan   LD
41   Ethan Kutler LD
92   Kemar Lawrence LE
Meio-campistas
N.º Jogador Pos.
4   Tyler Adams V
90   Marc Rzatkowski V
27   Sean Davis V
23   Cristhian Cásseres Jr. M
10   Alejandro Romero M
22   Florian Valot   M
88   Vincent Bezecourt   M
Atacantes
N.º Jogador
7   Derrick Etienne
19   Alex Muyl
17   Ben Mines  
77   Daiel Royer
99   Bradley Wright-Phillips
9   Andreas Ivan
20   Amando Moreno
42   Brian White
16   Anatole Abang
Comissão técnica
Nome Pos.
  Chris Armas T
  Bradley Carnell AS
  C.J. Brown AS
  Todd Hoffard TG

Jogadores históricosEditar

 
O australiano Tim Cahill, ídolo da história recente do New York Red Bulls, em Maio de 2013

TécnicosEditar

EstádiosEditar

RecordesEditar

Média de públicoEditar

temporada regular/playoffs

  • 1996: 23,898/14,416
  • 1997: 16,899
  • 1998: 16,520/11,686
  • 1999: 14,706
  • 2000: 17,621/15,172
  • 2001: 20,806/12,817
  • 2002: 18,148
  • 2003: 15,822/10,211
  • 2004: 17,194/11,161
  • 2005: 15,077/10,003
  • 2006: 14,570/14,570
  • 2007: 16,530/14,165
  • 2008: 16,967/11,578
  • 2009: 12,229

Maior público em uma partida da liga: 66,237

NotasEditar

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar