Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde fevereiro de 2010). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Nélio Dias
Nascimento 22 de janeiro de 1945
Umarizal
Morte 20 de julho de 2007 (62 anos)
São Paulo
Cidadania Brasil
Ocupação político
Causa da morte síndrome de disfunção múltipla de órgãos

Nélio Silveira Dias (Umarizal, 22 de janeiro de 1945São Paulo, 20 de julho de 2007) foi um empresário, pecuarista e político brasileiro, com base eleitoral no estado do Rio Grande do Norte.

BiografiaEditar

Empresário com intensa participação em associações patronais e filiado ao Partido Progressista, então PPB, foi Secretário de Estado da Agricultura, no Rio Grande do Norte, entre 1999 e 2002. O cargo público o levou a ser eleito deputado federal pela primeira vez em 2002, tomando posse em 2003.

Em 2005, tornou-se vice-líder da bancada pepista na Câmara, e presidente nacional do partido. No dia 18 de julho de 2006, teve o nome divulgado na CPI das Sanguessugas, junto com outros 57 deputados suspeitos pelas emendas para o superfaturamento de ambulâncias. Foi considerado inocente da acusação pela CPI e teve nome retirado no dia 10 de agosto. No mesmo ano, foi reeleito deputado federal.

Em julho de 2007, licenciou-se do cargo para tratar um câncer de pulmão detectado seis anos antes. No dia 10 daquele mês, sofreu uma ruptura de aneurisma e parada cardíaca durante uma sessão de radioterapia, sendo internado com coma induzido na UTI do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. No dia 19, sofreu morte cerebral, tendo a falência dos órgãos no dia seguinte.

Em sua homenagem, foi dado o nome de Nélio Dias ao novo ginásio de Natal, na capital do Rio Grande do Norte.