Abrir menu principal

Wikipédia β

Nikolay Davydenko

Nikolay Vladimirovitch Davydenko (em russo Николай Владимирович Давыденко, (2 de junho de 1981, Sievierodonetsk, URSS) é um ex-tenista profissional russo.

Tenista Nikolay Davydenko
Davydenko Hamburg.jpg
Nikolay Davydenko
País  União Soviética
Residência Rússia Volgogrado, Rússia
Data de nasc. 2 de junho de 1981 (36 anos)
Local de nasc. União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Severodonezk, RSS Ucrânia, URSS
Altura 1,78 m
Peso 70 Kg
Treinado por Eduard Davydenko
Profissionalização 1999
Aposentadoria 16/10/2014[1]
Mão Direita
Prize money US$ 16 486 480;Fonte
Simples
Vitórias-Derrotas 482–329
Títulos 23
Melhor ranking 3° (6 de novembro de 2006)
Resultados de Grand Slam
Open da Austrália QF (2005, 2006, 2007, 2010)
Roland Garros SF (2005)
Wimbledon R16 (2007)
US Open SF (2006, 2007)
Torneios principais
Tour Finals V (2009)
Duplas
Vitórias-Derrotas 61–67
Títulos 1
Melhor ranking 31° (13 de junho de 2005)
Última atualização em: 15 de Maio de 2016.

Nicolay Davydenko é casado desde 2006 com Irina Davydenko (formada em psicologia) conhecida por sempre acompanhar o marido em todos os jogos. Seu técnico foi o seu irmão Eduard Davydenko.[2]

Durante os 15 anos em que foi profissional, Davydenko chegou a ser o terceiro melhor do ranking mundial masculino, tendo somado ao todo 21 títulos de simples e mais dois de duplas.

Em 2006 foi o segundo jogador com mais títulos (5) logo após o suíço Roger Federer, e ainda venceu a Taça da Copa Davis. E foi justamente em 2006 que ele obteve sua melhor colocação no ranking, chegando ao número 3 do mundo. Naquela temporada, Davydenko foi semifinalista no Grand Slam do Open dos Estados Unidos, caindo apenas diante do suíço Roger Federer, que depois iria conquistar a taça em Flushing Meadows.

Sua conquista mais importante foi Vencer o ATP World Tour Finals de 2009, ao derrotar na grande final o argentino Juan Martín del Potro. Para chegar ao título ele superou o espanhol Rafael Nadal, o suíço Roger Federer e o sueco Robin Soderling. Com isso, ele se tornou no primeiro russo a vencer esse torneio. Ele também foi vice-campeão do ATP World Tour Finals em 2008, ao perder na final para o sérvio Novak Đjoković.

Venceu 3 ATP Masters 1000, sendo que o primeiro foi em 2006 no Paris Masters 1000, o segundo em 2008 no Miami Masters 1000, onde derrotou o espanhol Rafael Nadal na final, e o terceiro em 2009 no Shanghai Masters 1000, derrotando igualmente o espanhol Rafael Nadal na final.

Ele começou 2010 com o pé direito ao vencer o ATP 250 de Doha no Qatar, derrotando o então n º1 do mundo Roger Federer na semifinal (6-4,6-4) e conquistando o título após virada espetacular sobre o nº 2 do mundo Rafael Nadal por 0-6,7-6(10-8) e 6-4. Em 2011 nesse mesmo torneio, após vencer Rafael Nadal na semifinal, perdeu o título na final contra o suíço Roger Federer, este que conquistou o torneio pela terceira vez.

Em 2014 aos 33 anos de idade e depois de 15 anos como profissional, o russo resolveu pendurar a raquete. O tenista alegou que o principal motivo para largar o tênis profissional foram as sucessivas lesões que vinha enfrentando. “Tive muitas lesões nos últimos anos”, declarou o russo, que no momento em que resolveu pendurar a raquete ocupava a modesta 244ª colocação no ranking, Em seu ápice, durante os 15 anos em que foi profissional, Davydenko chegou a ser o terceiro melhor do ranking mundial masculino, tendo somado ao todo 21 títulos de simples e mais dois de duplas.

O tenista russo manteve-se na alta-roda do tênis mundial durante 15 anos, mas nunca conseguiu atingir a final de um torneio do Grand Slam, pois seus melhores resultados em torneios do Grand Slam foram as semifinais do Open dos Estados Unidos de 2006 e 2007 e Open da França de 2005. "Não lamento nunca ter ganhado um Grand Slam, nem nunca ter chegado a ser número um mundial", disse Davydenko, que começou a competir no circuito profissional em 1999.

“Kolya”, como foi chamado o russo, tinha a capacidade de transformar a quadra numa enorme mesa de pingue-pongue; cortando as trajetórias e batendo na bola em antecipação, o seu estilo assentava em poderosas direitas e esquerdas (a duas mãos) ‘disparadas’ de modo muito peculiar: a rotação dos ombros e dos quadris durante a execução permite-lhe não só imprimir grande velocidade à bola como recolocar-se para a pancada seguinte.

Índice

Desempenho em TorneiosEditar

SimplesEditar

Finais Vencidas (21)Editar

Legenda
Grand Slam (0)
Tennis Masters Cup
ATP World Tour Finals (1)
ATP Masters Series
ATP World Tour Masters 1000 (3)
ATP International Series Gold
ATP World Tour 500 Series (1)
ATP International Series
ATP World Tour 250 Series (16)
Títulos por superfície
Dura (8)
Grama (0)
Saibro (10)
Carpete (3)
Nr. Data Torneio Superfície Adversário na Final Resultado
1. 30 de Dezembro de 2002   Adelaide, Austrália Dura   Kristof Vliegen 6-2, 7-6(3)
2. 7 de Abril de 2003   Estoril, Portugal Saibro   Agustin Calleri 6-4, 6-3
3. 26 de Abril de 2004   Munique, Alemanha Saibro   Martin Verkerk 6-4, 7-5
4. 11 de Outubro de 2004   Moscou, Rússia Carpete   Greg Rusedski 3-6, 6-3, 7-5
5. 16 de Maio de 2005   Pörtschach, Áustria Saibro   Jürgen Melzer 6-3, 2-6, 6-4
6. 22 de Maio de 2006   Pörtschach, Áustria Saibro   Andrei Pavel 6-0, 6-3
7. 31 de Julho de 2006   Sopot, Polônia Saibro   Florian Mayer 7-6(6), 5-7, 6-4
8. 21 de Agosto de 2006   New Haven, USA Dura   Agustin Calleri 6-4, 6-3
9. 9 de Outubro de 2006   Moscou, Rússia Carpete   Marat Safin 6-4, 5-7, 6-4
10. 30 de Outubro de 2006   Paris, França Dura   Dominik Hrbaty 6-1, 6-2, 6-2
11. 5 de Outubro de 2007   Moscou, Rússia Dura   Paul-Henri Mathieu 7-5, 7-6(9)
12. 27 de Março de 2008   Miami, USA Dura   Rafael Nadal 6-4, 6-2
13. 18 de Maio de 2008   Pörtschach, Áustria Saibro   Juan Monaco 6-2, 2-6, 6-2
14. 9 de Junho de 2008   Varsóvia, Polônia Saibro   Tommy Robredo 6-3, 6-3
15. 19 de Julho de 2009   Hamburgo, Alemanha Saibro   Paul-Henri Mathieu 6-4, 6-2
16. 27 de Julho de 2009   Umag, Croácia Saibro   Juan Carlos Ferrero 6-3, 6-0
17. 28 de Setembro de 2009   Kuala Lumpur, Malásia Dura   Fernando Verdasco 6-4, 7-5
18. 11 de Outubro e 2009   Shanghai, China Dura   Rafael Nadal 7-6(3), 6-3
19. 29 de Novembro de 2009   ATP World Tour Finals, Londres, Reino Unido Dura   Juan Martín del Potro 6-3, 6-4
20. 9 de Janeiro de 2010   Doha, Qatar Dura   Rafael Nadal 0-6, 7-6(8), 6-4
21. 1 de Maio de 2011   Munique, Alemanha Saibro   Florian Mayer 6-3, 3-6, 6-1

Finais Perdidas (6)Editar

Nr. Data Torneio Superfície Adversário na Final Resultado
1. 1 de Maio de 2003   St. Pölten, Áustria Saibro   Andy Roddick 6–3, 6–2
2. 8 de Maio de 2006   Estoril, Portugal Saibro   David Nalbandian 6–3, 6–4
3. 17 de Julho de 2006   Båstad, Suécia Saibro   Tommy Robredo 6–2, 6–1
4. 20 de Abril de 2008   Estoril, Portugal Saibro   Roger Federer 7–6(5), 1–2, ret.
5. 16 de Novembro de 2008   Tennis Masters Cup, Shanghai, China Dura   Novak Đoković 6–1, 7–5
6. 8 de Janeiro de 2011   Doha, Qatar Dura   Roger Federer 6–3, 6–4

DuplasEditar

Finais Vencidas (1)Editar

Legenda
Grand Slam (0)
Tennis Masters Cup
ATP World Tour Finals (0)
ATP Masters Series
ATP World Tour Masters 1000 (0)
ATP International Series Gold
ATP World Tour 500 Series (0)
ATP International Series
ATP World Tour 250 Series (1)
Títulos por superfície
Dura (0)
Grama (0)
Saibro (0)
Carpete (1)
Nr. Data Torneio Superfície Parceiro Adversários na Final Resultado
1. 17 de Outubro de 2004   Moscou, Rússia Carpete   Igor Andreev   Mahesh Bhupathi
  Jonas Björkman
3–6, 6–3, 6–4

Finais Perdidas (2)Editar

Nr. Data Torneio Superfície Parceiro Adversários na Final Resultado
1. 17 de Outubro de 2005   Moscou, Rússia Carpete   Igor Andreev   Max Mirnyi
  Mikhail Youzhny
6–1, 6–1
2. 9 de Junho de 2008   Varsóvia, Polônia Saibro   Yuri Schukin   Mariusz Fyrstenberg
  Marcin Matkowski
6–0, 3–6, [10–4]

Linha do tempo em Grand SlamsEditar

Torneio 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 V–D Vitórias %
Australian Open A 2R 1R 1R 2R QF QF QF 4R A QF 1R 1R 2R 2R 23–13 63.89
Roland-Garros A 2R 2R 2R 1R SF QF SF 3R QF A 2R 1R 3R 1R 26–13 68.42
Wimbledon A A 1R 1R 1R 2R 1R 4R 1R 3R 2R 1R 1R A A 7–11 41.18
US Open A 1R 2R 2R 3R 2R SF SF 4R 4R 2R 3R 2R 2R A 26–13 66.67
Vitórias–Derrotas 0–0 2–3 2–4 2–4 3–4 11–4 13–4 17–4 8–4 9–3 6–3 3–4 1–4 4–3 1–2 82–50 63.28

Referências

  1. «Retired players» (em inglês). International Tennis Federation 
  2. «Perfil na ATP». Consultado em 5 de janeiro de 2016