Nova Spivack
Nascimento 5 de junho de 1969 (50 anos)
Boston
Nacionalidade Estadunidense
Página oficial
www.novaspivack.com/

Nova Spivack (Boston, 5 de junho de 1969) é um empreendedor americano, investidor de risco e autor.[1] Ele é investidor e CEO do incubador de ciência e tecnologia em estágio inicial, Magical[2] e cofundou o Arch Mission Foundation.[3]

Spivack previamente cofundou o Bottlenose,[4][5] EarthWeb, Radar Networks, que foi comprado por EVRI, The Daily Dot, e Live Matrix, que foi comprada por OVGuide em dezembro de 2011.[6] Ele investiu em empresas como Klout,[7] que foi comprada pela Lithium, Sensentia, PublishThis, Next IT,[6] e é um parceiro de risco no Rewired.[8] Ele também é um investidor para o EES Ventures, um fundo inical focado em inovação energética,[9] e está no Conselho Administrativo do Common Crawl Foundation.[10]

Juventude e educaçãoEditar

Nova Spivack nasceu em Boston e cresceu em Watertown, Massachusetts.[11] Ele foi aceito cedo na University of Massachusetts Boston onde estudou enquanto ainda estava no Ensino Médio. Em 1989, ele participou de uma pesquisa de verão no MIT e participou de um estudo sobre técnicas em Computação paralela para pesquisar as teorias do caos e complexidade focadas em Autômatos Celulares. Ele estudou filosofia no Oberlin College com foco em inteligência artificial e Ciência cognitiva, onde formouse com um Bacharel em 1991.[10][12] Spivack estudou na Universidade Espacial Internacional em 1992.[12] Ele se formou em Ciências da Vida Espacial e também trabalhou no programa do UEI sobre hamanas espaciais. Seus estudos no UEI foram financiados pela NASA e pela ESA .[13][14] Enquanto estava no UEI, ele também trabalhou no Japão num projeto para construir um sistema internacional de satélites de energia solar.[14] Spivack depois treinou com a Força Aérea Russa em voos parabólicos de gravidade reduzida e voou ao limite do espaço com a Space Adventures em 1999.[15]

CarreiraEditar

ComeçoEditar

No final dos anos 80, enquanto estudante universitário, Spivack desenvolveu um software para Kurzweil Computer Products e depois para Thinking Machines.[13][14] Em 1993, Spivack trabalhou no Individual, Inc., uma empresa de de risco que desenvolvia softwares inteligentes para filtrar novas fontes.[13][14] Nova Spivack cofundou EarthWeb, um website que provia recursos para desenvolvimento na carreira e informação técnica para profissionais de TI, em 1994.[16] Enquanto estava no EarthWeb, Spivack ajudou os estabelecimentos, incluindo AT&T, Sony, The Metropolitan Museum of Art, BMG Music Club e New York Stock Exchange lançarem suas primeiras operações virtuais em grande escala.[15] EarthWebexecutou com sucesso sua Oferta pública inicial em novembro de 1998.[17] Na época, o lucro de dia inicial do EarthWeb esteve entre um dos maiores da história do NASDAQ e ajudou a recapturar[18] o interesse diminuido dos investidores em novas ofertas de ações de empresas baseadas na Internet.[17][19][20] O conteúdo de negócios da WarthWeb foi comprado pela Internet.com em 2000. Dice.com, propriedade da EarthWeb, continuou como uma empresa a parte até ser comprada por, aproximadamente, US$200 em 2005, seguida por uma oferta pública inicial na NASDAQ em 2007.[21]

2000-2009Editar

De 1999-2000, Spivack ajudou a co-fundar e construir o nVention Convergence Ventures, um incubador de propriedade intelectual do SRI International e Sarnoff Laboratories.[12] Enquanto consultava para o nVention, Spivack fundou duas empresas próprias: Lucid Ventures, uma incubadora de empresas, em 2001, e uma empresa de tecnologia, Radar Networks, em 2003. Tadar Networks inventou tecnologias baseadas em padrões da Web Semantica que a empresa também licenciou ao CALO, um projeto do SRI fundado pela DARPA.[22][23] Spivack conseguiu o financiamento externo inicial para o Radar Networks em Abril de 2006.[24]

Radar Networks apresentou seu primeiro produtor comercial, Twine, uma ferramenta de Web Semântica para armazenamento de informação, autoração e descoberta, em 2008.[25] Twine foi comprada por Evri, uma empresa financiada por Paul Allen, em março de 2010.[26]

Em 2009, Spivack tornou-se o primeiro investidor do Klout.com, um website e app móvel que mede a influência social.[27]

2010-atualmenteEditar

Spivack e Sanjay Reddy lançaram o Live Matrix, que visava prover um guia unificado online de todos os conteúdos e eventos que estavam programados a ocorrer na Internet.[28] Live Matrix foi comprada pela OVGuide em dezembro de 2011.[29]

Bottlenose, um empreendimento de inteligência de tendência localizado em Los Angeles co-fundado por Spicack que analisa a mídia social e dados de negócios para detectar tendências para marcas, foi lançado do modo "stealth" em abril de 2011. Spivack cofundou a empresa em 2010 com Dominiek ter Heide.[30] Bottlenose provê softwares que descobre tendências emergentes em fluxos de dados de alto volume tais como na mídia social; TV e rádio; e dados corporativos em tempo real, como fluxos financeiros e de TI.[4][5]

The Daily Dot, um jornal online cofundado por Spivack que cobre notícias e tendências em comunidades da Internet, foi lançado em agosto de 2011.[31] Spivack serve como um doador para o Commercial Spaceflight Federation.[2] Ele também é membro do Conselho de Educação e Conscientização do For All Moonkind, Inc. uma organização não lucrativa dedicada ao desenvolvimento do quadro jurídico necessário para gerenciar e proteger o patrimônio cultural humano no espaço.

Em 2015, Spivack cofundou o Arch Mission Foundation, uma organização não lucrativa criada para espalhar o conhecimento através do Sistema Solar. Através do Arch Mission Foundation, Spivack curou a primeira biblioteca espacial permanente, que contém a Trilogia Fundação de Issac Asimov armazenada num disco de quartzo abordo do Tesla Roadster que foi lançado ao espaço pelo Falcon Heavy da SpaceX em 2018.[32][33][34] Spivack é também fundador e CEO do Magical Corporation, um estúdio de ciência e tecnologia.[35][36]

AutoriaEditar

Spivack é considerado um pioneiro em tecnologia da web semântica.[37][38][39] Spivack tem autoria de, aproximadamente, 100 patentes garantidas e em espera.[40][41] Ele escreve sobre o futuro da Internet e tópicos sobre pesquisa, mídia social, personalização, filtragem de informação, empreendimento e tecnologias da Web com suas aplicações.[42][43] Spivack tem sido entrevistado pelo TechCrunch, Live Science, Space.com e outras publicações sobre o desenvolvimento de dispositivos de armazenamento de dados para uso em missões espaciais e a preservação da civilização terrestre.[44]

Vida pessoalEditar

Nova Spivack é neto do teórico de gerenciamento Peter F. Drucker.[38] Ele é casado com Kimberly Rubin-Spivack. Seus pais são a poeta Kathleen Spivack e o inventor Mayer Spivack.[11]

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Nova Spivack».

ReferênciasEditar

  1. Lisa Krieger (8 de janeiro de 2014). «Veneer of privacy grows thinner as technology infiltrates our live». Phys.org. Consultado em 9 de janeiro de 2015 
  2. a b «Nova Spivack». i-com 
  3. «The Arch Mission» 
  4. a b Anthony Ha (25 de março de 2014). «Bottlenose Adds Real=Time TV And Radio And Data to Its Social Trend Monitoring». TechCrunch. Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  5. a b Greg Finn (3 de outubro de 2013). «Bottlenose Launchers "Nerve Center" An Enterprise Trend Intelligence & Discovery Tool». MarketingLand. Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  6. a b «Nova Spivack: Executive Profile & Biography». BloombergBusiness. Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  7. Kate Knibbs (27 de março de 2014). «Klout just got its biggest perk of all: A $200 million buyout». The Daily Dot. Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  8. Francis, Sam (3 de agosto de 2017). «Rewired Launches $100 Million Robotics-Focused Venture Studio and Fund». Robotics & Automation News. Consultado em 18 de outubro de 2017 
  9. «EES Ventures Closes Inaugural Fund, at €4.16M». Finsmes. 1 de agosto de 2016. Consultado em 18 de outubro de 2017 
  10. a b «Distinguished Alumni Award: Nova Spivack '87». Beaver Country Day School. Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  11. a b Heather Green (8 de julho de 2007). «A Web That Thinks Like You». Bloomberg Business. Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  12. a b c Ruth Morton (30 de maio de 2011). «Nova Spivack: World Renowned; Pioneering Global Technology Visionary Innovator, Strategist, Entrepreneur, Investor». TechNet. Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  13. a b c «Lucid Ventures Management Profile». Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  14. a b c d Bijal Trivedi. «Manhattan via Nepal The Earthweb Story». Oberlin Alumni Magazine (Spring 1998). Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  15. a b Dominic White (1 de março de 2008). «Nova Spivack has Big Ideas on Web 3.0». Telegraph UK. Consultado em 4 de junho de 2009 
  16. Rosabeth Moss Kanter (2001). Evolve!: Succeeding in the Digital Culture of Tomorrow. [S.l.]: Harvard Business Press. Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  17. a b Om Malik (12 de novembro de 1998). «Warburg Pincus wins big in Earthweb IPO». Forbes. Consultado em 4 de junho de 2009 
  18. David Lazarus (11 de novembro de 1998). «Net Stock Frenzy Goes Flat». Wired. Consultado em 4 de junho de 2009 
  19. Dawn Kawamoto (12 de novembro de 1998). «TheGlobe.com sets IPO price». CNET. Consultado em 4 de junho de 2009 
  20. Jayson Blair (27 de dezembro de 2007). «EarthWeb Selling Most of Its Web Sites and News Services». New York Times. Consultado em 3 de junho de 2009 
  21. Rafat Ali (15 de abril de 2007). «Dice.com Parent Files For $100 Million IPO». Gigaom. Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  22. Elise Ackerman (28 de maio de 2009). «Siri lifts veil on intelligent assistant». Physorg.com. Consultado em 21 de junho de 2009 
  23. «Semantic Web on the Desktop». MK Bergman.com. Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  24. Megan McCarthy (25 de fevereiro de 2008). «EarthWeb Founder Nova Spivack's Startup Finds $13M». Wired. Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  25. Erica Naone (21 de setembro de 2008). «Untangling Web Information». Technology Review. Consultado em 30 de maio de 2009 
  26. Joseph Tartakoff (11 de março de 2010). «Evri Buy Twine.com Parent Radar Networks». Gigaom. Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  27. Robin Wauters (29 de outubro de 2011). «How Klout Got Klout.com». TechCrunch. Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  28. Liz Gannes (16 de março de 2010). «Nova Spivack's Live Matrix - A programming Guide for the Live Web». Gigaom. Consultado em 16 de maio de 2010 
  29. Sarah Perez (31 de dezembro de 2011). «Live Matrix, "The TV Guide for the Web," Acquired by OVGuide». TechCrunch. Consultado em 8 de fevereiro de 2012 
  30. MG Siegler (5 de abril de 2011). «Stealthy Bottlenose Hopes To Fulfill The Unkept Promise Of Twitter Annotations (And More)». TechCrunch. Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  31. Heather Kelly (22 de agosto de 2011). «The Daily Dot wants to be a small town paper for the entire Internet». Venture Beat. Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  32. Taylor, Chris. «The accidental library: Why Elon Musk launched books to space that could last 14 billion years». Mashable (em inglês). Consultado em 10 de maio de 2018 
  33. «Putting Civilization in a Box for Space Means Choosing Our Legacy». Space.com. Consultado em 10 de maio de 2018 
  34. «The special data device SpaceX's Falcon Heavy sent to orbit is just the start – TechCrunch». techcrunch.com (em inglês). Consultado em 10 de maio de 2018 
  35. «CSF Launches Patron Program To Represent Growing Commercial Space Ecosystem - Commercial Spaceflight Federation». www.commercialspaceflight.org (em inglês). Consultado em 10 de maio de 2018 
  36. S, John (9 de dezembro de 2017). «Watch The Daily Dot Founder Grill the TokenPay CEO Live on Air.». Medium. Consultado em 5 de outubro de 2018 
  37. Paul Miller (17 de junho de 2009). «Nova Spivack interviews Wolfram Alpha's Russell Foltz-Smith». ZDNet.com. Consultado em 30 de janeiro de 2015 
  38. a b John Markoff (19 de outubro de 2007). «What I Meant to Say Was Semantic Web». New York Times. Consultado em 18 de junho de 2009 
  39. Tim Bowler (27 de maio de 2009). «Hello clouds, hello sky, hello future». BBC News. Consultado em 18 de junho de 2009 
  40. «Nova Spivack». Reinvent (em inglês). 23 de abril de 2014. Consultado em 10 de maio de 2018 
  41. «Nova Spivack Inventions, Patents and Patent Applications - Justia Patents Search». patents.justia.com (em inglês). Consultado em 10 de maio de 2018 
  42. John D. Sutter (12 de maio de 2009). «New search engines aspire to supplement Google». CNN. Consultado em 30 de maio de 2009 
  43. «Radar Networks Management Team». Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  44. «The Most Interesting Thing Shot into Space This Week Wasn't a Tesla». Live Science. Consultado em 10 de maio de 2018 

Ligações externasEditar