Abrir menu principal
Oscar 1929
First Academy Awards
A primeira cerimônia do Oscar foi realizada no Hollywood Roosevelt Hotel.
Data 16 de maio de 1929
Organização Academia de Artes e Ciências Cinematográficas
Apresentação Douglas Fairbanks
Local Hollywood Roosevelt Hotel
Hollywood, Los Angeles, Califórnia
País  Estados Unidos
Destaques
Maior número de prêmios Seventh Heaven e Sunrise: A Song of Two Humans (3)
Maior número de indicações Seventh Heaven (5)
Melhor filme Wings[1]
Oscar 1930

A primeira cerimônia do Oscar (no original: First Academy Awards), apresentada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (AMPAS), homenageou os melhores filmes de 1927 e 1928. Aconteceu em 16 de maio de 1929, em um jantar privado realizado no Hollywood Roosevelt Hotel, em Los Angeles, Califórnia. O presidente da AMPAS, Douglas Fairbanks, apresentou o show. Com os ingressos custando cinco dólares, 270 pessoas participaram do evento, que teve duração de quinze minutos. Os prêmios foram criados por Louis B. Mayer, fundador da Mayer Pictures Corporation (atualmente incorporada pela Metro-Goldwyn-Mayer). Esta é a única cerimônia do Oscar a não ser transmitida tanto no rádio como na televisão.

Durante a cerimônia, a AMPAS premiou doze categorias com o Oscar. Os vencedores foram anunciados três meses antes do evento ao vivo. Algumas nomeações foram anunciadas sem referência a um filme específico, como Ralph Hammeras e Nugent Slaughter, que receberam indicações na categoria extinta de engenharia de efeitos.[2] Ao contrário das cerimônias posteriores, um ator ou diretor podia ser premiado por vários trabalhos dentro de um ano. Emil Jannings, por exemplo, ganhou a categoria de melhor ator por seu trabalho tanto em The Way of All Flesh e The Last Command. Além disso, Charlie Chaplin e Warner Brothers receberam um prêmio honorário cada.[3][4]

Os principais vencedores na cerimônia foram Seventh Heaven e Sunrise: A Song of Two Humans, que ganharam três Óscares, além de Wings, vencedor de duas categorias. Entre as conquistas, Sunrise ganhou o prêmio de melhor qualidade artística de produção, e Wings ganhou o prêmio de melhor filme. Estas duas categorias na época eram vistas como as principais, pois eram destinadas a homenagear os aspectos mais importantes de uma produção cinematográfica superior. No ano seguinte, a Academia deixou de entregar o prêmio de melhor qualidade artística de produção, e decidiu retroativamente que o prêmio ganho por Wings foi a maior honra concedida naquela noite.[2]

AntecedentesEditar

Em 1927, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (AMPAS) foi criada por Louis B. Mayer, fundador da Louis B. Mayer Pictures Corporation, que então iria se juntar à Metro-Goldwyn-Mayer (MGM). O propósito de Mayer na criação do prêmio foi de unir os cinco ramos da indústria cinematográfica, incluindo atores, diretores, produtores, técnicos e escritores.[5] Mayer comentou sobre a criação dos prêmios dizendo: "Descobri que a melhor maneira de lidar [com cineastas] era entregando medalhas para todos eles [...] Se eu lhes desse taças e prêmios eles se matariam para produzir o que eu queria. Então, eu criei o Oscar".[6] Mayer pediu a Cedric Gibbons, diretor de arte da MGM, para projetar um troféu para o Oscar.[5][7] Os nomeados foram notificados através de um telegrama em fevereiro de 1928.[5] Em agosto de 1928, Mayer contatou o Conselho Central de Juízes da Academia para decidir os vencedores.[5] No entanto, de acordo com com o diretor americano King Vidor, a votação para o melhor filme estava nas mãos dos fundadores da AMPAS, Douglas Fairbanks, Sid Grauman, Mayer, Mary Pickford e Joseph Schenck.[8]

CerimôniaEditar

A cerimônia foi realizada em 16 de maio de 1929,[1][3][4][9] no Hollywood Roosevelt Hotel, localizado em Los Angeles, Califórnia.[3] Ela consistiu de um jantar privado com 36 mesas de banquete,[10] onde 270

pessoas participaram; os ingressos custavam cinco dólares (equivalente a US$ 68,91 em 2016).[3] Atores e atrizes chegaram no hotel em veículos de luxo, onde muitos fãs compareceram para incentivar as celebridades.[10] A cerimônia não foi transmitida pela rádio ou televisão,[3] e foi organizada pelo diretor da AMPAS, Douglas Fairbanks.[1][3][4][11] O evento teve duração de quinze minutos.[9]

Vencedores e indicadosEditar

Os vencedores foram anunciados três meses antes da cerimônia.[3][4][9] Os vencedores incluíam: Emil Jannings, o primeiro ganhador[3] do prêmio de melhor ator (The Way of All Flesh e The Last Command);[4][9] Janet Gaynor para melhor atriz (Seventh Heaven, Street Angel e Sunrise: A Song of Two Humans); Frank Borzage para melhor diretor, drama (Seventh Heaven); Lewis Milestone para melhor diretor, comédia (Two Arabian Knights); e Wings para melhor filme (o mais caro de seu tempo).[1][2] Também foram entregues dois prêmios especiais: um a Charlie Chaplin, candidato múltiplo para um filme (melhor ator, melhor roteirista e melhor diretor, comédia em The Circus), que foi removido das listas, de forma a reconhecer a sua contribuição total para a indústria; [4] e outro para a Warner Brothers, pelo pioneirismo em filmes sonoros (The Jazz Singer). Três categorias foram eliminadas de cerimônias subsequentes: engenharia de efeitos, melhor título e de melhor qualidade artística de produção.[2] As maiores produtoras de filmes receberam o maior número de prêmios: Fox Films Corporation, MGM, Paramount Pictures, Radio-Keith-Orpheum e Warner Brothers Production.[5]

PrêmiosEditar

  Indica o ganhador dentro de cada categoria.

  Lucien Hubbard da Paramount PicturesWings

  William Fox da Fox Film CorporationSunrise: A Song of Two Humans

  Lewis MilestoneTwo Arabian Knights

  Frank BorzageSeventh Heaven

  Emil JanningsThe Last Command e The Way of All Flesh

  Janet GaynorSeventh Heaven, Street Angel e Sunrise: A Song of Two Humans

  UnderworldBen Hecht

  Seventh HeavenBenjamin Glazer

  Sunrise: A Song of Two HumansCharles Rosher e Karl Struss

  The Dove e TempestWilliam Cameron Menzies

  WingsRoy Pomeroy

Melhor título

  The Red MillJoseph Farnham

Prêmios honoráriosEditar

Várias indicações e prêmiosEditar

Galeria dos vencedoresEditar

Vencedores do Oscar de 1929
Wings é considerado pela mídia como o primeiro filme a ganhar o Oscar de melhor filme. Também ganhou o prêmio de melhor engenharia de efeitos[1] 
Lewis Milestone, melhor diretor, filme de comédia 
Frank Borzage, melhor diretor, filme de drama 
Emil Jannings, melhor ator 
Janet Gaynor, melhor atriz 
Charles Chaplin, prêmio honorário 
Warner Brothers Prodution, prêmio honorário. Na imagem o First National Studios, Burbank, c. 1928. 

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar


  1. a b c d e «This day in History» (em inglês). History. A&E Networks. Consultado em 5 de outubro de 2010 
  2. a b c d «The Official Academy Awards Database» (em inglês). Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Consultado em 18 de fevereiro de 2012. Arquivado do original em 21 de setembro de 2008 
  3. a b c d e f g h i j «History of the Academy Awards» (em inglês). Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Consultado em 6 de maio de 2010. Cópia arquivada em 8 de abril de 2010 
  4. a b c d e f Dirks, Tim. «1927–28 Academy Awards Winners and History» (em inglês). Rainbow Media. Consultado em 6 de maio de 2010 
  5. a b c d e Cosgrave 2007, p. 1
  6. Eyman 2005, p. 117
  7. Eyman 2005, p. 209
  8. Eyman 2005, p. 138
  9. a b c d Pawlak, Debra Ann. «The Story of the First Academy Awards». The MediaDrome (em inglês) 
  10. a b Cosgrave 2007, p. 4
  11. «Names make news». Revista Time (em inglês). Time Inc. 27 de maio de 1929. Consultado em 5 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 27 de outubro de 2010 

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar