Abrir menu principal

Pão de ló

(Redirecionado de Pão-de-ló)
Versão caseira do pão de ló em Portugal.

O pão de ló (pré-AO 1990: pão-de-ló), também chamado bolo esponjoso, é um bolo (por vezes, pode ser considerado um doce) criado pelo cozinheiro genovês Giovan Battista Cabona[1] que, na sua receita original, era elaborado com ovos, açúcar e farinha de trigo e sem fermento ou xarope.

Na Itália, o doce chama-se Pan di Spagna[2], em homenagem ao rei Fernando VI de Espanha.

Em Portugal, existem versões modificadas da receita de pão de ló que se tornaram símbolos dessas regiões, como o de Alfeizerão, o de Ovar, o de Margaride (Felgueiras) e o de Arouca.

Ainda em Portugal, existe uma versão não original da receita chamado "pão de ló à brasileira", totalmente diferente do original tradicional, principalmente por levar muito menos ovos.

O bolo mais parecido com o pão de ló da culinária da Inglaterra e outros países de idioma inglês, incluindo a culinária dos Estados Unidos, é o sponge cake.

Os primeiros portugueses que chegaram ao Japão no século XVI levaram consigo a receita de pão de Castela que se tornou num dos doces mais típicos do Japão, o Kasutera.

HistóriaEditar

Receita original do pão de lóEditar

Estima-se que o pão de ló tenha sido criado na segunda metade de 1700, quando o cozinheiro genovês Giobatta Carbona, enviado a Espanha pelo marquês Domenico Pallavicino (nomeado embaixador em 1747 pelo rei da Espanha Fernando VI), presenteou o rei espanhol ), por ocasião de um banquete, com um bolo extremamente leve que designou como Pan di Spagna em homenagem à corte espanhola da época.

A inovação dessa receita é justamente o modo de preparação da massa a frio e rica em ovos, com todos os ingredientes adicionados num recipiente e depois cozinhados em banho-maria. Com os anos, essa técnica de preparação foi abandonada.

O pão de ló de Alfeizerão Editar

Alfeizerão, freguesia do concelho de Alcobaça, distrito de Leiria (Portugal), é conhecida pelo seu famoso pão de ló, ex libris da terra, que o jornal Ecos do Alcoa designava, em 1932, por "pão de ló da tia Amália". Devido a uma deturpação na pronúncia, é conhecido também por "Pão-de-Ló de Alfazeirão".

O pão de ló de Ovar Editar

 
Versão industrial do Pão de Ló de Ovar
 Ver artigo principal: Pão de Ló de Ovar

O Pão de Ló de Ovar é um produto de pastelaria típico e tradicional da cidade de Ovar, sendo considerado o principal prato gastronómico desta localidade.[3][4] Sendo amplamente reconhecido não só na Região de Aveiro, como a nível nacional e internacional, este doce garantiu a proteção internacional da sua denominação de origem, em 2016.[5][6][7]

O pão de ló de AroucaEditar

 
Fatias do pão de ló de Arouca.

Em Arouca, mais concretamente na freguesia de Burgo, é preparado e vendido desde 1840 o chamado pão de ló de Arouca. Distingue-se dos outros pães de ló por ser preparado em formas rectangulares. É comercializado sob a forma de fatias embaladas individualmente. Antes de serem embaladas, as fatias de pão de ló de Arouca são envolvidas numa calda quente de açúcar.[8][9]

Referências

  1. «Pan di Spagna Le Origini di questo dolce Italiano». Consultado em 2014. Arquivado do original em 25 de outubro de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. «Il pan di spagna è italiano! – Sponge cake is Italian!». March 11, 2013  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. Fernandes, Daniel. «Produtos Tradicionais Portugueses». Produtos Tradicionais Portugueses. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  4. Caderno de Especificações do Pão de Ló de Ovar - Indicação Geográfica Protegida, APPO – ASSOCIAÇÃO DE PRODUTORES DE PÃO DE LÓ OVAR, Consultado em 29 de novembro de 2019
  5. Sá, Ana Cordeiro de (25 de agosto de 2016). «Pão de Ló de Ovar com Denominação de Origem Protegida a partir de 1 de Setembro». AGRICULTURA E MAR ACTUAL. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  6. REGULAMENTO DE EXECUÇÃO (UE) 2016/1407 DA COMISSÃO de 12 de agosto de 2016, relativo à inscrição de uma denominação no Registo das denominações de origem protegidas e das indicações geográficas protegidas [Pão de Ló de Ovar (IGP)], Comissão Europeia, consultado em 27 de novembro de 2019.
  7. Diário da República, 2.ª série — N.º 180 — 15 de setembro de 2015, República Portuguesa, consultado em 29 de novembro de 2019.
  8. [1]
  9. DIAS, Luiz Duarte de Oliveira. Pão de Ló de São Luiz