Abrir menu principal

Caio Pompônio Grecino (em latim: Gaius Pomponius Graecinus) ou Públio Pompônio Grecino (em latim: Publius Pomponius Graecinus) foi um político romano nomeado cônsul sufecto em 16. Provavelmente era um homem novo levado ao Senado por Augusto. Sabe-se que Grecino era amigo do poeta Ovídio, que endereçou-lhe três de suas "Epistulae ex Ponto" ("Cartas do Mar Morto") por volta de 10[1]. Lúcio Pompônio Flaco, cônsul em 17 e governador romano da Síria em 35, era seu irmão.

Em 21 foi admitido entre os irmãos arvais[2].

Pompônia Grecina, esposa de Aulo Pláucio, o primeiro governador romano da Britânia, provavelmente era sua filha ou neta.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Ovídio, Epistulae ex Ponto i.6, ii.6, iv.9.
  2. Der Neue Pauly, Stuttgardiae 1999, T. 10, c. 123

Ligações externasEditar