Abrir menu principal

Paraná Soccer Technical Center

O Paraná Soccer Technical Center (Centro de Treinamento de Futebol do Paraná), conhecido pela sigla PSTC, é um clube de futebol com sede em Cornélio Procópio[carece de fontes?], Paraná. O PSTC participa da Campeonato Paranaense de Futebol com o nome de PSTC Procopense e manda seu jogos no Estádio Municipal Ubirajara Medeiros, na cidade de Cornélio Procópio.

PSTC
Paraná Soccer Technical Center.png
Nome Paraná Soccer Technical Center - Centro de Treinamento de Futebol do Paraná
Fundação 15 de agosto de 1994 (25 anos)
Estádio Ubirajara Medeiros
Localização Cornélio Procópio
Presidente Mário Iramina
Treinador Reginaldo Vital
Material (d)esportivo Umbro
Competição Paranaense - Série A
Website www.pstc.com.br
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O clube é reconhecido no cenário brasileiro de futebol por ser uma equipe que revelou vários jogadores como, Alan Bahia, Dagoberto, Guilherme, Jádson e Rafinha. Entre todos os jogadores revelados pelo PSTC, destacam-se dois, que defenderam a seleção brasileira em Copas do Mundo, Fernandinho, em 2014 e Kléberson, em 2002 e 2010.

HistóriaEditar

O PSTC surgiu em 1994[1], a partir de uma proposta de um grupo de empresários. Eles tinham como objetivo criar em Londrina um centro esportivo para o desenvolvimento técnico da prática do futebol e a formação de atletas profissionais.

Os frutos começaram a render já em 1998. A primeira grande revelação do PSTC foi o volante e atual técnico da equipe profissional, Reginaldo Vital, negociado em 1998 com Gamba Osaka- JAP, através da parceria com o Paraná Clube.

Estando sempre entre as quatro melhores equipes do Paraná, o PSTC conquistou o primeiro título de expressão no ano 2000, quando venceu o Campeonato Paranaense Sub-17. Este feito voltou a se repetir em 2002, 2003 e 2008, ano em que também foi campeão do Campeonato Paranaense Sub-15 pela primeira vez.

Desde 2010, o PSTC vem disputando competições como time profissional. Nas suas duas primeiras participações no Campeonato Paranaense da 3ª divisão, o clube não conseguiu o acesso. Já em 2012, o PSTC ficou com a 3ª colocação, chegando assim à Segunda Divisão do Campeonato Estadual. No ano de estreia na segundona, o clube fez uma parceria com o município de Cornélio Procópio, tornando-se o PSTC Procopense, equipe que terminou sua participação na 6ª colocação em 2013 e 4ª colocação em 2014.

A parceria foi mantida em busca do sonho de chegar à elite do futebol paranaense em 2015. Com o Estádio Ubirajara Medeiros em Cornélio Procópio passando por reformas, o PSTC mandou seus jogos em Sertanópolis. A campanha não poderia ter sido melhor, foram 14 jogos, com 9 vitórias e a conquista de uma vaga na série A do Campeonato Paranaense. Além disso, o PSTC Procopense fechou com chave de ouro sua participação, sagrando-se Campeão Paranaense da Segunda Divisão de forma invicta.

Em 2016, sua estreia na elite do futebol Paranaense foi surpreendente. O time chegou até a semifinal do campeonato, sendo o único ‘intruso” da fase, já que os outros três classificados foram o Coritiba, Paraná e Atlético Paranaense – famoso “Trio de Ferro” do Paraná.  Essa mesma campanha, rendeu ao clube uma vaga para disputar o Título do Interior e uma vaga na série D do Campeonato Brasileiro. Na final do interior, o adversário foi o tradicional Londrina, que venceu o time procopense nos pênaltis, em uma partida emocionante no Ubirajara Medeiros.

No Brasileiro, o PSTC jogou com equipes do estado de São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O clube procopense lutou até a última rodada da primeira fase por uma classificação, mas esta não veio. Apesar disso, o time ficou muito satisfeito a sua primeira campanha em uma competição nacional.

RevelaçõesEditar

O trabalho do PSTC sempre teve como objetivo revelar atletas para grandes clubes do futebol brasileiro. Os resultados começaram logo cedo com à negociação do meia Reginaldo Vital para o Paraná Clube e posteriormente para o Gamba Osaka. Além dele, vários outros atletas foram formados pelo clube, e ganharam destaque no cenário do futebol mundial, como Dagoberto e Jádson.

Na conquista do Bi-campeonato paranaense Sub-17 em 2002, o grande destaque ficou por conta do capitão Fernandinho, que também foi negociado como o Atlético-PR, seguindo os passos de Dagoberto e Jadson. Já jogando pela equipe curitibana, Fernandinho representou o Brasil no mundial Sub-20 em 2003, marcando o gol do título na final contra a Espanha. Em 2005, o volante foi jogar no Shaktar Donetsk, onde ficou até 2013, ano em que foi negociado com o Manchester City. No clube inglês, Fernandinho destacou-se logo no primeiro ano. As boas atuações lhe rendeu uma convocação para representar o Brasil na Copa do Mundo de 2014. O nome de maior destaque entre os atletas revelados pelo PSTC é o do volante Kléberson, que deixou o clube em 1999 em direção ao Atlético-PR.

Além destes outros atletas de destaque que foram revelados pelo PSTC são o goleiro Guilherme (Lokomotiv Moscou) e os laterais Abner (Real Madrid Castilla) e Rafinha (Bayern de Munique).

TítulosEditar

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Paranaense - Segunda Divisão 2 2015 e 2019

Elenco atualEditar

Goleiros
Jogador
  Lucas Alves
  Santiago
  Diego
Defensores
Jogador Pos.
  Tayron Z
  Thiago Spice Z
  Max Z
  Pedrão LD
  Índio LE
  Leonardo LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
  Rafael Lemes V
  Júlio César V
  Adriano V
  Makelele V
  Welker V
  Tácio V
  Fauver V
  Caxambú M
    Alex M
  Luan M
  Baroni M
  Carrer M
Atacantes
Jogador
  Afonso
  Lucão
  Rodrigo
  Diego
  Thales
Comissão técnica
Nome Pos.
  Reginaldo Vital T
  Flávio Elias AS

Principais revelações do clubeEditar

Ligações externasEditar

Referências

  1. «Formador de jogadores da Seleção, PSTC chega à Série A do Paranaense». Portal Globo Esporte. 3 de junho de 2015. Consultado em 27 de dezembro de 2018