Abrir menu principal

Campeonato Brasileiro de Futebol de 2012 - Série D

Campeonato Brasileiro de 2012 - Série D
Brasileirão 2012 - Série D
Brasil
Dados
Participantes 40
Organização CBF
Período 23 de junho21 de outubro
Gol(o)s 483
Partidas 190
Média 2,54 gol(o)s por partida
Campeão Sampaio Corrêa
Vice-campeão CRAC
Promovido(s) Baraúnas
CRAC
Mogi Mirim
Sampaio Corrêa
Melhor marcador Nino Guerreiro (CRAC) – 13 gols
Melhor ataque (fase inicial) Sampaio Corrêa – 25 gols
Melhor defesa (fase inicial) Sampaio Corrêa – 2 gols
Maiores goleadas
(diferença)
Cianorte 6–0 Marília
Estádio Olímpico Albino TurbayCianorte
25 de junho, grupo A7
 
Sampaio Corrêa 6–0 Santos-AP
Estádio Nhozinho SantosSão Luís
12 de maio, grupo A2
 
Friburguense 6–0 Guarani-MG
Estádio Eduardo GuinleNova Friburgo
26 de agosto, grupo A6
Público 437 293
Média 2 301,5 pessoas por partida
◄◄ Brasil 2011 Soccerball.svg 2013 Brasil ►►

A Série D do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2012 foi a quarta edição da competição de futebol profissional equivalente à quarta divisão no Brasil. Foi disputada por 40 equipes que se classificaram através dos campeonatos estaduais e outros torneios realizados por cada federação estadual.

Originalmente o campeonato teria início a 26 de maio e previsão de término a 30 de setembro, mas a três dias da estreia o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu suspender a competição até que questões judiciais envolvendo a participação de clubes na Série C (interferindo diretamente na D) fosse resolvida.[1] A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) chegou a estudar o cancelamento das Séries C e D em 2012 e o adiamento da competição para 2013,[2] mas após a retirada de ações na justica por parte de alguns clubes envolvidos, a competição foi iniciada em 23 de junho.[3][4]

A edição de 2012 foi a primeira em que a CBF custeou as despesas de todos os clubes, viabilizando a participação de várias destas equipes.[5] Na final, o Sampaio Corrêa conquistou o título após vencer o CRAC por 2–0 em São Luís, na partida de volta, após empate por 1–1 na ida em Catalão. Ambas as equipes, além de Baraúnas e Mogi Mirim garantiram o acesso à Série C de 2013.[6]

Índice

Critérios de classificaçãoEditar

As 40 vagas para a disputa da Série D em 2012 foram distribuídas da seguinte forma:[7]

  • Os quatro rebaixados da Série C de 2011;
  • Os nove primeiros estados no Ranking Nacional das Federações, divulgado pela CBF, tem direito a dois representantes cada, indicados através do desempenho nos campeonatos estaduais ou outros torneios realizados por cada federação estadual;
  • Os demais 18 estados terão um representante cada, indicados através do desempenho nos campeonatos estaduais ou outros torneios realizados por cada federação estadual.

Em caso de desistência, a vaga seria ocupada pelo clube de mesma federação melhor classificado, ou então, pelo clube apontado pela federação estadual. Se o estado não indicasse nenhum representante, a vaga seria repassada ao melhor estado seguinte posicionado no Ranking Nacional das Federações, que indicaria uma equipe a ocupar o mesmo grupo da equipe original. Caso a vaga ainda ficasse em aberto, seria transferida ao segundo estado seguinte e melhor colocado no ranking, sendo assim sucessivamente. O limite de usufruto de vaga repassada é de uma por federação.[7]

Formato de disputaEditar

Na primeira fase os 40 clubes estão divididos em oito grupos com cinco clubes cada, agrupados regionalmente. Os dois primeiros de cada grupo classificam-se à segunda fase, onde estes 16 clubes restantes jogarão em sistema eliminatório em jogos de ida e volta – iniciando-se nas oitavas de final – onde classificam-se os clubes com melhor resultado agregado, considerando vitórias e gols marcados como visitante. Na terceira fase (quartas-de-final), os oito clubes restantes novamente jogarão em sistema eliminatório, idêntico ao da fase anterior, classificando-se os vencedores para as semifinais. Os clubes com melhor campanha jogam a segunda partida em seu estádio.[7]

Os quatro semifinalistas adquirem o direito de disputar a Série C de 2013. Vencedores das semifinais jogam as finais em ida e volta, com o clube de melhor campanha realizando a partida decisiva em seus domínios. O melhor resultado agregado nas finais coroa o campeão da Série D de 2012.[7]

ParticipantesEditar

Equipe Cidade Estado Como se classificou Estádio (mando) Capacidade[8] Part. Títulos
Aparecidense[a] Aparecida de Goiânia   GO 3º melhor classificado do Estadual 2012 Hailé Pinheiro 6 400 0 0 (não possui)
Aracruz Aracruz   ES Campeão do Estadual 2012 Bambu 2 400 0 0 (não possui)
Araguaína Araguaína   TO 20° colocado da Série C de 2011 Mirandão 10 000 1 0 (não possui)
Arapongas Arapongas   PR Melhor classificado do Estadual 2012 Dos Pássaros 10 000 0 0 (não possui)
Atlético Acreano Rio Branco   AC Melhor classificado do Estadual 2012 Arena da Floresta 20 000 0 0 (não possui)
Baraúnas Mossoró   RN Melhor classificado do Estadual 2012 Leonardo Nogueira 4 000 0 0 (não possui)
Brasil de Pelotas[b] Pelotas   RS 18º colocado da Série C de 2011 Bento Freitas 18 000 0 0 (não possui)
Campinense Campina Grande   PB 17º colocado da Série C de 2011 Amigão 25 770 0 0 (não possui)
Ceilândia Ceilândia   DF Campeão do Metropolitano 2012 Abadião 4 000 1 0 (não possui)
CENE Campo Grande   MS Campeão do Estadual 2011 Douradão 30 000 1 0 (não possui)
Cerâmica[c] Gravataí   RS 6º melhor classificado no Estadual 2012 Vieirão 8 000 1 0 (não possui)
Cianorte Cianorte   PR 2º melhor classificado do Estadual 2012 Albino Turbay 1 716 1 0 (não possui)
Comercial Campo Maior   PI Campeão do Torneio Movimentação 2012 Albertão 44 200 1 0 (não possui)
Concórdia[d] Concórdia   SC 5º colocado da Copa Santa Catarina de 2011 Domingos Machado 5 000 0 0 (não possui)
CRAC Catalão   GO Melhor classificado do Estadual 2012 Genervino da Fonseca 8 354 1 0 (não possui)
CSA Maceió   AL Melhor classificado do Estadual 2012 Rei Pelé 18 801 2 0 (não possui)
Feirense Feira de Santana   BA Melhor classificado do Estadual 2012 Pedro Amorim 5 000 0 0 (não possui)
Friburguense Nova Friburgo   RJ Vice-campeão da Copa Rio 2011 Eduardo Guinle 6 550 1 0 (não possui)
Guarani Divinópolis   MG 2º melhor classificado do Estadual 2012 Farião 4 080 0 0 (não possui)
Horizonte Horizonte   CE Melhor classificado do Estadual 2012 Domingão 10 500 0 0 (não possui)
Itabaiana Itabaiana   SE Campeão do Estadual 2012 Presidente Médici 11 000 0 0 (não possui)
Juventude Caxias do Sul   RS Campeão da Copa FGF de 2011 Alfredo Jaconi 23 726 2 0 (não possui)
Marília Marília   SP 19º colocado da Série C de 2011 Bento de Abreu 15 010 0 0 (não possui)
Metropolitano Blumenau   SC Melhor classificado do Estadual 2012 Monumental do Sesi 2 300 3 0 (não possui)
Mirassol Mirassol   SP 2º melhor classificado do Estadual 2012 Campos Maia 15 000 2 0 (não possui)
Mixto Cuiabá   MT Melhor classificado do Estadual 2012 Dutrinha 3 500 1 0 (não possui)
Mogi Mirim Mogi Mirim   SP Melhor classificado do Estadual 2012 Romildão 19 900 0 0 (não possui)
Nacional Nova Serrana   MG Melhor classificado do Estadual 2012 Arena do Calçado 10 000 0 0 (não possui)
Náutico Boa Vista   RR Campeão do Torneio Seletivo 2012 Ribeirão 3 000 0 0 (não possui)
Penarol Itacoatiara   AM Campeão do Estadual 2011 Floro de Mendonça 2 710 2 0 (não possui)
Petrolina Petrolina   PE Melhor classificado do Estadual 2012 Coelhão 5 000 0 0 (não possui)
Remo[e] Belém   PA Vice-campeão do Estadual 2012 Baenão 12 000 1 0 (não possui)
Sampaio Corrêa São Luís   MA Campeão do Estadual 2011 Nhozinho Santos 12 891 2 0 (não possui)
Santos[f] Macapá   AP Campeão do 1° turno do Estadual 2011 Glicério Marques 5 630 0 0 (não possui)
Sobradinho[g] Sobradinho   DF 3º melhor classificado do Metropolitano 2012 Augustinho Lima 15 000 0 0 (não possui)
Sousa Sousa   PB Melhor classificado do Estadual 2012 Marizão 5 400 0 0 (não possui)
Vilhena Vilhena   RO Melhor classificado do 1ª turno do Estadual 2012 Portal da Amazônia 5 000 0 0 (não possui)
Vitória da Conquista Vitória da Conquista   BA Campeão da Copa Estado da Bahia de 2011 Lomanto Júnior 12 500 2 0 (não possui)
Volta Redonda[h] Volta Redonda   RJ 2º melhor classificado do Estadual 2012 Raulino de Oliveira 20 255 1 0 (não possui)
Ypiranga Santa Cruz do Capibaribe   PE 2º melhor classificado do Estadual 2012 Limeirão 5 000 1 0 (não possui)
  • a. ^ O CRAC, melhor classificado, desistiu da vaga, mas voltou atrás e confirmou sua participação. Com a desistência do Itumbiara, segundo melhor classificado, a vaga foi repassada à Aparecidense.[9][10]
  • b. ^ Após decisão judicial, em 18 de maio a CBF confirmou a inclusão do Brasil de Pelotas na Série C, na vaga pertencente ao Santo André. Após reunião entre representantes da entidade, da Federação Gaúcha e do clube, ficou definido que o time de Pelotas disputaria a Série D. A liminar que colocaria o clube na terceira divisão foi cassada pelo STJD.[11][12]
  • e. ^ O Cametá, campeão do Estadual 2012, desistiu de disputar o campeonato e a vaga foi repassada ao Remo.[16]
  • f. ^ O Trem, campeão do Estadual 2011, deveria disputar a Série D, mas a vaga foi repassada ao vice-campeão Santos em circunstâncias pouco esclarecidas.[17]
  • g. ^ O Gurupi desistiu de participar do campeonato devido ao imbróglio que impediu o seu início e à demora em sua resolução. Nenhuma outra equipe de Tocantins se interessou pela vaga, assim como nenhuma equipe de Goiás, estado melhor posicionado no Ranking Nacional das Federações. O Luziânia, vice-campeão do Metropolitano, recusou o convite sendo este oferecido ao Sobradinho, ambos do Distrito Federal, segunda federação melhor posicionada no RNF.[18]
  • h. ^ O Resende desistiu de disputar o campeonato por falta de patrocinador e a vaga foi repassada ao Volta Redonda.[19][20]

Primeira faseEditar

Grupo A1Editar

 Ver artigo principal: Resultados do grupo A1

Zona de classificação para a próxima fase

Grupo A2Editar

 Ver artigo principal: Resultados do grupo A2

Zona de classificação para a próxima fase

Grupo A3Editar

 Ver artigo principal: Resultados do grupo A3

Zona de classificação para a próxima fase

Grupo A4Editar

 Ver artigo principal: Resultados do grupo A4

Zona de classificação para a próxima fase

Grupo A5Editar

 Ver artigo principal: Resultados do grupo A5

Zona de classificação para a próxima fase

Grupo A6Editar

 Ver artigo principal: Resultados do grupo A6

Zona de classificação para a próxima fase

Grupo A7Editar

 Ver artigo principal: Resultados do grupo A7

Zona de classificação para a próxima fase

Grupo A8Editar

 Ver artigo principal: Resultados do grupo A8

Zona de classificação para a próxima fase

Fase finalEditar

 Ver artigo principal: Resultados da fase final

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito os times classificados.

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
 de 1 a 12 de setembro  de 15 a 23 de setembro  de 30 de setembro a 10 de outubro  14 e 21 de outubro
                                                 
   Nacional-MG 2 0 2  
   CRAC (gf) 1 1 2  
     CRAC* (gf) 2 1 3  
     Friburguense 0 3 3  
   Ceilândia 0 1 1
   Friburguense 0 2 2  
     CRAC 1 2 3  
     Mogi Mirim 1 0 1  
   Mogi Mirim (gf) 0 2 2  
   Metropolitano 1 1 2  
     Mogi Mirim* (pen) 1 2 3 (4)
     Cianorte 2 1 3 (2)  
   Juventude 3 0 3
   Cianorte 1 3 4  
     CRAC 1 0 1
     Sampaio Corrêa 1 2 3
   Campinense 2 0 2  
   CSA 1 0 1  
     Campinense 1 0 1
     Baraúnas* 1 2 3  
   Sousa 0 0 0
   Baraúnas 1 2 3  
     Baraúnas 1 0 1
     Sampaio Corrêa 1 1 2  
   Mixto 2 1 3  
   Remo 0 2 2  
     Mixto 1 0 1
     Sampaio Corrêa* (gf) 1 0 1  
   Vilhena 2 1 3
   Sampaio Corrêa 2 4 6  

*Classificados à Série C de 2013.

PremiaçãoEditar

Campeonato Brasileiro de 2012
Série D
 
Sampaio Corrêa Futebol Clube
Campeão
(1º título)

ArtilhariaEditar

Gols[23] Jogador Time
13   Nino Guerreiro CRAC
9   Ronaldo CSA
8   Gessé Atlético Acreano
  Nonato Mixto
  Ratinho Remo
7   Cleiton Sampaio Corrêa

Maiores públicosEditar

Esses são os dez maiores públicos do Campeonato:[24]

Público[i] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada
1 40 000   Sampaio Corrêa 4–1   Vilhena Castelão 12 de setembro Oitavas
2 35 137   Sampaio Corrêa 2–0   CRAC Castelão 21 de outubro Final
3 30 710   Sampaio Corrêa 0–0   Mixto Castelão 23 de setembro Quartas
4 30 085   Sampaio Corrêa 1–0   Baraúnas Castelão 10 de outubro Semifinal
5 23 273   Remo 2–1   Mixto Mangueirão 9 de setembro Oitavas
6 17 792   Remo 2–1   Vilhena Mangueirão 29 de agosto 10ª
7 12 090   CSA 0–0   Campinense Rei Pelé 9 de setembro Oitavas
8 8 737   Remo 2–2   Atlético Acreano Baenão 25 de julho
9 7 762   Campinense 1–1   Baraúnas Amigão 15 de setembro Quartas
10 7 065   CSA 1–0   Itabaiana Rei Pelé 22 de julho
  • i. ^ Considera-se apenas o público pagante

Médias de públicoEditar

Essas são as médias de público dos clubes no Campeonato. Considera-se apenas os jogos da equipe como mandante e o público pagante:

  1.   Sampaio Corrêa – 19 247
  2.   Remo – 12 276
  3.   CSA – 6 941
  4.   Petrolina - 4 058
  5.   Campinense – 3 695
  6.   Ypiranga – 3 485
  7.   Mirassol – 3 464
  8.   Juventude – 2 861
  9.   Marília – 1 847
  10.   CRAC – 1 800
  1.   Arapongas – 1 728
  2.   Metropolitano – 1 510
  3.   Baraúnas – 1 374
  4.   Mixto – 1 220
  5.   Itabaiana – 883
  6.   Aracruz – 857
  7.   Sobradinho – 841
  8.   Cianorte – 757
  9.   Mogi Mirim – 747
  10.   Nacional-MG – 720
  1.   Brasil de Pelotas – 709
  2.   Araguaína – 695
  3.   Atlético Acreano – 670
  4.   Concórdia – 666
  5.   Horizonte – 605
  6.   Guarani-MG – 503
  7.   Sousa – 466
  8.   Friburguense – 454
  9.   Penarol – 321
  10.   Vilhena – 305
  1.   Volta Redonda – 298
  2.   CENE – 268
  3.   Comercial – 192
  4.   Feirense – 171
  5.   Santos-AP – 159
  6.   Náutico-RR – 149
  7.   Vitória da Conquista – 145
  8.   Aparecidense – 105
  9.   Ceilândia – 100
  10.   Cerâmica – 39

Classificação geralEditar

A classificação geral leva em conta a colocação dos clubes em cada uma das fases, a partir da fase final, e não a pontuação total.[25]

Pos Times Pts J V E D GP GC SG Classificação
1   Sampaio Corrêa 38 16 11 5 0 37 8 +29 Promovidos à Série C em 2013
e finalistas
2   CRAC 26 16 7 5 4 24 18 +6
3   Baraúnas 26 14 7 5 2 19 10 +9 Promovidos à Série C em 2013
e eliminados nas semifinais
4   Mogi Mirim 20 14 5 5 4 16 15 +1
5   Cianorte 24 12 7 3 2 21 10 +11 Eliminados nas quartas de final
6   Friburguense 23 12 6 5 1 18 8 +10
7   Campinense 19 12 5 4 3 14 12 +2
8   Mixto 17 12 4 5 3 17 12 +5
9   CSA 21 10 6 3 1 16 5 +11 Eliminados nas oitavas de final
10   Remo 19 10 6 1 3 22 19 +3
11   Metropolitano 17 10 5 2 3 10 9 +1
12   Vilhena 16 10 5 1 4 20 16 +4
13   Nacional-MG 16 10 4 4 2 9 7 +2
14   Juventude 15 10 4 3 3 10 8 +2
15   Ceilândia 15 10 4 3 3 15 16 –1
16   Sousa 13 10 3 4 3 7 8 –1
17   CENE 13 8 4 1 3 17 11 +6 Eliminados na primeira fase
18   Atlético Acreano 13 8 4 1 3 19 15 +4
19   Horizonte 13 8 3 4 1 9 5 +4
20   Cerâmica 11 8 3 2 3 10 7 +3
21   Feirense 11 8 3 2 3 9 12 –3
22   Aparecidense 10 8 3 1 4 11 15 –4
23   Arapongas 10 8 2 4 2 6 6 0
24   Penarol 9 8 3 0 5 16 16 0
25   Brasil de Pelotas 9 8 2 3 3 6 7 –1
26   Aracruz 9 8 2 3 3 5 7 –2
27   Volta Redonda 8 8 2 2 4 5 6 –1
28   Ypiranga 8 8 2 2 4 13 15 –2
29   Mirassol 7 8 1 4 2 8 11 –3
30   Marília 7 8 1 4 3 7 15 –8
31   Náutico-RR 6 8 2 0 6 9 24 –15
32   Itabaiana 6 8 1 3 4 5 10 –5
33   Guarani-MG 6 8 1 3 4 3 11 –8
34   Comercial[i] 5 8 2 2 4 6 13 –7
35   Vitória da Conquista 4 8 1 1 6 7 13 –6
36   Santos-AP[ii] 4 8 1 4 3 9 16 –7
37   Concórdia 4 8 1 1 6 7 15 –8
38   Sobradinho 3 8 0 3 5 8 16 –8
39   Petrolina 3 8 0 3 5 9 19 –10
40   Araguaína 3 8 0 3 5 4 17 –13
  • i. ^ O Comercial-PI foi punido com a perda de três pontos pelo STJD por escalação irregular de jogador.[21]
  • ii. ^ O Santos-AP foi punido com a perda de três pontos pelo STJD por escalação irregular de jogador.[22]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «STJD suspende início de Séries C e D». GloboEsporte.com. 23 de maio de 2012. Consultado em 29 de maio de 2012. 
  2. «CBF pode pedir cancelamento das séries C e D». Diário do Pará. 1 de junho de 2012. Consultado em 2 de junho de 2012. 
  3. Justiça Desportiva (20 de junho de 2012). «STJD defere pedido e bola pode rolar na Série D; Série C segue parada». Consultado em 20 de junho de 2012. 
  4. «Brasileiro da serie D começa neste domingo». 20 de junho de 2012. Consultado em 20 de junho de 2012. 
  5. GloboEsporte.com (4 de maio de 2012). «CBF vai custear despesas dos clubes da Série D do Brasileirão 2012». Consultado em 6 de maio de 2012. 
  6. «Sampaio Corrêa vence o Crac e é campeão invicto da Série D de 2012». GloboEsporte.com. 21 de outubro de 2012. Consultado em 21 de outubro de 2012. 
  7. a b c d «Regulamento específico da competição – Série D/2012» (PDF). Confederação Brasileira de Futebol. Consultado em 29 de maio de 2012. 
  8. «CNEF Cadastro Nacional de Estádios de Futebol» (PDF). Confederação Brasileira de Futebol (CBF). 13 de janeiro de 2012. Consultado em 24 de maio de 2012. 
  9. «Adib Elias confirma participação do Crac na Série D: 'Seremos campeões'». GloboEsporte.com. 11 de maio de 2012. Consultado em 29 de maio de 2012. 
  10. «Aparecidense será o segundo representante de Goiás na série D». Giro do Esporte. 17 de maio de 2012. Consultado em 29 de maio de 2012. 
  11. «Série C: Santo André está garantido e Brasil cobra a CBF». Futebol Interior. 21 de maio de 2012. Consultado em 29 de maio de 2012. 
  12. «Brasil-Pel diz que acordo é 'inviável' e espera jogar a Série C este ano». GloboEsporte.com. 21 de maio de 2012. Consultado em 29 de maio de 2012. 
  13. «Cerâmica aceita convite e confirma participação na Série D». Zero Hora. 3 de maio de 2012. Consultado em 29 de maio de 2012. 
  14. «Série D: Sem inicio, Marcílio Dias anuncia desistência da competição». Futebol Interior. 19 de junho de 2012. Consultado em 19 de junho de 2012. 
  15. «Concórdia AC participará da Série D». CBF. 26 de junho de 2012. Consultado em 27 de junho de 2012. 
  16. «Cametá desiste de jogar na Série D, e Remo fica com vaga». Terra. 15 de maio de 2012. Consultado em 29 de maio de 2012. 
  17. «Santos do Amapá: manobra política e eliminação precoce na Série D». planotatico.com. 17 de agosto de 2012. Consultado em 10 de setembro de 2012. 
  18. «Volta Redonda-RJ e Sobradinho-DF entram para a disputa da Série D». GloboEsporte.com. 22 de junho de 2012. Consultado em 23 de junho de 2012. 
  19. «Resende desiste de disputar a Série D». Globoesporte. 20 de junho de 2012. Consultado em 20 de junho de 2012. 
  20. «Ofício DCO/GER 121-12» (PDF). CBF. 22 de junho de 2012. Consultado em 23 de junho de 2012. 
  21. a b «Multa ao Comercial Atlético Clube». CBF. 24 de setembro de 2012. Consultado em 25 de setembro de 2012. 
  22. a b «Santos/AP perde 3 pontos na classificação». CBF. 17 de agosto de 2012. Consultado em 25 de junho de 2012. 
  23. «Campeonato Brasileiro Série D - 2012 – Artilharia». CBF. Consultado em 1 de novembro de 2012. 
  24. «Campeonato Brasileiro Série D». CBF 
  25. «Classificação geral do Campeonato Brasileiro da Série D/2012» (PDF). CBF. Consultado em 27 de outubro de 2012. 

Ligações externasEditar